Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sábado, 24 de março de 2012

DIRETORIA PEDAGÓGICA

DIRETORIA PEDAGÓGICA

O coordenador pedagógico é segundo Freire (1982, p. 95) um educador e, se ele é um educador, ele não escapa na sua prática a esta natureza epistemológica da educação. Tem a ver com a teoria do conhecimento. O coordenador pedagógico precisa focar seu olhar nessa relação entre professor e o estudante e entender que, às vezes alguns professores não sabem como se constrói o conhecimento. Torna-se fundamental então que o coordenador aja como professor, ajudando os professores na compreensão de sua educativa.
Por isso uma das principais funções da coordenação pedagógica é o processo de Formação Continuada dos docentes. Segundo Christov (2003) a Formação Continuada é importante pois, os conhecimentos se atualizam a cada instante e se faz necessário momentos para reflexão sobre a prática docente, oferecendo subsídios para que os professores consigam, por sua vez, facilitar a aprendizagem de seus alunos. São atribuições da coordenação:
a) Articular com os membros da equipe gestora, os processos pedagógicos, mediando a interlocução entre os diferentes atores da Unidade Educacional e os responsáveis pela política educacional do município, o projeto político-pedagógico da Unidade Educacional e da prática docente, com vistas à melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem.
b) Elaborar proposta de trabalho, definindo objetivos, estratégias e metas de acordo com a proposta pedagógica da Unidade Educacional junto aos professores e direção, estratégias de ensino e aprendizagem, buscando, um bom desempenho acadêmico de todos os estudantes.
d) Planejar, acompanhar e avaliar periodicamente, junto aos professores, as ações didático-pedagógicas da/na Unidade Educacional e coordenar os encontros de planejamento previstos no calendário escolar.
e) Orientar pedagogicamente os professores, organizando atividades de formação continuada e socialização de experiências na Unidade Educacional. Coordenar os processos de avaliação e emissão de relatórios, em caso de classificação e reclassificação dos estudantes, de acordo com Instrução Normativa da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto.
f) Coordenar e sistematizar os Conselhos de Ciclo como instância avaliativa do desempenho dos estudantes e da prática pedagógica dos professores. Analisar, junto à equipe gestora e docentes da Unidade Educacional, o resultado de avaliações internas e/ou externas à Unidade, elaborando relatórios do desempenho das turmas, como objeto de redirecionamento das práticas pedagógicas.
g) Mediar, junto à equipe gestora, orientação pedagógica aos pais e/ou responsáveis, aos estudantes, aos docentes, e demais servidores da Unidade Educacional. Participar da formação continuada, encontros de coordenadores e grupos de estudo.
h) No caso das Creches, orientar e apoiar os Auxiliares de desenvolvimento infantil na implementação de atividades pedagógicas junto às crianças.

Enquanto Secretaria de Educação o ano de 2011 superou 2009 e 2010 em relação a quantidade de formações e apoio pedagógico tanto aos professores como ao coordenadores pedagógicos. Foi um ano de investimento para professores das modalidades relacionadas abaixo:
• Escolas Campesinas
• Educação de Jovens e Adultos
• Educação Infantil
• Alfabetizar Com Sucesso
• Ensino Fundamental 1º ano ao 9º e Médio
• Merendeiras
• Agentes Administrativos

Realmente foi Formação Continuada . Além das 3 formações em rede que ocorreram nos meses de março, julho e setembro , durante os meses a diretoria de ensino junto a equipe pedagógica desenvolveu FOCOS bem como, Encontros Pedagógicos para trabalhar os descritores do SAEPE para a modalidade 1º ao 5º ano . Já o pessoal de 6º ano ao 9º receberam apoio de materiais. Apesar de tão pouco tempo conseguimos realizar várias atividades educativas onde podemos destacar a elaboração e desenvolvimento de projetos didáticos vivenciados em praça pública e nas escolas os quais podemos citar :

 Projeto Educação na Folia – Vivenciando o Carnaval
As escolas municipais urbanas, levaram os alunos para as principais ruas da cidade onde cada uma escola apresentaram suas alegorias sendo um dia para a Educação Infantil e outro para o Ensino Fundamental. Enfim foi muito dinamizado trazendo a população à participação.

O Educação na Folia também foi vivenciado através de desfile com os alunos da Creche Sonho de Criança e na Escola Municipal santo Antônio na Agrovila Barra de Jangada


 Projeto Meio Ambiente em ação: Em Defesa Pela Natureza
Justificativa: Apresentar o projeto em praça pública com o objetivo de inserir alunos, familiares e toda comunidade no processo ensino aprendizagem interagindo Meio Ambiente, Saúde e Educação.

Objetivo geral :Despertar a consciência ecológica nas crianças, no intuito de compreender a importância do equilíbrio entre o homem e seu meio ambiente de modo que a teoria se converta em atitudes significativas.

 Projeto Folclore – Vivenciando o folclore
Objetivo: Resgatar as tradições nordestinas, assumindo o papel de corresponsável na transmissão desta cultura, expressando as riquezas do nosso folclore norteadas pelas atividades de respeito e valorização quanto a preservação da cultura popular. Cada escola fez exposições e apresentações para a comunidade.

 Projeto Criança Feliz – Fechando as comemorações da semana da Criança, não apenas os alunos
mais grande parte da população, formando aglomerado significativo para prestigiar as apresentações no centro da cidade culminando com um show dos palhaços Cower PATATI E PATATÁ.

Justificativa: Chamamos de cultura aquilo que está ao redor do ser humano,tudo que ele viu, ouviu e compreendeu ao longo de sua vida e é nesse contexto que este projeto visa favorecer a autoestima das crianças e a valorização de sua identidade cultural,oferencendo-lhes o lazer de forma organizada, interagindo com os pais,os profissionais da educação e a comunidade local, abordando conteúdos didáticos /pedagógicos como: artes visuais e plásticas, linguagem oral, teatro com fantoches, expressão corporal e linguagem musical, literatura infantil e dramatizações.Sendo assim, mais do que aprender sobre a cultura, o que destacamos é a possibilidade de aprender com a cultura, cultura com espaço de significações e ressignificações.

Objetivo: Promover atividades extra-classe visando oportunizar o lazer,a relação interpessoal e sociocultural das crianças,bem como, sua participação nas atividades lúdicas fazendo-as apropriar-se do uso adequado das produções culturais.

 Projeto Literatura de Cordel – Vivenciando o dia do Estudante.
Justificativa: Tendo em vista que a literatura de cordel é um Patrimônio Cultural do Povo nordestino brasileiro, vimos sugerir através desse Projeto de “Literatura de Cordel” premiar e descobrir novos talentos literários dentro da comunidade escolar, assim como, estimular o hábito da leitura, tendo como foco um gênero textual completamente diferente do habitual, onde a rima é um dos elementos que atrai, que desperta a curiosidade além de suscitar a sensibilidade artística dos nossos educandos
Objetivo: Descrever a história de Cortês desde a fundação aos dias atuais, através da literatura de cordel, na perspectiva de transformá-la num veículo de comunicação de massa, desenvolvendo o gosto pela leitura, bem como a capacidade de escrita, criatividade e descoberta de talentos.
Objetivos Específicos:
• Valorizar e respeitar a multiculturalidade própria do nosso município e os significados e coletividades, experiências comunitárias, e o imaginário do folclore, presente na produção do cordel;
• Conhecer uma rica manifestação da nossa literatura (nordestina) caracterização de valores pedagógicos (leitura, escrita e métrica dos versos) na utilização do Cordel;
• Possibilitar o aluno o conhecimento da linguagem cordelista, enfocando a cultura cortesense em prol da valorização das nossas raízes;
• Utilizar a Literatura de Cordel como fonte de informação e ponto de partida para o desenvolver no aluno a curiosidade de historiar desde o surgimento até os dias atuais o município de Cortês;
• Reconhecer a importância da literatura de cordel enquanto patrimônio histórico e cultural do povo para o cortesense nordestino e brasileiro
• Utilizar a poesia de cordel como recurso pedagógico para debater temas relacionados ao município de Cortês.
• Estimular a leitura, produção e edição de folhetos de cordel entre professores, alunos e demais integrantes da comunidade escolar.


 Projeto Patriotismo - Desfile Cívico das Escolas Municipais
Justificativa: Tendo em vista a importância do patriotismo e o grave problema pela falta do mesmo, trabalhamos o tema com o intuito de resgatar o debate e a discussão sobre civismo e cidadania, valores estes que aos poucos estão se perdendo culminância no dia 07 de setembro representado por um grande desfile nas principais ruas da cidade com todas as escolas públicas do município, abrangendo alunos da educação infantil ao ensino Fundamental, o projeto busca despertar a consciência dos estudantes sobre os direitos e responsabilidades do cidadão; desenvolver o respeito à nação brasileira; sensibilizar para a importância do seu papel na sociedade, por meio do resgate dos valores cívicos, morais e sociais com a participação ativa da família e da comunidade.
Objetivo: Estimular a comunidade Cortesense, a valorizar e preservar o contexto histórico visando a informação e construção do conhecimento de cada cidadão e o desenvolvimento da prestação de serviços no que se refere à exaltação cultural do município de Cortês, conscientizando os alunos da importância do sentimento de amor a pátria.

 Projeto Concluintes 2011
Justificativa: Visto que a formatura é um ritual de passagem que precede os próximos desafios a serem superados pelos que se formam. Qualquer que seja a idade é sempre motivo de orgulho para famílias e amigos e para tanto, não pode passar despercebido. com a Secretaria de Educação visando interagir de forma criativa e participativa com a comunidade inserida desenvolve no mês de dezembro o presente projeto de conclusão de turmas envolvendo estudantes de 1º, 5º e 9º ano e Normal Médio.
Objetivo: Proporcionar aos alunos, familiares e a comunidade escolar formatura e conclusão digna dos alunos que concluintes de modalidades no ano de 2011 das Escolas Municipais de Cortês.

QUANTO AO PEDAGÓGICO

 Desenvolvimento de Oficinas Pedagógicas com professores do Alfabetizar Com Sucesso onde a equipe da secretaria desenvolveu este trabalho bem como o pessoal da Gerência Mata Sul deu a sua contribuição nessas formações.
 Inserção no currículo das escolas através dos temas transversais, assuntos relacionados aos problemas sociais que afetam a comunidade os quais foram trabalhados mensalmente de acordo com projeto anual.
 As palestras mediadas no início do ano letivo foram bastante proveitosas as quais receberam muitos elogios dos professores presente no momento.
 Subsidio para a elaboração da Proposta Pedagógica Escolar e Regimento escolar Com apostilas e CD com as informações precisas.

ELABORAÇÃO DOS REGIMENTOS DAS ESCOLAS:
 Santo Antônio
 Padre Antônio Borges
 Mario Domingues
 Santa Teresinha
 Antônio Emídio
 Francisca Rocha
 Carlos de Lima Cavalcante
 Escola Andrea Aguiar Carneiro Leão
 Escola João Venâncio
 Escola Senador Antônio Farias
 Creche Anne Karollyne
 Creche Sonho de Criança


OUTRAS ATIVIDADES
 Envio de documentos para manutenção das secretarias escolares;
 Reuniões pedagógicas com coordenadores quinzenalmente ou semanalmente de acordo com as necessidades ;
 Envio de roteiros de atividades para serem desenvolvidas durante mensalmente nas escolas;
 Aplicação do SAEPE 2011 no município
 Censo Rápido;
 Aplicação da Prova Brasil no município
 Documentação interna ( cadastros, organização de arquivos)
 Atendimento ao público
 Encontros pedagógicos com coordenadores
 Reuniões Pedagógicas


EM RELAÇÃO ÀS ESCOLAS

• A Escola que merece destaque em relação às atividades desenvolvidas durante todo o ano foi a Escola Santo Antônio .Vivenciaram tudo de forma criativa e precisa.

• A Escola Mário Domingues se destacou em apresentações em praça pública fazendo um desfile em homenagem ao dia do soldado entre outras apresentações na rua.


• A Escola Senador Antônio Farias se destacou no Folclore ;

• A Escola Andrea Aguiar destacou-se com as seguintes comemorações:
 Comemoração dos 20 anos de fundação e atividades educacionais no município com todas as honras, iniciando com um culto ecumênico, solenidade homenageando ex-diretores, ex-alunos e desfile relembrando a trajetória da escola, placa comemorativa, etc;
 O Projeto Meio Ambiente;
 As Festas Juninas, com competição de barracas;
 O Projeto Neuromática;
 Apresentação da Carroça do Encantado.



ASSISTÊNCIA ÀS UNIDADES DE ENSINO

 Fornecimento de apostilas de materiais sempre visando os descritores das avaliações externas.
 Assistência de material pedagógico tanto para coordenadores como professores de 1º ao 5º ano e Fundamental II dando apostilas para suporte .
 O apoio da secretária às escolas para o desenvolvimento do trabalho bem como, em relação às vivências dos projetos .
 A organização da secretaria quanto a estrutura física etc.
 Apoio dado aos diretores em relação às Unidades Executoras e PDE monitorados pela técnica Raquel .
 Vale ressaltar também o trabalho da Coordenadora Ione do junto a sua equipe de coordenadores.
 As oficinas pedagógicas em rede monitoradas por Regina Célia na Educação Infantil e Silvaneide Freitas com a Escola Ativa que foram bastante elogiadas pelos professores. Precisamos dar mais oportunidades.
 O apoio dado pela Coordenadora Neyla aos professores da EJA ,sempre reunindo e tirando dúvidas. Sabemos que há muitas dificuldades em relação a essa modalidade. Professores para EJA precisam ser dinâmicos, que tenham uma bagagem profissional quando na maioria das vezes os próprios, não sabem nem escreverem corretamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário