Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Educação é Compromisso de Todos

Secretaria de Educação Cultura e Desporto
Praça 29 de Dezembro nº 57
Departamento de Ensino






ROTEIRO DE JULHO
Educação é Compromisso de Todos






Secretária de Educação:Maria Rozivânia
Equipe Pedagógica:
Ana Kelly
Diana Carla
Gerlane Santos
 Valdinere Alves








Cortês
2017


DATAS

COMEMORAÇÕES





15

Dia do Homem

 Em 15 de julho é celebrado, no Brasil, o Dia do Homem. Entretanto, essa mesma data é comemorada por muitas nações do exterior aos 19 dias do mês de novembro. Ambas as datas têm o propósito de chamar a atenção da sociedade para problemas e circunstâncias que possam atingir, em especial, o sexo masculino.




25

Dia Nacional Escritor

    No dia 25 de julho comemora-se o Dia Nacional do Escritor, data instituída em 1960 pelo então Presidente da União Brasileira de Escritores, João Peregrino Júnior, e pelo seu vice-presidente, o célebre escritor Jorge Amado.
    Esta data celebra as pessoas dedicadas às palavras escritas. Sejam nos textos científicos ou fictícios, os escritores precisam ter a grande habilidade de entreter os leitores e, para isso, é necessário um vasto conhecimento de vocabulários, da gramática e ortografia, além de uma boa dose de criatividade e conhecimentos gerais do mundo.




20

Dia da Amizade

O Dia do Amigo é oficialmente comemorado em 20 de julho, e o principal objetivo desta data é celebrar a amizade, um sentimento de fraternidade mútua partilhado entre as pessoas.



26
Dia dos Avós

No Brasil e em Portugal, o Dia dos Avós é comemorado em 26 de julho, tendo sido esta data escolhida em razão da comemoração do dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.





Dia do Escritor

MODALIDADE

ATIVIDADES

 Educação Infantil

 Conhecer as histórias e as obras de Monteiro Lobato, Cecília Meireles e Vinícius de Moraes, despertando a imaginação e a criatividade das crianças.


 Ensino Fundamental I


Despertar o gosto pela leitura e pela escrita em nossos alunos a partir da exposição da história e da obra de autores brasileiros.




Ensino Fundamental II

 EJA

 Conhecer as histórias e obras de Ariano Suassuna, associando a sua realidade.

















                                                            DIA DO ESCRITOR

No dia 25 de julho comemora-se o Dia Nacional do Escritor, data instituída em 1960 pelo então presidente da União Brasileira de Escritores- UBE, João Peregrino Júnior, e pelo seu vice-presidente, o célebre escritor Jorge Amado.
O Dia do Escritor surgiu após a realização do I Festival do Escritor Brasileiro, iniciativa da UBE. O grande sucesso do evento foi primordial para que, por intermédio de um decreto governamental, a data fosse instituída com a finalidade de celebrar a importância do profissional das letras, profissão que, infelizmente, nem sempre tem sua relevância reconhecida.

Escritores Brasileiros
·        Machado de Assis
A literatura brasileira é invariavelmente ligada a Joaquim Maria Machado de Assis, nascido no Rio de Janeiro em 1839, e responsável por fundar a Academia Brasileira de Letras. Suas principais obras foram as realistas ‘Memórias Póstumas de Brás Cubas’, ‘Quincas Borba’ e ‘Dom Casmurro’. Morreu em 1908, aos 69 anos.

·        Carlos Drummond de Andrade
Mineiro de Itabira, Carlos Drummond de Andrade foi um dos principais poetas da literatura brasileira. Sua principal obra é ‘A Rosa do Povo’, publicada em 1945, que reúne 55 poesias que retratam o cenário angustiante da época no Brasil e no mundo. Nascido em 1902, morreu em agosto de 1987, aos 85 anos, no Rio de Janeiro.

·        Clarice Lispector
Jornalista e escritora, foi uma das principais autoras da literatura brasileira – apesar de ter nascido em Chechelnyk, na Ucrânia, em 1920. Clarice veio para o Brasil com os pais aos 2 anos de idade e sempre insistiu em reforçar a sua brasilidade. Seus principais livros foram ‘A Hora da Estrela’, ‘A Paixão Segundo G.H.’ e ‘Laços de Família’. Ela morreu no Rio de Janeiro, em dezembro de 1977, um dia antes de completar 57 anos.

·        Ariano Suassuna
Suas principais obras foram ‘O Auto da Compadecida’ e ‘A Pedra do Reino’. Nascido na Paraíba em 1927, o escritor e dramaturgo morreu em julho de 2014, aos 87 anos, no Recife. Ariano Suassuna foi eleito em 1989 para ocupar a cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras.



·        Guimarães Rosa
Médico, diplomata... e um dos principais escritores de todos os tempos da literatura brasileira. A leitura de João Guimarães Rosa não é fácil, mas é cativante. O autor, bastante erudito, inovou na linguagem que utilizou em suas obras, condensou e inventou palavras, e escreveu livros importantíssimos como ‘Sagarana’, ‘Grande Sertão: Veredas’ e ‘Primeiras Estórias’. Nasceu em Cordisburgo, em Minas Gerais, em 1908, e morreu no Rio de Janeiro, em 1967, aos 59 anos.

·        Jorge Amado
O baiano de Itabuna é um dos escritores brasileiros mais reconhecidos em todo o mundo. Jorge Amado, que nasceu em agosto de 1912 e morreu em 2001, aos 88 anos, teve livros traduzidos para 49 idiomas e recebeu diversos prêmios internacionais. Seus principais romances foram ‘Dona Flor e Seus Dois Maridos’, ‘Capitães de Areia’, ‘Tieta do Agreste’, ‘Gabriela, Cravo e Canela’, dentre muitos outros.


·        Manuel Bandeira
Um dos principais poetas que o Brasil já teve, Manuel Bandeira tinha versos simples e diretos, que diziam pouco e significavam muito. O pernambucano do Recife (Recife, não a Veneza americana, como cita no poema ‘Evocação do Recife’), nascido em 1886, foi também um dos principais nomes da Semana de Arte Moderna de 1922. Bandeira, que sempre demonstrou em suas obras a melancolia por ser tuberculoso e poder morrer jovem, morreu somente em 1968, com 82 anos.


·        Vinícius de Moraes
Por último, mas não menos importante, Vinícius de Moraes. Foi poeta e compositor, porque a música também é uma poesia cantada. Carioca nascido em 1913, o poeta lírico batizado Marcus Vinícius de Moraes assinou versos emblemáticos da cultura brasileira, como as canções ‘Garota de Ipanema’, ‘Eu Sei que Vou Te Amar’ e ‘Chega de Saudade’ (todas com o amigo Tom Jobim). Sem falar, é claro, no ‘Soneto de Fidelidade’. Afinal, quem nunca ouviu os versos sobre o amor ‘Que não seja imortal, posto que é chama; Mas que seja infinito enquanto dure”?

·        Cecília Meireles
Cecília Meireles é uma das grandes escritoras da literatura brasileira. Seus poemas encantam os leitores de todas as idades. Nasceu no dia 7 de novembro de 1901, na cidade do Rio de Janeiro e seu nome completo era Cecília Benevides de Carvalho Meireles.
Sua infância foi marcada pela dor e solidão, pois perdeu a mãe com apenas três anos de idade e o pai não chegou a conhecer (morreu antes de seu nascimento). Foi criada pela avó Dona Jacinta. Por volta dos nove anos de idade, Cecília começou a escrever suas primeiras poesias. 

·        Monteiro Lobato
Monteiro Lobato (1882-1948) nasceu em Taubaté, São Paulo, no dia 18 de abril de 1882. Era filho de José Bento Marcondes Lobato e Olímpia Monteiro Lobato. Alfabetizado pela mãe, logo despertou o gosto pela leitura, lendo todos os livros infantis da biblioteca de seu avô o Visconde de Tremembé. foi um escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pica-pau Amarelo" é sua obra de maior destaque na literatura infantil. Criou a "Editora Monteiro Lobato" e mais tarde a "Companhia Editora Nacional". Foi um dos primeiros autores de literatura infantil de nosso país e de toda América Latina. Metade de suas obras é formada de literatura infantil. 

·        Ziraldo
Nasceu em Caratinga, MG, em 1932 e tornou-se um dos mais conhecidos e aclamados escritores brasileiros, Ziraldo é o “Pai” do Menino Maluquinho. Além desta primordial obra, ele criou: “O Menino do Rio Doce”, “A Supermãe”, “O joelho Juvenal”, “Uma professora muito maluquinha”, “Rolim”, entre muitos outros.




Dia do Homem
O Dia do Homem começou a ser comemorado 1999, em Trinidad e Tobago, pelo Dr. Jerome Teelucksingh, que com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), criou a data com o intuito de conscientizar as pessoas sobre os cuidados da saúde e igualdade de gênero masculino. No Brasil, desde 1992, o Dia do Homem, embora seja uma data pouco divulgada e sem comemorações ou feriados, é comemorado no dia 15 de julho, por iniciativa da Ordem Nacional dos Escritores

Dia da Amizade
O Dia do Amigo e Dia Internacional da Amizade, celebrado em 20 de julho, foi primeiramente adotado em Buenos Aires, na Argentina, através de um Decreto. Aos poucos passou a ser comemorado em outras partes do mundo, e hoje quase todos os países festejam esta data.A data foi criada pelo argentino Enrique Ernesto Febbraro, que considerou a chegada do homem à lua como um símbolo de união entre todos os seres humanos.A primeira comemoração pretendia comemorar a chegada do Homem à Lua, significando que juntos, os povos poderiam conseguir superar desafios quase impossíveis.
Dia dos Avós

Conta a história que, no século I a.C., Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria.
Devido à sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos. Ana morreu quando Maria tinha apenas três anos. Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por Ele a escolhida para ser mãe de seu filho Jesus Cristo.
São Joaquim e Santa Ana são os padroeiros dos avôs e avós





DIFICULDADES DOS ALUNOS

DIFICULDADES DOS ALUNOS
1-       Não reconhece as letras:
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• jogo de Bingo .O professor deve apresentar cada letra do alfabeto com músicas
• Recortar palavras (iniciadas pela letra … , terminadas com a letra...)

2- Não consegue formar PALAVRAS:
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Desfazer uma palavra recortando suas letras, embaralhando e montando novamente
• Recortar letras e formar palavras -Formar palavras com o alfabeto móvel
• Bingo - Forca
• Competição em grupos – quem formar a maior lista de frutas, carros, animais, etc. vai brincar com o grupo na quadra na 6ª feira durante 30 minutos (ou outro prêmio)
• Formar o maior número de palavras usando somente as letras de uma palavra escolhida . Ex. Melancia – mel, laca, ana, anel, canela, mela, lance, além, ela.
• Analisar rótulos e identificar o nome do produto, não a marca. Encaixar os nomes numa seqüência vertical alfabética ou num acróstico. Expor na classe.
• Dominó com figuras e palavras.
• Dominó com palavras em letra bastão de um lado e letra cursiva do outro
• O que tem lá… na cozinha, no quarto, na sala, no quintal. Cada grupo escreve no seu quadro e depois compara com os outros grupos
• Colcha de Retalhos – uma surpresa, um dia feliz, um dia triste, uma arte (estrepolia), músicas que você mais gosta, um passeio inesquecível, um susto, um tombo, mais alguma coisa .Completar as palavras em que estão faltando letras
• Cruzadinhas - Modelos estáveis expostos na sala de aula

3- Não consegue formar frases
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Recortar as palavras de um texto, uma a uma, embaralhar e montar novamente - Mandar pequenos bilhetes
4- Não tem segmentação frasal
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Dar um texto todo emendado e pedir que o aluno o separe em palavras (ASABELHINHASPRODUZEMODELICIOSOM .Ler um texto dizendo ESPAÇO ou batendo uma palma entre cada palavra. Ex. As (espaço) abelhinhas (espaço) produzem...
5- Lê, mas não escreve
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:Copiar textos interessantes e Mandar bilhetinhos
• Hora do Tudo Escrito (os alunos só podem se comunicar por escrito com a professora e com os colegas, senão pagarão um castigo ou multa. Os que conseguirem podem ganhar um pequeno prêmio)

6- Só copia, mas não lê 
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Bingo .O professor deve apresentar cada letra do alfabeto com músicas
• Recortar palavras (iniciadas pela letra … , terminadas com a letra...)
• Desfazer uma palavra recortando suas letras, embaralhando e montando novamente
• Recortar letras e formar palavras - Formar palavras com o alfabeto móvel
• Bingo -Forca
• Competição em grupos – quem formar a maior lista de frutas, carros, animais, etc. vai brincar com o grupo na quadra na6ª feira durante 30 minutos (ou outro prêmio)
• Formar o maior número de palavras usando somente as letras de uma palavra escolhida . Ex. Melancia – mel, laca, ana, anel, canela, mela, lance, além, ela.
• Analisar rótulos e identificar o nome do produto, não a marca. Encaixar os nomes numa seqüência vertical alfabética ou num acróstico. Expor na classe.
• Dominó com figuras e palavras.
• Dominó com palavras em letra bastão de um lado e letra cursiva do outro
• O que tem lá… na cozinha, no quarto, na sala, no quintal. Cada grupo escreve no seu quadro e depois compara com os outros grupos
• Colcha de Retalhos – uma surpresa, um dia feliz, um dia triste, uma arte (estrepolia), músicas que você mais gosta, um passeio inesquecível, um susto, um tombo, mais alguma coisa
• Completar as palavras em que estão faltando letras - Cruzadinhas
• Recortar as palavras de um texto, uma a uma, embaralhar e montar novamente .Mandar pequenos bilhetes

7- Lê, mas não entende

Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade: Contar e explicar uma piada / Desenhar, mostrar e explicar seu desenho . O aluno contará a história de um livro sem palavras
8- Não se expressa bem oralmente
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Contar e explicar uma piada .Desenhar, mostrar e explicar seu desenho
• O aluno contará a história de um livro sem palavras .Hora da conversa ou da novidade
• O aluno deve ler bastante (textos, imagens) para ter ideias
• O prof. nunca deve repreender o aluno quando ele responder errado, mas incentivá-lo a tentar novamente

9- Não consegue estruturar textos
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade: Ter contato e identificar diferentes tipos de textos 
10 -Não tem sequência lógica de ideias
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Ordenar sequências de acontecimentos (figuras) e escrever uma história
• O professor lerá um texto interrompendo-o várias vezes, solicitando que os alunos o completem
• Produção de texto em grupo 
11 -Não se concentra
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Hora do jogo (dama, dominó, milhão, montagens, da velha, pega varetas, etc.)
• Ditado relâmpago (o prof. mostra uma figura ou palavra durante alguns segundos e em seguida o aluno escreve o que viu)
• O prof. contará uma história fazendo o entendimento do texto. Contará a mesma história no dia seguinte modificando os detalhes para que os alunos desenhem ou escrevam sobre as cenas mentirosas.
12- Recusa-se a fazer as atividades Este aluno é provável vítima de negligência familiar, sem hábitos de estudo ou quer chamar a atenção.
Neste caso, o professor pode:
• Analisar se as atividades programadas estão interessantes, coerentes, desafiadoras
• Elogiar quando fizer as atividades
• Tentar descobrir se está com algum problema, aconselhar, conversar francamente
• Tentar convencer amigavelmente , Exercer autoridade ,Ser um verdadeiro general algumas vezes

13- Não reconhece os números. Não associa o numeral à quantidade

Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Bingo -Dominó -Material Dourado -Ábaco


14- Não faz a sequência numérica
Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Tabuleiro - Bingo com falta de números
• Pular corda com cantiga que tenha sequências (Com quantos anos você vai se casar? Com 1, com 2, com 3, ... Pares e Ímpares, 5 em 5, etc.

15- Não abstrai operações matemáticas

Atividades a serem aplicadas a esse tipo de dificuldade:
• Boliche (soma ou subtração)
• Dominó - Brincar de feira, supermercado, de comprar e vender

Referências
http://blogaberes.blogspot.com.br/2010/01/dificuldades-dos-alunos-interferencias.htm

sábado, 15 de julho de 2017

Leia o texto: Um cardápio variado

Leia o texto: Um cardápio variado


Os besouros estão em toda parte do planeta. Para eles, a natureza é uma fonte inesgotável de alimentos. Veja só: O serra pau tem esse nome porque se alimenta de madeira. Uma espécie é chamada de rola-bosta, por sua preferência por excrementos, enquanto outra tem hábitos mais “refinados”, pois só come pétalas de flores. O bicudo e a broca são terríveis para a lavoura do algodão; o bicudo come a flor antes dela abrir-se, enquanto a broca ataca a raiz, enfraquecendo a planta. A joaninha, que também é um besouro, ajuda a combater as pragas das plantações. Ela chega a comer cerca de 20 pulgões por dia. Há também besouros que adoram uma biblioteca, mas ali não vão para uma boa leitura, e sim para devorar os livros. Nesse caso, são as suas larvas que perfuram as capas dos livros, causando o maior estrago. Fonte: Adaptado de Globo Ciência: Ano 2, nº. 20. 1. 

O besouro que prejudica a agricultura é o: 

a) Serra pau. b) Bicudo. c) Joaninha. d) Rola-bosta.

Leia o texto abaixo:

Leia o texto abaixo:

Regime, ginástica e cama

A falta de sono adequado é, definitivamente, um fator de risco isolado para o ganho de peso.
A matemática da perda de peso é simples. O consumo de calorias deve ser inferior ao total de energia gasta pelo organismo. Nos últimos cinco anos, porém, uma série de estudos vem demonstrando que um terceiro fator deve ser incluído na equação do emagrecimento - o sono. Como a má alimentação e o sedentarismo, uma sucessão de noites mal dormidas pode condenar ao fracasso qualquer luta contra a balança.
A pesquisa mais recente e uma das mais intrigantes sobre o assunto foi publicada na revista científica americana Annals of Internal Medicine. Conduzida por médicos da Universidade de Chicago, ela demonstrou que, em períodos de pouco sono, a queima de gordura corporal é 55% menor e a perda de massa magra, 60% maior.
"Perder massa magra significa perder músculos, e isso é ruim porque leva à desaceleração do metabolismo e faz com que a pessoa ganhe peso com mais facilidade", diz o endocrinologista Walmir Coutinho, presidente eleito da Associação Internacional para o Estudo da Obesidade. Em outras palavras: dormir pouco favorece o efeito sanfona, a grande questão de quem tenta se livrar dos quilos em excesso.
MAGALHÃES. Naiara. Veja. 20 out. 2010. p. 160. Fragmento. (P090591ES_SUP)
(P090594ES) O objetivo desse texto é
  • dar uma informação.
  • descrever uma experiência.
  • explicar uma dieta.
  • fazer uma demonstração.
Resposta

Desenvolvendo habilidades de leitura: "Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados


Construção de rodovia
Uma rodovia estava sendo construída em um vilarejo e um dos residentes sentou-se durante muitas horas para assistir à realização das obras. Um homem aproximou-se dele:
- Olá, sou o engenheiro que realizou o projeto, o responsável pela obra e pelas máquinas.
- Olá, eu sou o morador do vilarejo.
- Pelo que pude notar, você nunca havia visto uma rodovia moderna ser construída. Diga-me, como construíam estradas por aqui?
- Bem, quando queremos construir uma estrada entre um vilarejo e o seguinte, soltamos um burro velho e o animal escolhe o caminho mais curto e mais seguro. É ali que construímos a nossa estrada.
- E o que fazem quando não há burros?
- Aí, chamamos um engenheiro.

Mario Atcalá Canto, México. Seleções Reader’s Digest. Outubro 2010. p. 99.

O humor desse texto está no fato de
A) a rodovia estar sendo construída.
B) o engenheiro ter realizado o projeto.
C) a conversa com o morador ter se esticado.
D) o morador ter explicado a resposta final. x

Desenvolvendo habilidades de leitura - "Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações


PELO EXEMPLO

         Falar do meio ambiente não é só falar de árvores, plantas, animais, da poluição do ar e da água... Falar em meio ambiente é também falar de crianças e seu comportamento.
          Você já parou para pensar que somos exemplos para elas? Principalmente se você tem uma criança em casa, você se torna um espelho. Se fosse só o batom, que a menina, desde cedo, ensaia usar, ou a gravata e os sapatos, que o menino teima em pegar emprestado, tudo bem – estes são hábitos saudáveis e que revelam que você é um modelo para aquele ser que está sob seus cuidado
         Mas e os hábitos que não são saudáveis? Você, como pai ou responsável, obedece sempre o sinal vermelho, a velocidade estabelecida para a rua? Você cede a sua vez? Você separa os resíduos em casa, recicláveis dos não-recicláveis? Você substituiu as lâmpadas tradicionais por fluorescentes ou por lâmpadas do tipo “led” e explica esse gesto para sua criança?
         Pois saiba que cada pequeno gesto seu não passará despercebido por ela. Os pequenos, inclusive, nos corrigem ou nos chamam a atenção!

Marilusa Colombo, bióloga. Seleções Reader’s Digest. Outubro 2010. p. 29.

No terceiro parágrafo, as interrogações sugerem
A) curiosidade.
B) explicação.
C) pedido.
D) questionamento. x
E) sugestão.

identificar o tema de um texto

Interpretação de texto: identificar o tema de um texto

1) Leia
O pássaro mais falante
Está cansado de falar com as paredes? Arrume então uma papagaio-cinza -africano, a ave mais falante do planeta. Com média de 36 centímetros de altura e o corpo cinza-chumbo, penas mais clara na face, bico preto rabo vermelho, ele vive normalmente em florestas savanas e mangues.
Destaca-se por sua extraordinária capacidade de mudar o timbre e imitar vozes humanas.
 Assim como outras espécies de papagaio, ele reproduz os sons que escuta devido o formato do seu bico e a um órgão chamado seringe.
Parece uma boa companhia? Prepare-se no entanto, para ouvi-lo por muito tempo, esse papagaio vive até setenta anos.


I) O texto acima tem como tema 
(A) a reprodução do som humano 
(B) as aventuras de um papagaio falante
(C) a solidão humana e suas consequências 
(D)a descrição da ave mais falante da terra.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2) Leia o texto

Você conhece alguma festa popular? 

O Carnaval, é claro! 
Mas você sabe há quanto tempo existem festas como o Carnaval? 
Os povos das antigas civilizações faziam festas para homenagear seus deuses e 
agradeciam à natureza pelo alimento que colhiam da terra. 
Essas festas foram transmitidas de pais para filhos até os dias de hoje. 
Elas mostram o jeito de ser de cada povo, suas tradições e sua cultura. 
No Brasil, as tradições portuguesas uniram-se à dança indígena e ao batuque 
africano. 
 O Maracatu tem trajes e danças que lembram os antigos guerreiros e a festa do divino 
de origem portuguesa, tem danças folclóricas de origem africana. 
 Danças como a Congada e o Moçambique vieram da cultura africana. 
 O Cateretê e os Caboclinhos são danças de origem indígena. 
 Festas como Bumba-meu-Boi narram lendas por meio de dança. 
 E a Cavalhada narra a história de antigas lutas. Parece um teatro ao ar livre, sempre 
com roupas muito coloridas e máscaras curiosas. 
 Em dezembro, a folia de reis celebra o nascimento do menino Jesus. 
 E na virada do ano a rainha do mar, Iemanjá, é homenageada nas águas do oceano. 
 São muitas as festas populares. Com elas aprendemos uma porção de coisas... 
histórias, lendas, comidas típicas, músicas e artesanatos. 
  Conhecer as festas populares é conhecer o seu próprio povo. 
Abre alas que eu quero passar



 II) O tema principal abordado no texto ao lado refere-se às 
(A)  festas de homenagem aos deuses. 
(B) festas populares brasileiras. 
(C)  antigas civilizações. 
(D)  danças dos antigos guerreiros. 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
3) Leia o texto

“Por que economizar água?” 
          Hoje, todos lá em casa tentam economizar água.  
          Antes, a gente desperdiçava esse líquido  precioso – até que veio o 
racionamento. 
          Costumávamos tomar banho demorado todos os dias, as torneiras ficavam 
sempre abertas enquanto a gente lavava a louça, ou quando escovava os dentes. 
         Um dia, eu lavava a bicicleta no quintal,  quando minha vizinha Clara se 
aproximou... 
         Clara lembrou que não tinha chovido muito ultimamente. 
         Agora, todo mundo deveria economizar água.
 Clara disse que, se continuasse o desperdício, a água acabaria... 

Trecho retirado do livro: GREEN, Jen. “Por que economizar água?” São Paulo,Editora Sipione, 2004 

III) O texto que você leu fala sobre a necessidade de :
(A) economizar água todos os dias. 
(B) manter a bicicleta no quintal. 
(C) evitar banhos demorados. 
(D) lavar louças diariamente. 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4)Leia o texto
Por que o galo canta? 
Com as primeiras luzes do dia, o galinheiro se ilumina e o galo abre os olhos, 
sentindo uma grande vontade de gritar. E gritar, lançando um sonoro cocoricóóóóó! 
Ele nem pensa que seu canto incomoda o Zequinha, que é um dorminhoco, o 
Seu Manuel, que é padeiro e passou a noite toda trabalhando, ou a Dona Tina, que 
não dormiu por causa do bebê.  
Ele canta porque seu instinto lhe diz que deve cantar. 
Sua missão é acordar as galinhas e dizer a elas: 
“Levantem, suas preguiçosas. O dia está começando e vocês precisam botar os 
ovos!” 
REVIEJO, Carlos. O porquê das coisas. São Paulo, Editora Girasol,  

IV) Ao analisar o título do texto “Por que o galo canta?” concluímos que o assunto 
principal do texto é a explicação do porquê 
    (A) as pessoas dormem. 
    (B) o dorminhoco dorme tanto. 
    (C) o galo canta. 
    (D) a galinha bota ovo.   

Interpretação de Texto

COMO SUGESTÃO, TRAZEMOS UMA AVALIAÇÃO PARA 5º ANO COM DESCRITORES UTILIZANDO O TEXTO UM CARDÁPIO VARIADO E QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.

Descritores Utilizados:
D1 – Localizar informações explícitas em um texto.
D3 – Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
D4 – Inferir uma informação implícita em um texto.
D14 – Identificar o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações.
D8 – Estabelecer a relação causa/conseqüência entre partes e elementos do texto.
D9 – Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.
D10 – Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.
Leia o texto:
UM CARDÁPIO VARIADO
Os besouros estão em toda parte do planeta. Para eles, a natureza é uma fonte inesgotável de alimentos. Veja só: o serra pau tem esse nome porque se alimenta de madeira. Uma espécie é chamada de rola-bosta, por sua preferência por excrementos, enquanto outra tem hábitos mais “refinados”, pois só come pétalas de flores. O bicudo e a broca são terríveis para a lavoura do algodão; o bicudo come a flor antes dela abrir-se, enquanto a broca ataca a raiz, enfraquecendo a planta.
A joaninha, que também é um besouro, ajuda a combater as pragas das plantações. Ela chega a comer cerca de 20 pulgões por dia.
Há também besouros que adoram uma biblioteca, mas ali não vão para uma boa leitura, e sim para devorar os livros. Nesse caso, são as suas larvas que perfuram as capas dos livros, causando o maior estrago.
Fonte: Adaptado de Globo Ciência: Ano 2, nº. 20.
1. (D4) De acordo com o texto qual a relação que o autor estabeleceu entre o texto e o título do Texto: “Um cardápio variado”:
( ) Os besouros podem escolher entre diversos alimentos.
( ) Cada tipo de besouro possui uma alimentação diferente.
( ) Os besouros são terríveis e não se alimentam.
( ) Os besouros precisam perseguir suas presas.
2- (D1) O besouro que prejudica a agricultura é:
a) o serra pau.
b) o bicudo.
c) a joaninha.
d) o rola-bosta.
3- (D1) O besouro que ajuda a combater as pragas é:
a) o serra-pau.
b) o bicudo.
c) a joaninha.
d) o rola-bosta.
4. (D3) Observe o trecho do texto: “Uma espécie é chamada de rola-bosta, por sua preferência por excrementos, enquanto outra tem hábitos mais “refinados”, pois só come pétalas de flores.” A palavra em destaque significa:
(   ) Finos.
(   ) Grosseiros.
(   ) Saborosos.
(   ) Deselegantes.
5. (D9) Assinale a alternativa que revela que tipo de texto é este:
(   ) Fábula.
(   ) Conto.
(   ) Carta de reclamação.
(   ) Texto informativo.
6. (D3) Entre os seres humanos, a expressão devorar livros significa:
( ) Comer livros.
( ) Engolir os livros sem mastigar.
( ) Ler muitos livros.
( ) Catalogar livros.
7. (D14) Leia o trecho a seguir com atenção: “A joaninha, que também é um besouro, ajuda a combater as pragas”. Assinale a opção que revela por que a expressão em destaque está entre vírgulas:
( ) Porque explica, ao contrário do que muita gente pensa, que a joaninha também é um besouro.
( ) Porque explica ao leitor que joaninha e besouro são animais de estimação.
( ) Porque explica ao leitor que a joaninha não é um besouro.
( ) Porque separa a joaninha dos besouros que combatem as pragas.
8. (D9) Este tipo de texto pode ser encontrado em:
( ) Dicionários.
( ) Jornais.
( ) Gibis.
( ) Revistas científicas.
9. (D8) Leia o trecho a seguir com atenção e assinale a alternativa correta: “O bicudo e a broca são terríveis para a lavoura de algodão; o bicudo come a flor antes dela abrir-se, enquanto a broca ataca a raiz, enfraquecendo a planta.”
A expressão em destaque refere-se ao:
( ) Algodoeiro.
( ) Bicudo
( ) Broca
( ) Besouros
10 – A palavra joaninha é um substantivo:
a) do gênero masculino
b) do gênero feminino
c) biforme
d) próprio
11 – Classifique as palavras abaixo segundo a sua classe gramatical. (Substantivo comum ou próprio, simples ou derivado, concreto ou abstrato; adjetivo uniforme ou biforme, verbo)
a) biblioteca: ___________________________________________________________________
b) plantações: __________________________________________________________________
c) planta: ______________________________________________________________________
d) bicudo: _____________________________________________________________________
e) terríveis: ____________________________________________________________________
f) boa: ________________________________________________________________________
g) veja: _______________________________________________________________________
h) devorar: ____________________________________________________________________
12 – Retire do texto os adjetivos para os seguintes substantivos:
a) fonte: _______________________________________________________________________
b) hábitos: ______________________________________________________________________
c) bicudo e broca: ________________________________________________________________
d) estrago: _____________________________________________________________________
e) leitura: ______________________________________________________________________
13 – Crie adjetivos para os substantivos:
a) joaninha: ______________________________    b) besouro: ____________________________
c) natureza: ______________________________    e) livros: _______________________________

Fonte: Bonatere na educação / Internet