O Mundo Encantado dos Contos

O Mundo Encantado dos Contos

sábado, 14 de janeiro de 2012

Poesia na Escola


                                               JUSTIFICATIVA

A escola deve ser um lugar em que a convivência com a poesia aconteça de fato, permitindo o contato com diferentes autores e estilos, reavivando a capacidade de olhar e ver o que é a essência do poético através de atividades que permitam uma compreensão maior da linguagem poética e lhe dê condições para que ensaie seus próprios passos em poesia. Com o Projeto Poesia na Escola queremos descobrir o que os alunos já sabem sobre poesia, ampliar seu repertório através de atividades de leituras, escrita, declamações, pesquisa, análise e interpretação, exposição de idéias e composições.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Os princípios teóricos que norteiam este projeto , estão pautados na teoria sócio-interacionista da linguagem. Para Bakhtin, a linguagem é analisada a partir da interação entre os indivíduos dentro de uma prática social; a língua falada tem vida e se transforma constantemente pela própria pressão do uso cotidiano: ela não pode ser separada do fluxo da comunicação verbal.indivíduos não recebem pronta para ser usada; eles penetram na corrente da comunicação verbal; ou melhor, somente quando mergulhamos nessa corrente é que sua consciência desperta e
começa a operar.(...) Os sujeitos não adquirem sua língua materna:
é nela e por me o dela que ocorrer o primeiro despertar da consciência. ( Bakhtin.1992,) O trabalho poético para Bakhtin está inteiramente interelacionado ao contexto social,” O poeta, afinal, seleciona palavras não do dicionário, mas do contexto da vida onde as palavras foram embebidas e se impregnaram de julgamentos de valor” (Bakntin, apoud Freitas, 1992, p. 127). Assim, os gêneros discursivos, por mobilizarem diferentes esferas da atividade humana, representam unidades abertas da cultura.Em relação à escrita nosso olhar se amparou nas considerações de Garcez (2001). Segundo ela, escrever é antes de tudo um exercício que só se aprimora com a prática constante atrelada indissociavelmente à prática de leitura. Leitura e releitura colaboram decisivamente para sensibilidade frente às melhorias cabíveis ao texto. Para Garcez, escrever é uma habilidade que pode ser desenvolvida e não um dom que poucas pessoas têm; é um ato que exige empenho e trabalho e não um fenômeno espontâneo.É pela leitura que assimilamos as estruturas próprias da língua escrita. Para comunicarmos oralmente apoiamo-nos no contexto, temos a colaboração do ouvinte. Já a comunicação escrita tem suas especificidades, suas exigências. [...] Tratamos de forma diferente a sintaxe, o
vocabulário e a própria organização do discurso. É pela convivência com textos escritos de diversos gêneros que vamos incorporando às nossas habilidades um efetivo conhecimento da escrita. (Garcez, 2001:6-7)

Nesse contexto nós reafirmamos que poesia será nossa opção de trabalho em sala de aula. Cabe-nos propiciar a leitura e escrita do gênero poético, sendo mediadores do conhecimento no processo ensino-aprendizagem.

OBJETIVOS

• Geral
Familiarizar o aluno com a linguagem poética, com a poesia para que ele sinta prazer em ler, ouvir e criar poemas.

• Específicos
- Despertar o prazer pela leitura de poemas.
- Despertar o interesse pela literatura, pela poesia.
- Recitar poesia explorando os recursos existentes.
- Reconhecer os poemas em suas diversas formas.
- Destacar autores consagrados que escreveram e escrevem para o público
Infanto-juvenil.
- Proporcionar ambiente de interação entre diferentes grupos de alunos.
- Resgatar sentimentos e valores.

METODOLOGIA

1º Momento

- Apresentação do Projeto aos alunos incentivando a participação de cada um.
- Fazer uma lista dos autores preferidos pelos da turma.
- Seleção de poesias de acordo com os autores indicados pelos alunos.

2º momento

- Organizar roda de leitura para que os alunos expressem os sentimentos que aparecem no texto durante a leitura, como medo, alegria, espanto, tristeza e humor.
- Conversar com a turma sobre alguns aspectos importantes do poema: características ( rima, versos e estrofes)
- Apresentação de poesia de autores escolhidos pela turma.

3º momento

- Conhecer poemas consagrados da literatura cearense ( pesquisa – internet e ou/ sala de multimeios)
- Declamação de poesias.
- Organização de um murais com os autores cearenses ( Vida e Obra).
- Escolher uma poesia para declamar durante o sarau.
4º momento

- Produção de um poema coletivo e/ou individual.
- Inscrição para o sarau.
- Sarau – participação dos alunos, pais e comunidade.
Cronograma

Atividades - JANEIRO E FEVEREIRO

-Apresentação do Projeto Poesia na Escola.
-Listar os autores preferidos da turma.
-Seleção de poemas.
-Roda de leitura.
-Conversando sobre poesia.
-Poetas cearenses.
-Confecção de murais com autores cearenses.
-Declamação de poesia.
-Produção de poesia.
-Sarau.


EQUIPE DE TRABALHO

Nós, professoras cursitas de Língua Portuguesa, estaremos a frente de toda a orientação, desenvolvimento e execução do projeto. Assim, acreditamos que os alunos sentirão mais segurança para participar de todas as atividades propostas.


AVALIAÇÃO

A avaliação Projeto Poesia na Escola acontecerá através de leituras de textos poéticos, análise de poesia, confecção de murais e apresentação do SARAU.
                                              

Nenhum comentário:

Postar um comentário