sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Planejamento Anual, 5º ANO


 

Planejamento Anual, 5º ANO


Plano de Ensino

JUSTIFICATIVA:

Tendo em vista a proposta interdisciplinar da escola ciclada, pretende-se que ao final deste ano letivo os alunos tenham construído uma consciência crítica, uma compreensão participativa e atitudes de solidariedade; desenvolvido o raciocínio lógico sendo capaz de interagir-se ao contexto sócio-político-econômico e cultural.

Linguagens
ð     OBJETIVOS

ü      Valer-se da linguagem oral e escrita para melhorar a qualidade de suas relações pessoais. Ser capaz de expressar sentimentos, experiências, ideias e opiniões, bem como de acolher, interpretar e considerar as dos outros e contrapô-las quando necessário.
ü      Conhecer e analisar, criticamente, os usos da língua como veículo de valores e preconceitos da classe, credo, gênero ou etnia.
ü      Compreender os sentidos das mensagens orais e escritas e identificar, através dos elementos relevantes do texto, a intenção do autor.
ü      Utilizar a linguagem oral com eficácia e saber adequá-la às intenções e situações comunicativas que requeiram conversas num grupo, expressar sentimentos e opiniões, defender pontos de vista, relatar acontecimentos, expor sobre temas estudados ao respeitar valores, normas e atitudes.
ü      Produzir texto escrito coerente e considerar o leitor, o objeto da mensagem, a escrita alfabética e o gênero previsto para a série.
ü      Adquirir noções ortográficas a partir da interpretação de pequenos textos.
ü      Utilizar a linguagem com eficácia e saber assumir a palavra e produzir textos – tanto orais como escritos – coerentes, adequados a seus destinatários, aos objetivos a que se propõem e aos assuntos tratados.
ü      Utilizar diferentes textos e adequá-los às circunstâncias da situação comunicativa de que participam.
ü      Conhecer e respeitar as diferentes variedades linguísticas da Língua Portuguesa falada, de acordo com o regionalismo e costumes.
ü      Compreender textos orais e escritos com os quais se defrontam em diferentes situações de participação social e interpretá-los corretamente.
ü      Valorizar a leitura como fonte de informação e via de acesso aos mundos criados pela literatura. Reconhecer os materiais escritos através da forma que se apresentam e seus objetivos.
ü      Utilizar as diferentes linguagens (verbal, matemática, plástica e corporal) como meio para produzir, expressar e comunicar suas idéias, interpretar e usufruir das produções culturais, em contextos públicos e privados, atendendo à diferentes intenções e situações de comunicação;
ü      Edificar uma relação de auto confiança com a produção artística visual pessoal e conhecimento estético, respeitando a própria produção e a dos colegas, no percurso da criação que abriga uma multiplicidade de procedimentos e soluções;
ü        Permitir que os  alunos tomem consciência do seu corpo e trabalhar o equilíbrio emocional e a auto-estima.

Ao participar de uma aula de Educação Física, o aluno tem a oportunidade de lidar com suas limitações e pontecialidades, com a satisfação proporcionada pela superação de limites ou com a frustração de viver o fracasso. Aprender a cooperar com o grupo, dividir o objetivo comum e respeitar os outros.
Despertar o interesse do aluno para o conhecimento de uma nova língua, priorizando o universo lúdico da criança, colocando-o em contato com as quatro habilidades ( listening, resding, writing, speaking) afim   de que tenha oportunidade de interagir, sentindo-se motivado por atividades dinâmicas, diversificadas,    contextualizadas e significativas.


ð     CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ü      Língua Oral
ü      Intercâmbio oral
ü      Interpretação e expressão de vivências através de diferentes formas: gestos, movimentos, desenhos, relatos, debates, conversas, dramatizações
ü      Regionalismo
ü      Língua Escrita
ü      Prática de leitura:
ü      Individual, coletiva, oral e silenciosa
ü      Leitura de textos adequados à compreensão e interesse do aluno:
ü       Literários (contos, fábulas, lendas, poemas, histórias em quadrinhos)
ü      Diversos (músicas populares, parlendas, quadrinhas, adivinhas, piadas, trava-línguas e provérbios)
ü      Jornalísticos (títulos, manchetes, notícias, entrevistas, índices, classificados, etc.)
ü      Utilitários (receitas, bilhetes, listas e embalagens)
ü      Extra-verbais (pinturas, esculturas, músicas, mímicas e fotografias)
ü      Propagandísticos (letreiros, cartazes, anúncios, folhetos)
ü      Reflexão gramatical (Gramática Contextualizada)
ü      Produção de textos
ü      Sistema de pontuação (maiúscula, inicial, ponto final, exclamação, interrogação, reticências, parágrafo, dos pontos, travessão e vírgulas).
ü      Ortografia
ü      Jogo dramático: leve/pesado-rápido/lento, alto/baixo, direto/sinuoso, tenso/relaxado, forte/fraco;
ü      Arte visual
ü      Elementos expressivos:
ü      Linha, cor quente e fria
ü      Técnicas artísticas
ü      História da arte
ü      Artistas e suas obras: (Volpi, Tarsila, Anita, Portinari, Van Gogh)
ü      Dança
ü      Expressão corporal, ritmo, equilíbrio e movimento
ü      Folclore
ü      Arte indígena
ü      Arte afro-brasileira
ü      Música
ü      Elementos diversificados da linguagem musical
ü      Teatro
ü      Expressões
ü      Corporal
ü      Plástica
ü      Sonora
ü      Datas comemorativas
ü      Estudo das cores e prática em desenhos livres e ou determinados;
ü      Habilidades Corporais
ü      Noções de atitudes corporais, posturais e gestuais
ü      Orientação espaço-temporal
ü      Lateralidade, direção, trajetória e localização
ü      Circuito
ü      Atividades rítmicas e expressão corporal
ü      Jogos
ü      Recreativos e cooperativos
ü      De regras
ü      Pré desportivos (queimadas, etc.)
ü       Jogos de improvisação teatral;
ü       Jogos de futebol, queimadas e brincadeiras de roda;
ü       Greetings: expressões e cumprimentos
ü      Expensive & cheap
ü      How much e How many
ü      Numbers
ü      O uso do a e do an
ü      Plural e singular
ü      Pronomes pessoais
ü      This e that
ü      Who e What
ü      Yes e Not
ü       Colors and shapes;
ü       Family;
ü      Fhrases;
ü      Conversação

Ciências Naturais e Matemática

ð     OBJETIVOS

v     Identificar os conhecimentos matemáticos como meios para compreender e transformar o mundo à sua volta. Estimular o interesse, a curiosidade, o espírito de investigação e o desenvolvimento da capacidade para resolver problemas.
v     Sentir-se seguro da própria capacidade de construir conhecimentos matemáticos; desenvolver a autoestima e a perseverança, na busca de soluções.
v     Interagir com seus pares de forma cooperativa e trabalhar, coletivamente, na busca de soluções para problemas propostos, e identificar aspectos consensuais, ou não, na discussão de um assunto, respeitar o modo de pensar dos colegas e aprender com eles.
v     Identificar a quantidade dos algarismos e a posição ocupada por eles na escrita numérica.
v     Organizar agrupamentos para facilitar a contagem e comparação de quantidades.
v     Construir o significado do número natural a partir de seus diferentes usos no contexto social e explorar situações-problema que envolvam contagem, ordenações, seriações e códigos numéricos.
v     Resolver situações-problema e construir, a partir delas, os significados das operações fundamentais.
v     Desenvolver procedimentos de cálculo mental, escrito, exato e aproximado, tanto pelo uso das propriedades das operações quanto pela antecipação e verificação de resultados
v     Estabelecer pontos de referência para situar-se, posicionar-se e deslocar-se no espaço, bem como para identificar relações de posição entre objetos no espaço.
v     Perceber semelhanças e diferenças entre objetos e identificar formas e tamanhos.
v     Construir e representar formas geométricas.
v     Reconhecer as medidas de tempo e utilizar diversos instrumentos.
v     Compreender a natureza como um todo dinâmico na qual o ser humano é parte integrante e agente de transformações do mundo em que vive.
v     Valorizar o trabalho em grupo e agir crítica e cooperativamente para a construção coletiva do conhecimento e preservação do meio em que vive.
v     Compreender a saúde como bem individual e comum, que deve ser promovido pela ação coletiva.
v     Compreender que todo ambiente é composto por seres vivos, água, ar e solo e a importância da preservação para a sobrevivência dos seres em geral.
v     Estabelecer relações entre características e comportamentos dos seres vivos e condições de ambiente em que vivem e valorizar a diversidade da vida.
v     Identificar as características e hábitos que diferenciam os animais dos vegetais.
v     Observar e identificar algumas características do corpo humano e alguns comportamentos nas diferentes fases da vida.
v     Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis a saúde, em relação à alimentação e à higiene física, mental e ambiental e, também, desenvolver a responsabilidade no cuidado com o próprio corpo e com os espaços que habita.
v     Reconhecer características e propriedades dos materiais que compõem alguns dos objetos do ambiente.

ð     CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
ü      Números e operações
ü      Numerais racionais e Fracionários.
ü       Múltiplos e Divisores de um número natural
ü      Espaço e forma
ü      Formas geométricas
ü      Grandezas e Medidas
ü      Medidas  de comprimento
ü      Medidas de massa
ü      Medidas de capacidade
ü      Medidas de tempo
ü      Tratamento da informação
ü      Tabelas e gráficos
ü      Probabilidade
ü      Vida e ambiente
ü      Água
ü      Propriedades da água (solvente universal, pressão e força de empuxo)
ü      Poluição
ü      Solo
ü      Rochas
ü      Riquezas minerais
ü      Erosão
ü      Conservação do solo
ü      Poluição
ü      Ar
ü      Propriedades do ar
ü      Pressão atmosférica
ü      Poluição
ü      Ecologia
ü      Cadeias alimentares
ü      Desequilíbrio ecológico
ü      Animais e vegetais em extinção
ü      Ser humano e saúde
ü      Sistemas: locomotor, sensorial, nervoso e reprodutor
ü      Educação Alimentar
ü      Recursos tecnológicos
ü      Fontes e formas de energia

Ciências Sociais e Humanas

ð     OBJETIVOS

ü      Conhecer e respeitar o modo de vida de diferentes grupos sociais, em diversos tempos e espaços, em suas manifestações culturais, econômicas, políticas e sociais e reconhecer semelhanças e diferenças entre eles.
ü      Reconhecer algumas permanências e transformações sociais, econômicas e culturais nas vivências cotidianas das famílias, no tempo e no mesmo espaço de convivência.
ü      Identificar aspectos da cultura indígena, africana e européia que influenciaram na formação do povo brasileiro.
ü      Comparar acontecimentos no tempo, estabelecer relações entre o presente e o passado e conhecer os pontos históricos de São Vicente.
ü      Valorizar e respeitar as diferentes etnias.
ü      Reconhecer os símbolos nacionais e respeitá-los condignamente.
ü      Compreender o espaço, a paisagem, o território, o lugar, seus processos de construção, identificando suas relações, problemas e contradições.
ü      Identificar e avaliar as ações dos homens em sociedade e suas consequências em diferentes espaços e tempos, de modo a construir referenciais que possibilitem uma participação efetiva nas questões sócio ambientais.
ü      Saber utilizar a linguagem cartográfica para obter informações e representar o espaço em que está inserido.
ü      Reconhecer, no seu cotidiano, os referenciais de localização, orientação e distância de modo a deslocar-se com autonomia e representar os lugares onde vivem e se relacionam.
ü      Perceber semelhanças e diferenças nos modos que os grupos sociais se apropriam da natureza e a transformam, para sua subsistência.
ü      Reconhecer o espaço territorial brasileiro como resultado da interação homem, natureza, cultura e tempo.
ü      Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivem ao evitar o desperdício e perceber quais cuidados se deve ter na preservação e na manutenção da natureza.

ð     CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
ð     As missões jesuítas.
ð     Entradas e bandeiras.
ð     Formação do povo brasileiro
ð     A descoberta do ouro.
ð     Brasil: de colônia a império.
ð     O Império do café.
ð     Educação Étnico-Racial
ð     Cultura indígena, africana, portugueses e brasileiros em geral
ð     Brasil: de Império a Republica.
ð     A Era Vargas.
ð     Da ditadura militar a redemocratização.
ð     Território brasileiro
ð     Divisão política e regional
ð     Limites geográficos
ð     Aspectos físicos
ð     Características naturais (clima, vegetação e relevo)
ð     Culturais (formação do povo brasileiro, religião e folclore)
ð     Aspectos econômicos (atividades econômicas, transporte e comunicações)
ð     Aspectos sociais (desigualdades sociais)

Avaliação

Os alunos por fazerem parte de um ensino de aprendizagem ciclado serão avaliados diariamente através da participação ativa nas atividades de sistematização dos conteúdos. Terão uma avaliação continua, onde tudo que for realizado em sala e extraclasse terá validade avaliativa, bem como: expressão oral, trabalhos em grupos, trabalhos de pesquisa escrita e oral, debates preenchimento de fichas, leitura e compreensão de textos, fotos gráficos e mapas; produção de textos, desenhos, representações teatrais e coreografias;
  
Bibliografia


BURANELO, Cristiane. Coleção Conhecer e Crescer: Língua Portuguesa, 5º ano. 2 ed. São Paulo: Escala Educacional, 2008.

SANCHEZ, Lucília Bechara. Fazendo e Compreendendo Matemática. 5º ano. 3 ed. São Paulo: Saraiva, 2008.

SIMIELLI, Maria Elena. Asas para Voar: Geografia. São Paulo: Ática, 2008.

VESENTINI, J. Wiliam. Aprendendo sempre: História; 5º ano do Ensino Fundamental. São Paulo: Ática, 2008.

NIGRO, Rogério G. Aprendendo sempre: Ciências; 5º ano do Ensino Fundamental. São Paulo: Ática, 2008.

KELLER, Victória. New Steps Kids: English in real life situations / by Victoria Keller. São Paulo: IBEP, 2004.
PLANEJAMENTO ANUAL DO 3º ANO (2ª SERIE)
PORTUGUÊS


OBJETIVO GERAL DE PORTUGUÊS
Ø Oportunizar ao educando ser o sujeito de sua aprendizagem e que ao final do ano, o aluno possa ser capaz de ler, interpretar, escrever e produzir com autonomia.

Ø Objetivamos na 2ª serie, conduzir a criança ao conhecimento da linguagem e na escrita, nas suas diversas possibilidades e situações (preparar o educando para a realidade que ele vai enfrentar no seu dia-a-dia).

Ø Conseguindo: ler e interpretar todas as informações ouvidas e faladas.

Ø Valorizar o trabalho em grupo, sendo capaz de ação critica e cooperativa para a construção coletiva do conhecimento.


OBJETIVOS ESPECIFICOS

Ø -Desenvolver a pratica correta da leitura exercendo o domínio das regras obedecendo a entonação.
Ø -Utilizar a linguagem oral e escrita para compor textos com coesão e coerência.
Ø -Interpretar oralmente e de forma escrita os textos lidos.
Ø -Reconhecer, identificar e utilizar as letras do alfabeto, nas suas diferentes formas,
Ø -Associar a sílaba ao número de sons da palavra.
Ø -Identificar alguns tipos de substantivos, utilizando-os nas atividades propostas.
Ø -Utilizar corretamente o gênero do substantivo
Ø -Identificar e utilizar corretamente na produção de textos o sinônimo e antônimo dos substantivos
Ø -Utilizar os sinais de pontuação de forma a dar sonoridade as frases.
Ø -Reconhecer a sílaba tônica das palavras, fazendo uso dos acentos agudo e circunflexo.
Ø -Empregar adjetivos de forma correta.
Ø -Utilizar corretamente pronomes pessoais.
Ø -Utilizar corretamente as regras ortográficas.

CONTEUDOS DE PORTUGUES

Ø Alfabeto
Ø Produção de textos oral e escrita
Ø Poesias
Ø Correspondência
Ø Sinais de pontuação
Ø Acentuação
Ø Gênero do substantivo
Ø Numero do substantivo
Ø Grau do substantivo
Ø Leitura de diferentes textos
Ø Interpretação oral e escrita
Ø Ortografia

MATEMÁTICA
OBJETIVO GERAL DE MATEMÁTICA

Ø Conduzir o educando aos conhecimentos matemáticos como meio para compreender o mundo a sua volta e perceber o caráter de jogo intelectual, características da matemática.

Ø Como: aspecto que estimula a curiosidade, o espírito de investigação e o desenvolvimento da capacidade para resolver problemas.
OBJETIVOS ESPECIFICOS

Ø -Conhecer, reconhecer e utilizar corretamente o sistema de numeração decimal.
Ø -Conhecer, identificar, compor e decompor os números pares e impares.
Ø -Ordenar corretamente os números na ordem
Ø -Identificar e utilizar as noções de dezena e meia dezena
Ø -Utilizar corretamente a noção de centena e meia centena.
Ø Utilizar a tabuada associando as noções de dobro e triplo.
Ø -Medir e utilizar a unidades de medida adequada a cada tipo de substancia.
Ø -Resolver situações problemas do cotidiano fazendo uso das quatro operações.
Ø -Utilizar corretamente as moedas do sistema monetários com as noções de real e centavos.
Ø -Reconhecer e utilizar os principais números ordinais.
Ø -Reconhecer e identificar as datas do calendário (dias, meses, ano...)
Ø -Identificar as figura geométricas presentes á nossa volta,


CONTEUDOS DE MATEMÁTICA

Ø Construção de figuras geométricas
Ø Construção de sólidos geométricos
Ø Números de 0 a 1000
Ø Números pares e impares
Ø Ordem crescente e decrescente
Ø Dezena
Ø Dúzia
Ø Centena
Ø Dobro, triplo
Ø Tabuada do 0 ao 5
Ø Medidas, tempo, capacidade, comprimento e massa.
Ø Problemas
Ø 04 operações
Ø Sistema monetário
Ø Noção de estatística
Ø Números ordinais até 30.
Ø Calendário


CIÊNCIAS

OBJETIVO GERAL DE CIENCIAS

Ø Compreender a natureza como um todo dinâmico, sendo o ser humano parte integrante e agente de transformação do mundo em que vive.

Ø Identificar relações entre o conhecimento cientifica, produção de tecnologia e condições de vida, no mundo de hoje e sua evolução histórica.


Ø Compreender a saúde como bem individual e comum que deve ser promovido pela ação coletiva.

OBJETIVOS ESPECIFICOS

Ø -Identificar os principais astros do Sistema solar.
Ø -Identificar o Sol como uma estrela.
Ø -Despertar a curiosidade a respeito das coisas que nos cercam.
Ø -Despertar a consciência sobre a importância do solo para nossa vida.
Ø -Identificar pelas características os principais tipos de animais que estão presentes em nosso meio ambiente
Ø Identificar os vegetais e reconhecer sua importância em nossa vida como fonte de alimento e remédios.
Ø -Reconhecer a importância da água em nossa vida, assim como a sua conservação para manutenção da vida na terra.
Ø -Identificar as diferentes partes do nosso corpo e suas funções.
Ø -Reconhecer a necessidade das regras de higiene para manutenção e conservação de nossa vida.
Ø -Reconhecer o saneamento básico como necessidade do povo e obrigação do estado para conservação da saúde e do bem estar da comunidade.
Ø -Reconhecer que nem tudo que vai para o lixo é realmente lixo, reconhecer a importância dos cuidados com o lixo para evitar doenças e contaminação.


CONTEUDOS DE CIENCIAS

Ø Astros
Ø Ar
Ø Solo
Ø Água
Ø Lixo
Ø Reciclagem
Ø Saneamento básico
Ø Vegetais
Ø Os animais
Ø Nosso corpo
Ø Os alimentos
Ø Higiene e saúde
Ø Saúde e segurança
Ø Nosso ambiente
Ø Preservação do meio ambiente
Ø As plantas



EDUCAÇÃO FÍSICA


OBJETIVO GERAL DE EDUCAÇÃO FISICA

Ø Participar de atividades corporais, estabelecendo relações equilibradas e estabelecidas como os outros reconhecendo respeitando características físicas e de desempenho de si próprio, sem discriminar por características pessoais , físicas ou sociais .

Ø Adotar atitudes de respeito mutua dignidade e solidariedade em situação lúdica e esportiva repudiando qualquer espécie de violência.
OBJETIVOS ESPECIFICOS

Ø Durante o ano letivo buscamos criar oportunidades a fim de levar o aluno a ;

Ø Expressar-se de forma coerente fazendo uso da expressão oral e corporal.
Ø Criatividade, atenção, agilidade, raciocínio lógico, concentração;
Ø Desenvolver a imaginação a capacidade de expressão através de gestos, socialização;
Ø Espírito de equipe, colaboração, ritmo.
Ø Coordenação viso – motora, pontaria, conhecimento lingüístico, equilíbrio, concentração.
Ø Descontração, percepção auditiva;
Ø Noções de ataque e defesa, noção de espaço;
Ø Desenvolver habilidade manual;
Ø Melhoria do equilíbrio e do tônus muscular, respeito;


CONTEUDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Ø Lateralidade
Ø Jogos
Ø Brincadeiras dirigidas
Ø Musicas
Ø Danças , teatro 





EDUCAÇÃO ARTÍSTICA

OBJETIVO GERAL DE EDUCAÇAO ARTISTICA

Ø Expressar e saber comunicar-se em artes mantendo uma atitude de buscar pessoal ou coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fluir produções artísticas.

Ø Observar as relações entre o homem e a realidade com interesse e curiosidade exercitando a discussão , indagando, argumentando, apreciando arte de modo sensível.
OBJETIVOS ESPECIFICOS

Ø -Desenvolver a coordenação e a criatividade através da expressão do desenho.
Ø -Orientar o uso de curvas, linhas e pontos.
Ø -Estimular a composição de estórias e textos partindo de recortes e colagens.
Ø -Identificar as cores primárias e as misturas que resultam em cores secundárias.
Ø -Desenvolver noções fundamentais de dobraduras
Ø -Expressar-se através da construção de maquetes observando a proporcionalidade.
Ø -Expressar-se de forma coerente fazendo uso da expressão oral e corporal.


CONTEUDOS DE EDUCAÇAO ARTISTICA

Ø Colar
Ø Pintar
Ø Desenho livre
Ø Desenho dirigido
Ø Montar
Ø Dobraduras - ORIGAMI
Ø Recortar
Ø Maquetes
Ø Dramatização
Ø As cores: primarias e secundarias
Ø Formas geométricas
Ø Pintura
Ø Tangran



HISTÓRIA E GEOGRAFIA

OBJETIVO GERAL DE ESTUDOS SOCIAIS (Historia e Geografia)


Ø Durante o ano letivo buscamos criar oportunidades a fim de levar o aluno a ;
Ø Desenvolver a capacidade de expressar - se de forma critica diante dos problemas sociais;
Ø Conhecer o meio social em que vive possibilitando-o descobrir a existência de realidades diferentes;
Ø Entender a evolução dos fatos históricos e geográficos do seu bairro, de seu município, do seu estado e de seu pais como resultantes de um longo processo de transformação.

Ø Reconhecer algumas permanências e transformações sociais, econômicas e culturais nas vivencias cotidianas das famílias, da escola e da localidade;


OBJETIVOS ESPECIFICOS DE ESTUDOS SOCIAIS
(Historia e Geografia)



Ø O educando devera identificar sua família, casa, escola, bairro, rua.
Ø Distinguir o seu município observando semelhanças e diferenças entre o compõem a cidade.
Ø Identificar e avaliar as ações do homem em sociedade e suas conseqüências em diferentes meios.
Ø Reconhecer sinais de transito
Ø Apreciar as datas comemorativas em grupo ou individual.
Ø -Identificar diferentes tipos de família.
Ø -Identificar diferentes tipos de moradias
Ø -Identificar sua rua
Ø -Identificando seu bairro
Ø -Identificando sua escola
Ø -Identificando seu município, suas autoridades,
Ø -Identificando os pontos cardeais.
Ø -Reconhecer as estações do ano,
Ø -Reconhecer e identificar os principais meios de transportes e comunicação utilizados pelo aluno e por sua família.
Ø -Reconhecer e identificar os principais sinais de transito para que possam utilizar corretamente.
Ø -Reconhecer a importância do trabalho e das profissões na vida em sociedade,
Ø -Desenvolver projetos; transito consciência fiscal e outros...
Ø Reconhecer e identificar os diversos tipos de hino ( campo ver, mato grosso, nacional , independência e bandeira)
Ø Motivar o aluno a zelar o espaço em que vive
Ø Auxiliar o aluno a entender o que é descendência e quem ele é, formando conceitos necessários para a compreensão das relações sociais, solidariedade e interação;
ESTUDOS SOCIAIS ( HISTÓRIA E GEOGRAFIA)
Ø Família
Ø Casa
Ø Rua
Ø Bairro
Ø Escola
Ø Município
Ø Poder Legislativo, Executivo e Judiciário.
Ø Orientação
Ø Tempo
Ø Meios de transporte
Ø Meios de comunicação
Ø Transito
Ø Trabalho
Ø Datas comemorativas
Ø Zona rural
Ø Zona urbana
Ø Reino da natureza
Ø Relevo
Ø Clima
Ø Rio
Ø Vegetação
Ø Indústria
Ø Comercio
Ø Hinos


METODOLOGIA
Pretendemos alcançar nossos objetivos aplicando os conteúdos listados através de aulas expositivas, atividades diversificadas, orais e escritas, lúdicas, intra e extra - classe, proporcionando condições para o desenvolvimento individual e coletivo dos educando levando em considerações suas limitações, potenciação, criatividade e interesse, fazendo da sala de aula um ambiente de conhecimento e descoberta trabalhando sempre através de temas, mini-projetos.
Usaremos para desenvolver nossas aulas recursos diversos como:

Ø Livros
Ø Revistas
Ø Jornais
Ø Dicionários
Ø Atividades orais
Ø Jogos didáticos
Ø Cartazes
Ø Fichas
Ø Mapas
Ø Globo
Ø Caderno
Ø Lápis
Ø Cola
Ø Tesoura
Ø Material sucata
Ø Mural
Ø Bola
Ø Corda
Ø TV, vídeo e DVD.
Ø Retro projetor
Ø Aparelho de som
Ø CD
Ø Recursos humanos
Ø Internet
Ø Entre outros

AVALIAÇÃO


O aluno será avaliado no seu dia –a –dia, em que será lhe atribuído uma nota bimestral.
Será diagnosticado pelo professor com acompanhamento coletivo e individual, visando superar dificuldades, corrigindo falhas e estimulando a aprendizagem.
Através a avaliação o educando verifica suas conquistas e dificuldades, criando novas possibilidades para sua aprendizagem. Por outro lado, o professor analisa e reflete o processo de construção do conhecimento do aluno e sobre sua própria pratica docente a fim de reajustar suas intervenções.
 EDMA  
 

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

PLANO DE ENSINO - - 2ª SÉRIE 3ºano

PLANO  DE  ENSINO -  LÍNGUA PORTUGUESA  -  2ª SÉRIE
3ºano



OBJETIVOS GERAIS:2
O ensino da Língua Portuguesa (leitura, escrita e comunicação oral) deve garantir que, no decorrer  os alunos se tornem capazes de:
• Integrar uma comunidade de leitores, compartilhando diferentes práticas culturais de leitura e escrita;
• Adequar seu discurso às diferentes situações de comunicação oral, considerando o contexto e os interlocutores;
• Ler diferentes textos, adequando a modalidade de leitura a diferentes propósitos e às características dos diversos gêneros;
• Escrever diferentes textos selecionando os gêneros adequados a diferentes situações comunicativas, intenções e interlocutores.

Expectativa de Aprendizagem:

Os alunos, ao final do ano , deverão ser capazes de:
 Participar de situações de intercâmbio oral que requeiram ouvir com atenção, formular e responder perguntas, explicar e compreender explicações, manifestar opiniões sobre o assunto tratado;
 Apreciar textos literários;
 Ler, por si mesmos,  diferentes gêneros (textos narrativos literários, textos instrucionais, textos de divulgação científica e notícias) apoiando-se em conhecimentos sobre o tema do texto e as características de seu portador, do gênero e do sistema de escrita;
 Ler, com ajuda do professor, textos para estudar os temas tratados nas diferentes áreas de conhecimento (enciclopédias, informações veiculadas pela internet e revistas);
 Reescrever, de próprio punho, histórias conhecidas, considerando as idéias principais do texto-fonte e algumas características da linguagem escrita;
 Produzir textos de autoria de próprio punho, utilizando recursos da linguagem escrita;
• Revisar textos coletivamente com a ajuda do professor ou em parceria com os colegas.

Conteúdos:

• Base Alfabética;
• Ortografia e Gramática contextualizadas;
• Tipos de frases;
• Construção e reprodução de textos;
• Pontuação e paragrafação;
• Práticas de linguagem oral;
• Práticas de leitura;
• Análise e reflexão sobre a língua;
•  Cópia dirigida.

Situações Didáticas:

Práticas de linguagem Oral

 Para que as expectativas de aprendizagem dos alunos em relação às práticas de linguagem Oral possam ser concretizadas, é necessário que se planejem e organizem situações didáticas, tais como:
  Rodas de conversa em que os alunos possam escutar e narrar fatos conhecidos ou relatar experiências e acontecimentos do cotidiano. Nessas situações, é necessário garantir que os alunos possam expressar sensações, sentimentos e necessidades;
 • Saraus literários para que os alunos possam narrar ou recontar histórias, declamar poesias, parlendas e trava-línguas;
 • Apresentações em que os alunos possam expor oralmente um tema, usando suportes escritos, tais como roteiro para apoiar sua fala, cartazes, transparências ou slides;
 Participação em debates, palestras e seminários;
  Conversas em torno de textos que ajudem os alunos a compreender e distinguir características da linguagem oral e da linguagem escrita.


Práticas de Leituras

Para que as expectativas de aprendizagem dos alunos em relação às práticas de leitura possam ser concretizadas, é necessário que se planejem e organizem situações didáticas, tais como:
  Leitura diária para os alunos de contos, lendas, mitos e livros de história em capítulos de forma a repertoriá-los ao mesmo tempo em que se familiarizam com a linguagem que se usa para escrever, condição para que possam produzir seus próprios textos;
  Rodas de leitores em que os alunos possam compartilhar opiniões sobre os livros e textos lidos (favoráveis ou desfavoráveis) e indicá-los (ou não) aos colegas;
 •  Leitura — pelos alunos — de diferentes gêneros textuais (em todas as séries do Ciclo) para dotá-los de um conhecimento procedimental sobre a forma e o modo de funcionamento de parte da variedade de gêneros que existem fora da escola, isto é, para conhecerem sua forma e saberem quando e como usá-los;
  Montar um acervo de classe com livros de boa qualidade literária para uso dos alunos tanto em sala de aula como para empréstimo. É a partir deste acervo que podem realizar as rodas de leitores;
  Momentos em que os alunos tenham que ler histórias — para os colegas ou para outras classes — para que melhorem seu desempenho neste tipo de leitura e possam compreender a importância e a necessidade de se preparar previamente para ler em voz alta;
  Atividades em que os alunos consultem fontes em diferentes suportes (jornal, revista, enciclopédia etc.) para aprender a buscar informações;
  Montar um acervo de classe com jornais, revistas, enciclopédias e textos informativos copiados da internet que sirvam como fontes de informação e como materiais de estudo e ampliação do conhecimento, ensinando os alunos a utilizá-los e manuseá-los. Este acervo deve ser renovado em função dos projetos desenvolvidos na classe;
  Atividades de leitura com diferentes propósitos (para se divertir, se informar sobre um assunto, localizar uma informação específica, realizar algo), propiciando que os alunos aprendam os procedimentos adequados aos propósitos e gêneros;
  Atividades em que os alunos, após a leitura de um texto, comuniquem aos colegas o que compreenderam, compartilhem pontos de vista sobre o texto que leram e sobre o assunto e façam relação com outros textos lidos;
 • Leitura de textos, com o propósito de ler para estudar, em que os alunos aprendam procedimentos como reler para estabelecer relações entre o que está lendo e o que já foi lido, para resolver uma suposta contradição ou mesmo para estabelecer a relação entre diferentes informações veiculadas pelo texto, utilizando para isto anotações, grifos, pequenos resumos etc.


Análise e reflexão sobre a língua

• Atividades de leitura para alunos que não sabem ler convencionalmente, oferecendo textos conhecidos de memória;
• Apresentação do alfabeto completo desde o início do ano em atividades em que os alunos tenham que: Recitar o nome de todas as letras apontando-as na seqüência do alfabeto e nomeá-las, quando necessário, em situações de uso;
• Associar as letras ao próprio nome e aos dos colegas;
• Atividades em que os alunos tenham necessidade de utilizar a ordem alfabética em algumas de suas aplicações sociais, como no uso de agenda telefônica, dicionário, enciclopédias, glossários, guias e na organização da lista dos nomes dos alunos da sala;
• Atividades de escritas em duplas;
• Atividades de reflexão ortográfica para os alunos que escrevem alfabeticamente;
• Atividades de reflexão sobre o sistema de pontuação a partir das atividades de leitura e análise de como os bons autores utilizam a pontuação para organizar seus textos: Reescrita coletiva ou em dupla;
Revisão de texto e pontuação de textos;


Práticas de Produção de Texto

• Atividades em que os diferentes gêneros sejam apresentados aos alunos através da leitura pelo professor;
• Atividades em que o professor assuma a posição de escriba;
• Atividades de escrita ou reescrita em duplas em que o professor orienta os papéis de cada um;
• Atividades de produção de textos definindo o leitor, o propósito e o gênero de acordo com a situação comunicativa;
• Atividades de revisão de textos;
• Analisar textos bem escritos de autores consagrados;
• Atividades em que os alunos revisem textos (próprios ou de outros)

Recursos:

• Livros de literatura infantil de diferentes obras, autores e portadores;
• Jornais;
• Revistas;
• Gibis;
• Folhetos de supermercados;
• Bulas e manuais;
• Textos instrucionais;
• Jogos didáticos;
• Recursos áudio visuais (DVD, som, computador, Cd, e televisão);
• Caça-palavras;
• Cruzadinhas;
• Desafios.

Metodologia

• Aulas expositivas e extra classe;
• Trabalhos em duplas produtivas, grupos e individuais;
• Dramatização;
• Música;
• Cartazes;
• Utilização de cartazes;
• Sala de leitura;
• Sala de Informática.
Avaliação:
• Avaliação contínua quanto ao interesse e a realização das atividades desenvolvidas individualmente, em duplas e em grupos;
• Auto  avaliação;
• Avaliações diagnósticas;
• Atividades orais e escritas.

matematica 

OBJETIVOS GERAIS: O ensino de Matemática nas quatro primeiras séries da escolaridade deve garantir que, no decorrer , os alunos se tornem capazes de:
 Compreender que os conhecimentos matemáticos são meios para entender a realidade.
 Utilizar os conhecimentos matemáticos para investigar e responder a questões elaboradas a partir de sua própria curiosidade.
 Observar aspectos quantitativos e qualitativos presentes em diferentes situações e estabelecer relações entre eles, utilizando conhecimentos relacionados aos números, às operações, às medidas, ao espaço e às formas, ao tratamento das informações.
 Resolver situações-problema, a partir da interpretação de enunciados orais e escritos, desenvolvendo procedimentos para planejar, executar e checar soluções (formular hipóteses, fazer tentativas ou simulações), para comunicar resultados e compará-los com outros, validando ou não os procedimentos e as soluções encontradas.
 Comunicar-se matematicamente apresentando resultados precisos e argumentar sobre suas hipóteses, fazendo uso da linguagem oral e de representações matemáticas e estabelecendo relações entre elas.
 Sentir-se seguro para construir conhecimentos matemáticos, incentivando sempre os alunos na busca de soluções.
 Interagir com seus pares de forma cooperativa na busca de soluções para situações-problema, respeitando seus modos de pensar e aprendendo com eles.


EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM
Números:
• Ler, escrever, comparar e ordenar números pela compreensão das características do sistema de numeração;
• Contar em escalas ascendentes e descendentes a partir de qualquer número dado;
Operações:
• Interpretar e resolver situações-problema, envolvendo  as operações matemáticas;
• Utilizar a decomposição das escritas numéricas  cálculo mental e exato;
• Utilizar estimativas para avaliar a adequação do resultado de uma adição;
• Utilizar a decomposição das escritas numéricas para a realização do cálculo mental e exato;
• Construir fatos básicos da multiplicação a partir de situações-problema para a constituição de um repertório a ser utilizado no cálculo;
Espaço e Forma:
• Representar a localização de um objeto ou pessoa no espaço;
• Representar a movimentação de um objeto ou pessoa no espaço;
• Diferenciar figuras tridimensionais das figuras bidimensionais;
• Perceber semelhanças e diferenças entre cubos e quadrados, paralelepípedos e retângulos;
• Perceber semelhanças e diferenças entre pirâmides e triângulos, esferas e círculos;
Grandezas e Medidas:
• Reconhecer cédulas e moedas que circulam no Brasil e realizar possíveis trocas entre cédulas e moedas em função de seus valores;
• Estabelecer relação entre unidades de tempo;

Tratamento da Informação:
• Ler e interpretar tabelas simples;
• Ler e compreender gráficos de coluna.






CONTEÚDOS:

• Leitura de gráficos e tabelas:
• Reconhecimento de números no contexto diário, comparar, ordenar e organizar elementos de uma coleção;
• Leitura, escrita e classificação de números, contagem em ascendentes e descendentes;
• Compreender os sistemas de numeração decimal (base, valor e posicional);
• Localização, movimentação, descrição, dimensionamento (tamanho e forma);
• Observar, comparar e perceber as semelhanças e diferenças entre as formas geométricas naturais e criadas pelo homem, sem uso obrigatório de nomenclatura;
• Comparação, identificação, relação entre unidades de tempo ( dia, semana, mês );
• Sistema monetário brasileiro;
• Operações fundamentais com números naturais: adição, multiplicação, subtração e divisão;
• Conceito, cálculo mental e técnica operatória e resolução de problemas;
• Estimativas;
• Percepção e distinção de formas;
• Identificação de semelhanças e diferenças entre objetos;
• Classificação de figuras seguindo critérios, planas e não planas;
• Reconhecimento de faces,  vértices e arestas de um poliendro;
• Simetria em figuras planas e não planas.


SITUAÇÕES DIDÁTICAS:

Números. Sistema de Numeração e Operações:
 Rodas de contagem que estimulem os alunos a buscar estratégias que facilitem a identificação de quantidades;
• Situações envolvendo números para que os alunos possam identificar a função que eles desempenham naquele contexto: números para quantificar, números para ordenar, entre outros;
• Construção de fichas de identificação de cada aluno contendo números que indicam diferentes aspectos; por exemplo, idade, peso, altura, número de pessoas que moram na mesma casa, datas de nascimentos, número de animais que possui, entre outros. Proporcionar um espaço onde as crianças possam trocar as fichas e ler e interpretar as informações numéricas.
 Atividades de comparação de quantidades entre duas coleções possuem o mesmo
 Situar pessoas ou objetos numa lista ordenada;
 Construção e análise de cartazes e quadros numéricos que favoreçam a identificação da seqüência numérica, como, por exemplo, o calendário.
 Registro e observação dos números das ruas: onde a numeração começa, onde termina, se a numeração de um lado é igual à do outro; como se dá a numeração entre uma casa e outra, se ela é ou não seqüencial; levantamento do número da casa dos alunos;
 Atividades para compreender que os números podem ser utilizados em diferentes contextos;
 Atividades que façam uso de cédulas e moedas, ábaco e calculadoras;

Geometria:
 Jogos e brincadeiras em que seja necessário situar-se ou se deslocar no espaço,
Jogos de Circuito, Caça ao Tesouro, Batalha Naval;
 Construções de maquetes e plantas da sala de aula;
 Análise de fotografias de lugares ou de percursos conhecidos para descrever como é o lugar ou o percurso e a posição em que se encontra quem tirou a foto.
 Desenhar o percurso de casa à escola e propor que os alunos troquem e comparem seus desenhos e façam a leitura do percurso dos colegas;
 Jogos para adivinhar um determinado objeto referindo-se apenas ao formato do mesmo;
 Construções de dobraduras e quebra-cabeças para criar mosaicos com formas geométricas planas e observar simetrias;
 Classificação de sólidos geométricos a partir de critérios como superfícies arredondadas, superfícies planas e vértices, entre outros;
 Montagem e desmontagem de caixas com formatos diferentes para observar a planificação de alguns sólidos geométricos;
 Atividades de dobradura para identificar eixos de simetria e retas paralelas;

Medidas:
 Atividades de medida utilizando partes do corpo e instrumentos do dia-a-dia;
 Atividades que explorem padrões de medidas não convencionais; por exemplo, medir o comprimento da sala com passos;
 Observação de embalagens para identificar grandezas e suas respectivas unidades de medida;
 Elaborar livros de receitas de culinária, de massas de modelar, de tintas, de sabonetes, de perfumes etc. (ampliar e reduzir receitas);
 • Atividades que permitam fazer marcações do tempo e identificar rotinas: manhã, tarde e noite; ontem, hoje e amanhã; dia, semana, mês e ano; hora, minuto e segundo;
 Construção da linha do tempo para contar a sua própria história ou a história de vida de alguém conhecido ou da própria família.
 Organização de exposição com instrumentos usados para medir: balanças, fitas métricas, relógios de ponteiro e digital;
 Atividades de empacotamento para observação de formatos e tamanhos de caixas, saquinhos de supermercados, diferentes saquinhos de papel (embalagem para pipoca, pão, cachorro-quente), entre outras;
 Análise de situações apresentadas em folhetos de supermercado para identificar ofertas enganosas, situações que acarretam prejuízo e que apresentam vantagens;

Tratamento de Informação:
•Leitura e discussão sobre dados relacionados à saúde, educação, cultura, lazer, alimentação, meteorologia, pesquisa de opinião, entre outros organizados em tabelas e gráficos ( barras, setores, linhas ) que aparecem em jornais, revistas, rádio, TV, internet;
•Organização de pesquisas relacionadas a assuntos diversos: desenvolvimento físico e aniversário dos alunos, programas de TV preferidos, animais que mais gostam, entre outros;
•Resolução de situações problemas simple que ajudem os alunos a formularem previsões a respeito do sucesso ou não de um evento, por exemplo: um jogo envolvendo números pares ou ímpares, o lançamento de um dado.

RECURSOS:

• Relógio em sala;
• Sólidos geométricos;
• Material dourado;
• Cruzadinhas;
• Caça-palavras;
• Desafios;
• Folheto de supermercado;
• Cédulas sem valor;
• Figuras, recorte e colagem;
• Tabelas e gráficos;
• Jornais e revistas;
• Embalagens variadas;
• Brinquedos pedagógicos;• Livros didáticos e paradidáticos.




METODOLOGIAS

• Atividades diversificadas;
• Confecção de figuras sólidas;
• Atividades utilizando régua;
• Uso de palitos;
• Folhas mimeografadas;
• Confecção de maquetes;
• Pesquisa de campo;
• Levantamento e análise de dados;
• Uso da sala de informática.

AVALIAÇÃO

• Avaliação contínua quanto ao interesse e a realização das atividades desenvolvidas individualmente, em duplas e em grupos;
• Auto avaliação;
• Avaliação diagnóstica;
• Atividades orais e escritas.


Conteúdo Programático de Ciências Naturais – I Semestre
I Bimestre
·             01 – Nosso Ambiente
·             02 – Ambiente Escolar
·             03 – Conservação do Ambiente
·             04 – A água no ambiente escolar
·             05 – Ainda a água
II Bimestre
·             06 – Estados físicos da água
·             07 – A chuva
·             08 – O Jardim e a horta
·             09 – Outros tipos de solo
·             10 – A importância do ar
Ciências Naturais - II Semestre
III Bimestre
·             01 – Ar em movimento
·             02 – Hora da merenda
·             03 – Os alimentos
·             04 – Nosso corpo
·             05 – Outros animais vertebrados
IV Bimestre
·             06 – Animais que não têm coluna
·             07 – Fungos e bactérias
·             08 – Duas doenças: Malaria e doenças de Chagas
·             09 – Saneamento básico
·             10 – Fim do ano
DISCIPLINA: História
Apresentação
A formação cidadã se fundamenta no objetivo de fortalecer nos alunos o valor da democracia e da justiça social, levando os a adquirir gradualmente capacidade que lhes permitirão participar da vida coletiva. Os alunos serão mobilizados a discutir problemas da realidade em que vive refletindo sobre eles e formulando propostas possíveis de intervenção nessa realidade. Considerando que o estudo de História , pode ser uma ferramenta importante para o aluno compreender o mundo em que vive, respeitando as diferenças e atuando de forma consciente e responsável.
I e II Semestre
Objetivo Geral
Compreender a cidadania como participação social e política, assim como exercício de direitos e deveres políticos, civis e sociais, adotando, no dia – a – dia, atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças, respeitando o outro e exigindo para si o mesmo respeito.
Objetivos Específicos
· Resgatar os aspectos culturais de um determinado povo ou região para o entendimento do processo de desenvolvimento. Entender o passado também é importante para a compreensão do presente;
· Reconhecer mudanças e permanências nas vivências humanas, presentes na sua realidade e em outras comunidades, próximas ou distantes no tempo e no espaço.
· Valorizar o patrimônio sociocultural e respeitar a diversidade, reconhecendo – a como um direito dos povos e indivíduos e como um elemento de fortalecimento da democracia.
Conteúdo Programático de História – I Semestre
I Bimestre
· 01 – Você, criança
- Você tem uma identidade
- Você sozinho
- Você e os outros
- As pessoas contam como você
· 02 – O tempo passa
- Um dia na vida de uma criança
- Todos nós temos uma história
- Vivenciando as etapas da vida
II Bimestre
· 03 – Quantas famílias no mundo!
- A família
- Uma foto para o álbum da família
- Colaboração em família: ela começa com as pequenas coisas
- Enquanto isso, numa casa
- Vivenciando um costume de família
- Vivenciando regras de convívio social
· 04 – História da construção das casas
- Cabanas e tendas: as primeiras casas construídas (Projeto Oscar Niemayer)
- Das cabanas e tendas aos arranha – céus
- Quando as pessoas não têm um bom lugar onde morar
- Coisas que contam a historia da casa e da vida das pessoas.
História - II Semestre
III Bimestre
· 01 – O município se transforma
- O município tem história
- O governo do município
- O lazer no município de Vale Verde
· 02 - O cidadão consciente
- A união faz a força
- Saber escolher para melhor consumir
· 03 – A Escola
- Escola é sempre escola
- Estudar é uma grande oportunidade
· 04 – Trabalho em grupo
- Um projeto para trabalho em grupo
- As páginas do minilivro
DISCIPLINA: Geografia
I e II Semestre
Apresentação
O ensino de Geografia pode levar os alunos a compreenderem de forma mais ampla a realidade, possibilitando que nela interfiram de maneira mais consciente e propositiva. Para tanto, porém, é preciso que eles adquiram conhecimentos, dominem categorias conceitos e procedimentos básicos com os quais este campo do conhecimento opera e constitui suas teorias e explicações, de modo a poder não apenas compreender as relações socioculturais e o funcionamento da natureza às quais historicamente pertence, mas também conhecer e saber utilizar uma forma singular de pensar sobre a realidade: o conhecimento geográfico.
Objetivo Geral
Compreender que as melhorias nas condições de vida, os direitos políticos , os avanços técnicos e tecnológicos e as transformações socioculturais são conquistas decorrentes de conflitos e acordos, que ainda não são usufruídas por todos os seres humanos e, dentro de suas possibilidades, empenhar – se em democratizá – las.
Objetivos Específicos
· Desenvolver a capacidade de expressar - se de forma critica diante dos problemas sociais;
· Conhecer o meio social em que vive possibilitando-o descobrir a existência de realidades diferentes;
· Entender a evolução dos fatos históricos e geográficos do seu bairro, de seu município, do seu estado e de seu país como resultantes de um longo processo de transformação.
Conteúdo Programático de Geografia – I Semestre
I Bimestre
· 01 – Quantas crianças no mundo!
· 02 – Direito de ser feliz
II Bimestre
· 03 – Casas e mais casas ( Projeto Oscar Niemayer)
· 04 – Trabalhando com plantas
Geografia - II Semestre
III Bimestre
· 01 – Onde vivemos?
· 02 – Os sinais de trânsito
IV Bimestre
· 03 – Representando a sala de aula
· 04 – A Terra e o Sol
· 05 – Estudando a natureza
Metodologias Gerais
* As aulas serão desenvolvidas numa interação/ teria/ação, utilizando – se dos recursos abaixo:
- Dinâmicas de grupo;
- Aula dialogada e expositiva;
- Construção de mini – projetos e peças teatrais
- Utilização de recursos audiovisuais
- Trabalho individual e de grupo
Recursos Didáticos
- Filmes:
- Músicas;
- Quadro –giz;
- Fichas de Leitura;
- Fichas de produção de texto
- Jornais e revistas
- Jogos
Avaliação
“Melhor que ensinar é levar o outro a aprender” – Anísio Teixeira
A avaliação será processual e continua observando – se a evolução e a apropriação do conhecimento. Serão utilizados como procedimentos avaliativos os itens abaixo.
- Observação do crescimento individual e coletivo dos alunos;
- Trabalhos individuais e de grupo;
- Síntese de textos;
- Provas escritas;
- Produção de textos;
- Elaboração de mini – projetos;
Também será considerado o desenvolvimento de capacidade e atitudes inerentes ao exercício das atividades, como:
- Pontualidade;
- Assiduidade;
- Envolvimento com colegas e disciplina;
- Participação nas aulas;
- Capacidade de análise e síntese;
- Autonomia nos estudos.
Referência Bibliográfica
- PCN’s
- Um Jeito de Aprender 1º e 2º Semestre – Livro Adotado
- Novo - Aquarela do Saber (Apoio – Livro da Escola)
- Assim eu Aprendo (Apoio – Livro da Escola)
- Eu Gosto ( exemplar próprio)
- Revista Nova Escola ( exemplar próprio)
- Revista Guia Prático para professores – Ensino Fundamental I e II (exemplar próprio)
- Internet - Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário