O Mundo Encantado dos Contos

O Mundo Encantado dos Contos

segunda-feira, 19 de março de 2012

CONHECENDO O PROJETO VALORES HUMANOS

CONHECENDO O PROJETO VALORES HUMANOS
INTRODUÇÃO
A função maior da escola é contribuir para a construção da cidadania, formando cidadãos conscientes, participativos e com uma conduta pautada em valores sólidos. Os valores humanos, como a ética, o amor e a justiça, como decidimos chama-los, andam um pouco esquecidos pela nossa sociedade capitalista, em que “ganhar dinheiro” e “levar vantagem em tudo” parecem muito mais importante que as relações de amor, respeito e responsabilidade entre as pessoas. A família deveria ser o porto seguro para a criança/aluno, esse se encontra, muitas vezes, desestruturado e corrompido pelas circunstâncias. Se por sorte, o aluno tem uma família estruturada e consciente dos seus deveres como pais e/ou responsáveis, por outro lado existe um mundo de violência e corrupção que o rodeia e que é tão atrativo quanto destrutivo.Muitos falam que investir na Educação é o único meio para prosperarmos na vida. E que só através dela podemos mudar os quadros de miséria e criminalidade que vemos em nosso país, estado, cidade ou comunidade. Mas, como fazer para convencer aquele aluno que vive em meio a tanta violência e descaso social, onde o crime e coisa corriqueira, quase normal, de que precisam estudar, se dedicar e se comprometer com a escola, para que num futuro a longo prazo, ele seja recompensado por seus esforços?
Como fazer isso se a vida ilegal lhe mostra que existem maneiras mais fáceis e rápidas de se conseguir o que se deseja materialmente?Foi pensando nessas e em outras indagações que surgiu a ideia do Projeto Valores Humanos, que visa primeiramente, resgatar os valores adormecidos, esquecidos ou abandonados por nossos alunos, para que então eles tenham consciência da necessidade do aprender, não só para a escola, mas, principalmente, para a vida.

JUSTIFICATIVA
O alto índice de violência e desrespeito no relacionamento entre nossos alunos, de indisciplina com relação aos professores, de desrespeito aos demais funcionários da nossa escola e até mesmo aos próprios professores e à equipe pedagógica; é alarmante que toda essa violência implícita ou explícita, torna o ambiente escolar um lugar hostil e desinteressante para o aprendizado que todos nós almejamos.

Diante desse quadro, entendendo a escola como um espaço de integração social e desenvolvimento pessoal dos alunos, faz-se necessário criar estratégias com o intuito de melhorar esta situação, visando proporcionar um ambiente mais atrativo e acolhedor, para que eles possam repensar suas atitudes, desenvolvendo sua afetividade, o seu senso de ética, cidadania e justiça, minimizando, aos poucos, a agressividade que costumam praticar no dia a dia.

OBJETIVOS:-GERAIS:
Proporcionar ao aluno condições para que ele se conscientize da necessidade de respeito entre todos através do reconhecimento, da aplicação dos direitos e deveres de cada um, formando valores éticos e morais para o exercício da cidadania e cumprindo assim, com o maior papel da escola: favorecer uma aprendizagem realmente significativa na formação de seres humanos mais conscientes, participativos e responsáveis no convívio social.
-ESPECÍFICOS:
Desenvolver a autoestima e o respeito;
Formar consciência dos valores éticos e morais;
Reconhecer que a paz é uma conquista diária por meio das nossas ações;
Respeitar as diferenças;
Identificar e repelir o bullying e/ou quaisquer outros tipos de desrespeito, discriminação, exclusão, desvalorização do ser humano praticados contra outrem.
Proporcionar momentos com atividades lúdicas que desenvolvam a atenção, concentração e socialização dos educandos;
Promover encontros para troca de experiências e ideias entre os professores;
Conhecer fatos e personalidades importantes da nossa vida social na construção da justiça;
Possibilitar uma maior comunicação entre a escola, a família e a comunidade escolar como um todo;
Envolver a comunidade escolar para colocar em prática os assuntos discutidos ou vivenciados;
Resgatar atitudes de cooperação, participação, responsabilidade, altruísmo, tolerância, sensibilidade e comprometimento na escola para toda a vida.
Falar, através da música evangélica, canto, coreografia, etc., sobre os valores da fé, do perdão e do amor de Jesus.
DESENVOLVIMENTO METODOLÓGICO
O desenvolvimento do projeto acontece através de aulas quinzenais chamadas de aulas de Educação em Valores Humanos.
As aulas de E.V.H. consistem em oficinas diferenciadas que se iniciam por um relaxamento ou harmonização para acalmar os alunos, melhorando a atenção e a concentração do grupo durante a realização das atividades. Essa harmonização deve ser acompanhada, preferencialmente, por uma música suave de fundo.
Após esse relaxamento, fazemos a leitura, interpretação e reflexão de um texto [como, por exemplo: uma fábula ou parábola], que se refira a algum dos valores [temas abordados pelo projeto] a saber: amor, paz, respeito, responsabilidade, verdade, justiça, ética, cidadania, inclusão.

Durante a reflexão sobre o texto, os alunos são levados a expor suas opiniões e até a compartilhar experiências pessoais sobre o tema discutido, gerando uma maior integração entre todos os participantes. O encerramento dessas aulas ocorre com uma dinâmica de grupo relacionada ao tema do texto cujo objetivo é reforçar os aspectos mais importantes de forma lúdica e divertida.

Para a realização das aulas de Educação em Valores Humanos, fazem-se necessários reuniões prévias com o corpo docente e a coordenação pedagógica para organização e elaboração das estratégias de cada nova aula, possibilitando ideias entre os educadores.

Além das aulas de E.V.H., cada professor, em sua respectiva disciplina, desenvolve métodos para abordar e trabalhar os valores/temas do projeto no decorrer de todo o ano letivo, conforme achar melhor. As atividades são desenvolvidas de forma interdisciplinar, com a contribuição de todos os professores e envolvendo todas as disciplinas que fazem parte do Ensino Fundamental da referida escola CEEF-
Complexo Educacional do Ensino Fundamental.
OUTRAS ATIVIDADES DO PROJETO:
• Apresentação de filmes e palestras relacionadas aos temas abordados;
• Apresentação de seminários;
• Trabalhos com cartazes;
• Trabalhos com músicas [canto, coral, música com coreografia, etc.].
• Jogos e brincadeiras;
• Produção de uma peça teatral sobre bullyng e suas consequências na escola e na vida.
• Formação de grupo de dança, canto, coreografia, teatro.
CULMINÂNCIA DO PROJETO
Acontecerá ao final do segundo semestre, com a apresentação dos trabalhos desenvolvidos sobre ele durante todo o ano letivo.
AVALIAÇÃO
Por considerar a avaliação como um processo contínuo, ela acontece através da verificação do desenvolvimento das atividades e das ações propostas para saber se estão ou não contribuindo para a mudança de atitudes sobre violência e comportamentos de indisciplina dos discentes.Cada professor, dentro das necessidades específicas da sua disciplina, determinará os aspectos avaliativos que deverá utilizar.
AÇÕES DO PROJETO:
O projeto está sendo desenvolvido com todas as turmas e turnos do CEEF – Complexo Educacional do Ensino Fundamental, nos turnos: matutino e vespertino, segundo a programação abaixo:
• Apresentação do projeto ao corpo docente, à coordenação e à direção da escola, nos turnos: matutino e vespertino;
• Palestra sobre valores humanos para professores e funcionários da escola;
• Realização de estudos quinzenais com o corpo docente e a coordenação pedagógica, para fundamentação teórica e prática sobre cada tema escolhido e sobre a execução de cada aula;
• Aula inaugural do projeto com os alunos;
• Apresentação do projeto para os pais e a comunidade escolar;
• Desenvolvimento das atividades no decorrer de todo o ano letivo;
• Avaliação das atividades ao final de cada aula de E.V.H., durante as atividades quinzenais em sala de aula, no quarto horário das aulas, em dias alternados, previamente determinados, envolvendo todos os professores e turmas em suas respectivas salas de aula.
Culminância dos trabalhos desenvolvidos ao final do ano letivo com palestra para a comunidade familiar e escolar.
Local de realização:
Período de realização: de março a dezembro de 2011.
Público atendido: Todos os discentes do Ensino Fundamental, dos turnos: matutino e vespertino.
Apoio e colaboração: Gestores, Coordenação Pedagógica e demais professores dos turnos matutino e vespertino.
Áreas de conhecimento envolvidas: Todas as disciplinas do currículo escolar.
Temas Transversais: Cidadania, ética, pluralidade cultural, meio ambiente, saúde, entre outros.
Mediadores: Equipe gestora, docentes e demais funcionários dos turnos mencionados anteriormente Projeto Valores – Um novo olhar sobre ser – Conviver
Um clamor por valores positivos está ecoando na sociedade à medida que educadores, pais e alunos estão cada vez mais preocupados e afetados pela violência, por problemas sociais, pela falta de respeito mútuo, entre outras situações que atentam contra a convivência e a vida. É no ambiente escolar que as dificuldades se tornam explícitas, uma vez que os alunos se reúnem e convivem por um considerável espaço de tempo.
A educação é um dos principais meios disponíveis para promover o desenvolvimento humano harmonioso, cabendo à escola oportunizar não só a formação cognitiva, mas também a afetiva e ética, considerando que ela é um espaço de aprendizagem e que os docentes são modelos de conduta para os alunos, ávidos por vivenciarem uma aprendizagem significativa. Cientes da necessidade de resgatar os valores positivos inerentes ao ser humano, uma vez que eles representam aquilo no que acreditamos e determinam nossa forma de agir, o CEAV Júnior e Fundamental iniciam o projeto Um novo olhar sobre o ser – conviver, que será desenvolvido no decorrer do ano letivo de 2011.
Uma educação em valores deve ser desenvolvida através da vivência no cotidiano escolar, em um processo de construção em que os alunos tomem consciência da presença dos valores no seu comportamento e na sua relação com os outros, reflitam sobre suas ações e as de seus pares e a partir daí, definam quais atitudes são mais cabíveis para cada caso ou situação. As crianças e adolescentes de hoje, cada vez mais precisam ser capazes de desenvolver habilidades essenciais para a tomada de decisões socialmente conscientes. É importante ainda, que eles incorporem estes valores não apenas para suas vidas pessoais como adultos, mas os vivenciem na sociedade, por isso é fundamental fazê-los explorar questões de justiça social que possam servir de referencial na vida adulta e ter modelos adultos que exemplifiquem estes valores.
O projeto Um novo olhar sobre o ser – conviver visa promover o autoconhecimento, a autoestima, a saúde emocional, o crescimento pessoal e a qualidade nas relações interpessoais, através da abordagem dos 12 valores universais: Amor, Paz, Respeito, Tolerância, Humildade, Honestidade, Felicidade, Simplicidade, Responsabilidade, Liberdade, Cooperação e União.
Do Maternal I ao 5º ano, o projeto terá como marco a Mochila de Valores e do 6º ao 9º ano cada professor conselheiro desenvolverá um marco diferenciado para a turma sob sua responsabilidade. Os professores de todas as disciplinas desenvolverão atividades diversas abordando os valores em questão, utilizando como recursos didáticos: filmes, desenhos, dinâmicas, textos, músicas, dramatizações, reflexões, entre outros. Durante os meses de março e abril, serão trabalhados os valores Amor, Paz e Respeito. Os pais poderão acompanhar e reforçar o trabalho através dos textos informativos que serão enviados via agenda escolar ou através do site da escola.
Esperamos com esse projeto que os alunos assimilem e vivenciem fora da escola e na vida adulta, cada um desses valores que são essenciais para a construção de um mundo no qual possamos, de fato, vivenciar a paz.
Projeto Vida, Valores e Cidadania
09/05/2011 por Instituto Crescer 1 comentário
Da Professora Vilma
Seu depoimento: “ O Curso Aprendizagem Baseada em Projetos em parceria com a Intel Educar, me proporcionou uma sólida aprendizagem em projetos e o quanto é importante oferecer aos alunos uma Educação para aprimorarem as Habilidades do século XXI, desenvolvendo o raciocínio reflexivo, tornando-se independentes e desta forma aprendendo ao longo da vida.
O curso exigiu muita leitura , dedicação e principalmente ao fazer o Projeto de conclusão, pude contar com a ajuda dos especialistas, que nas correções foram me orientando de maneira clara para que fosse realizado um ótimo projeto a altura do curso oferecido.
O Projeto Vida, Valores e Cidadania, já trabalho há 6 anos, com várias faixas etárias e fico muito realizada, quando noto que posso mudar um pouco da história de vida do meu aluno preparando-o para que ele transforme a sociedade, de maneira que ela se torne mais justa e igualitária, numa Educação voltada para a Paz.
Muito obrigada à todos que contribuiram para que eu pudesse realizar e concluir este curso. Abraços! Vilma Orlando”
O PROJETO
A este projeto estarão vinculadas aulas desenvolvendo-se as Múltiplas Inteligências que incluem as dimensões: Lingüísticas, Lógico-matemática, Espacial, Musical, Cinestésico-corporal, Naturalista, Interpessoal e Intrapessoal, que refletirá por toda a vida. .Apoiando-se nos Quatro Pilares da Educação (aprender a conhecer,aprender a fazer,aprender a viver junto e aprender a ser) .
SÉRIE(S) PARA QUAL É INDICADO:Ensino Fundamental I e II
TEMPO APROXIMADO DE DURAÇÃO:Durante todo ano letivo de 2011

METAS ESPECÍFICAS DE APRENDIZAGEM
Quando você elabora um projeto, comece tendo em mente uma meta. Identifique o que acredita que seus alunos devem conhecer e serem capazes de fazer ao final do projeto. Determine metas específicas de aprendizagem, a partir dos conceitos que surgem do conteúdo do projeto e das habilidades do século XXI, a fim de assegurar que os alunos se aprofundem em uma temática que lhes interesse.
METAS
Espera-se que o aluno :
Consiga aprender a nutrir Valores, resultando em melhores condições de vida;
Faça uso dos valores aprendidos na escola e em casa, refletindo nestes ambientes o desenvolvimento de novos Valores que moldarão seu caráter em sua maneira de ser e agir;
Seja capaz de trabalhar de forma integrada os conteúdos de diferentes disciplinas;
Saiba analisar a realidade com informações coletadas procurando levantar hipóteses e busque respostas e/ou soluções criativas para as situações planejadas;
Seja capaz de trabalhar em equipe, planejar, decidir e lidar com conflitos no dia-a-dia;
Faça uso consciente das ferramentas tecnológicas e descarte conteúdos não confiáveis.
Desenvolva questões estruturais do currículo para orientar o projeto e ajudar os alunos a manterem o foco sobre ideais importantes e conceitos-chave do assunto.
QUESTÃO ESSENCIAL (QE)
Como resgatar Valores sociais, éticos e morais,na escola no sentido de construir uma cultura de Paz?

QUESTÕES DE AULA (QAs)
O que você sabe sobre valores?
Quais são os valores que precisam ser trabalhados em nossa sala de aula?
Como podemos ajudar a resolver os conflitos do dia-a-dia na escola, em casa e na sociedade?
Qual o principal motivo para aprender valores?
QUESTÕES DE CONTEÚDO (QCs)
O que são Valores ?
Quais as vantagens que os Valores podem trazer para a nossa vida?
Como Aproveitar de situações diárias, para que sirvam de exemplos para o desenvolvimento de Valores;
Qual o maior motivo para trabalhar Valores?
CRONOGRAMA DE AVALIAÇÃO
Avalie a aprendizagem em vários momentos ao longo do projeto. Pense em indicadores centralizados nos alunos, contínuos e com base em seus planos de avaliação.
INDICADOR ESTRATÉGIA OBJETIVO
ANTES DA EXECUÇÃO DO PROJETO
Idéias levantadas pelos alunos antes de iniciar o projeto. Tempestade de ideias Resgatar os conhecimentos prévios dos alunos e avaliar seus conhecimentos para planejar a aula.
Idéias, indagações e dúvidas referentes ao tema a ser trabalhado.
Levantamento de hipóteses, justificativa e explicação das questões estruturais. Tabela S-I-A-R Direcionar os alunos sobre o que eles já sabem, querem e ainda é preciso aprender a respeito de Valores.
Participação;desempenho individual e em grupo no compartilhar idéias. Observações e fichas de eventos casuais Como o aluno trabalha em grupo e promover a aprendizagem;
Definir metas e elaborar planos e cronogramas.
DURANTE A EXECUÇÃO DO PROJETO
Elaborar um roteiro destacando o que é primordial no desenvolvimento dos trabalhos; acompanhar e avaliar o desenvolvimento individual e em grupo; compreensão, relatos e reflexão. Montar um blog, onde será postado, todo desenvolvimento do projeto,fotos,mensagens aos pais,etc;
Desenvolver o lado crítico do aluno. Desenvolver o protagonismo de forma que o aluno consiga resolver situações cotidianas, promovendo uma cultura de paz;
Promover a capacidade de avaliar, analisar e interpretar fatos ocorridos , resgatando a cidadania.
Registro de idéias;
Aprendizagem: busca de informações e mudança de atitudes e conceitos.
Indicadores da rubrica: informações importantes, avaliando recursos, fazendo deduções, aprendendo de forma independente, comunicando. Mapas conceituais.
Diários e Rubrica de Raciocínio Crítico. Ajudar o aluno organizar e representar por gráficos os conhecimentos adquiridos sobre valores e relacioná-los aos conhecimentos prévios;
Orientar os alunos a elaborar uma rubrica de raciocínio crítico.
Tarefas, planejamento e colaboração.
Relação Interpessoais.
Opiniões que os alunos manifestam sobre o tema trabalhado.
Posturas que apresentam em situação de conflito. Lista de verificação de observação da Colaboração. Concluir as tarefas atribuídas.
Utilizar da lista de verificação para avaliar as capacidades de colaboração do grupo, opinião e posturas.
Levar o aluno a desenvolver o senso crítico buscando em diferentes fontes tudo que envolve o tema.
Envolvimento dos alunos na produção e divulgação dos trabalhos ;contribuição; colaboração; metacognição; solução de problemas; ouvir com atenção. Rubrica da Colaboração. Desenvolver a autonomia , valores e posturas positivas nos alunos.
Levar os alunos a reconhecer direitos e deveres.
Uso de tecnologias e mídias. como:revistas, jornais.rádio, CD, DVD, câmera digital, notebook,etc aliando-se a elas para o desenvolvimento do educando, tornando-se crítico sobre as mídias;
Relatos, questionários; leituras;rodas de conversas; etc. Observar os alunos durante as pesquisas e analisar o uso na prática. Propiciar aos alunos recursos que ajudem a desenvolver capacidades de resolver problemas estimulando- os e apresentando o conteúdo de maneira clara e objetiva, mas de forma que provoque curiosidade e interesse.
Alertar os alunos quanto ao uso de ferramentas tecnológicas confiáveis que garantem a veracidade das informações.
DEPOIS DA EXECUÇÃO DO PROJETO
Guia para se auto avaliar e tecer comentários construtivos antes da conclusão da apresentação do projeto.
Indicadores da Rubrica: Conteúdo do discurso (Introdução, corpo e conclusão); discurso (voz, familiaridade com o público, objetivo, recursos); ouvindo atentamente (linguagem corporal, perguntas, interpretação); discussão (linguagem corporal, participação, pensamento crítico).
Voltar a Questão Essencial e de Aula. Refletir sobre o que aprenderam, além do conteúdo, e verificar se o projeto contribuiu para desenvolver atitudes conscientes importantes e fundamentais para o resgate de Valores sociais, éticos e morais,na escola no sentido de construir uma cultura de Paz.
Utilizar do Blog como meio de comunicação e apresentação do trabalho desenvolvido, proporcionando a interação entre escola/família e comunidade; Guia de pontuação da apresentação
Rubrica de comunicação
Reflexões.
Encerrar o projeto com apresentações musicais, reproduzindo alguns valores aprendidos;
Montar um DVD com fotos dos alunos no desenvolvimento do projeto. Avaliar as capacidades de comunicação verbal e a qualidade do conteúdo da pesquisa.
Aprender a avaliar a própria
aprendizagem revendo os pontos fortes e fracos do trabalho visando ao seu aprimoramento.
Desenvolver nos alunos as Múltiplas Inteligências, a apropriação dos quatro pilares e os valores necessários a uma vida melhor, para a cidadania resultando numa cultura de Paz.
Distribuição e cronograma de atividades
Elabore atividades que atendam às necessidades de aprendizagem dos alunos e estejam conectadas com a realidade, incluindo tarefas e desafios que incorporem o uso da tecnologia.
DATA Atividades conduzidas pelo professor Tarefas individuais Tarefas em grupo Conexões com a comunidade
ANTES DA EXECUÇÃO DO PROJETO
Janeiro feverei-
ro e mo 1ª semana
Planejamento , pesquisa, coleta de dados, envolvendo alunos, pais professores e equipe escolar;
Tempestade de ideias: Verificação junto aos alunos o que sabem sobre o tema Valores.
Elaborar um cartaz coletivo com nossas regras para boa convivência;
Realizar uma palestra sobre o tema Valores, aos pais, alunos e comunidade;
Informar sobre o projeto pedir apoio na realização do projeto e a autorização para postar fotos no blog.
Abril/2ª2ª2ª semana semana 2ª semana
maio
Montar o Blog Educativo, para divulgar, o nome escolhido, mensagens, fotos e etc:
Tarefas-chave e responsabilidade durante a realização do projeto
Sugerir três nomes ao projeto e cada aluno irá votar secretamente, usar fichas com símbolos(desenhos).
Preencher a tabela S-I-A-R
Verificar qual foi o símbolo mais votado;
Construir gráfico do símbolos;
Professora e alunos,visitarem o blog e postar comentários feitos pelos alunos;
Enviar o endereço do blog para que pais possam acessar, verificar os trabalhos e pedir para deixarem seus comentários;
DURANTE DA EXECUÇÃO DO PROJETO
Junho 3ª semana
Até
Novem-bro
O desenvolvimento do projeto se dará em fatos acontecidos no dia-a-dia para que entendam, tendo como apoio, roda de conversa:leitura de livros de histórias, músicas, filmes, jogos, atividades ,o blog e tudo que se fizer necessário, para execussão do projeto;
Cada dia um aluno contará uma história que mais marcou sua vida;
Através de exemplos no cotidiano desenvolver gradativamente os valores;
Visitas as páginas da Internet, para encontrar histórias,para a leitura, (entramos também no site do Ziraldo e lemos o livro digital O menino Maluquinho);
Elaborar um quadro coletivo, com pintura a guache, colagens de areia, grãos e conchinhas;
Fazer murais, painéis, etc;
Montar o livro: Menino Maluquinho, onde dividiremos o trabalho em grupo para montar o livro, que será colocado no acervo da biblioteca;
O produto final de cada tema trabalhado será exposto na entrada da escola,e no blog para que todos vejam;
Novem- próximos meses
s s
Bro a dezembro
Pesquisa, discussão e análise de como os valores foram construídos e nutridos em nosso dia-a-dia;
Organização e registro em portifólios do desenvolvimento do aluno;
Discutir as questões estruturais do currículo.
Propor aos alunos que registrem em uma tabela os valores trabalhados.
Cada aluno irá pesquisar em revistas, jornais, internet ou outros; sobre os temas desenvolvidos;
Formular hipóteses sobre questões estruturais elencadas.
Construir tabela e gráfico organizando os dados coletados.
Com todo material coletado e fazer a leitura e promover discussão;
Promover a resolução de problemas que exigem autonomia dos alunos e o trabalho em equipe.
Discutir sobre a pesquisa.
Colocar no blog , fotos e fazer uma síntese das principais discussões;
Colaboração dos pais em comentários e convidar pais para contarem histórias de sua vivência.
Organizar os alunos em duplas e verificar no site
WWW.projetovilma.blogspot , o andamento do projeto e abordar questões referentes ao que está sendo estudado.
Assistir a vídeos que ajudem a desenvolver valores.
Ajudar na construção de um roteiro de entrevista.
Orientar os alunos durante a visita de campo.
Expressar opiniões sobre os vídeos e preencher a rubrica de vídeos.
A cada vídeo elaborar um questionário e responder.
Fazer um desenho dos vídeos expor os trabalhos.
As duplas compartilham o que mais chamou a atenção no que foi trabalhado até agora.
Grupos irão visitar um asilo, verificando pela entrevista , quais valores são importantes na vida de uma pessoa.
Fazer uma tabela e gráfico dos valores que foram coletados entre as pessoas entrevistadas.
Expor no mural da escola e no blog as tabelas , gráficos e desenhos.
Fotografar esta visita e diariamente tudo que for trabalhado.
Postar no blog as fotos e os resultados.
Sensibilização com dinâmicas ressaltando os valores a serem desenvolvidos.
Os alunos devem fazer a distribuição dos boletins informativos.
Desenvolver uma campanha sobre valores, divulgar, fazer tabela e gráfico, comparando com dados anteriores.
Promover uma cultura de paz, por mensagens e ações cotidianas.
Divulgar no blog a campanha.
Professores, comunidade escolar e pais devem incentivar e ajudar a desenvolver valores com exemplos diários.
Preparar os alunos para o debate, elaborar questões.
Observar os grupo e orientar sempre que necessário.
Contar e ler histórias,realizar dinâmicas, dar exemplos sobre valores.
Aproveitar de situações cotidianas para a apropriação dos valores.
Resolver situações problemas.
Os alunos levantam questões relativas na construção de uma cultura de paz.
Os alunos fazem simulação do debate na sala de aula.
Os alunos realizam debate em sala de aula.
Os alunos são filmados durante o debate.
A comunidade, pais e autoridades, são convidadas para assistirem ao debate que será postado em vídeo no blog.
DEPOIS DA EXECUÇÃO DO PROJETO
Dezem-bro Dezembro
Encerramento do projeto culminando numa apresentação (dança e música) aos pais;
Montagem de um DVD com fotos tiradas durante o ano letivo.
Os alunos ganharam autonomia, aumentaram a auto estima , desenvolveram as múltiplas inteligências,numa educação pautada nos quatro pilares, desenvolveram os valores, resultando em uma cultura de Paz.
O aluno será convidado para se apresentar aos pais , comunidade e autoridades, demonstrando pela música e dança, alguns valores construídos, durante o projeto.
Envolvimento da equipe escolar, da Diretoria Municipal de Educação e Cultura, Autoridades; pais e comunidade.
Entregar o DVD aos pais dos alunos, professores e autoridades.
Publicar no blog e no jornal l: A Gazeta da Tarde , uma matéria do encerramento do projeto.
Mais um ano letivo se inicia...
É, 2009 já chegou e com ele novas experiências serão vividas por todos nós.
O ano inicia bem quente desse lado do mundo, e nossas crianças estão se divertindo bastante junto com suas famílias.
Está bem próximo o início do ano letivo na maioria das escola e devemos ter um cuidado especial com esse momento.





Receberemos crianças com sentimentos diversos. Sentimentos de medo, insegurança, abandono, podem estar presentes nos que estão experimentando a escola pela 1º vez, e sentimentos de euforia, agitação, expectativas poderão estar presentes naqueles que já conhecem o ambiente escolar.
Todos estarão prestes a conhecer novos amigos e/ou rever os já conhecidos, mas nem todos poderão estar ainda preparados para este momento.
Aí entra a nossa função de professoras, que iremos ter por um ano inteiro essas crianças como companheiras diárias.
Para que esse momento aconteça de forma tranquila e feliz para todos, é importante nos prepararmos com todos os cuidados necessários.

Aqui vão algumas dicas que poderão ajudar o professor nesse momento:

* Se preparar é fundamental para iniciar qualquer atividade. Após o tempo de férias, onde podemos fazer o que bem queremos sem nos preocupar com horários, e que bem sabemos ser tão importante para recarregar as baterias, é hora de colocar a mão na massa.

* Conhecer antecipadamente a turma que iremos atender torna o trabalho mais preciso. Quando digo conhecer a turma, digo conhecer cada criança integrante dela. As fichas de matrícula, ajudam muito nesse momento. Lá contém informações que farão com que você conheça um pouquinho seus alunos. Conhecer a história de vida dos alunos é o ponto inicial para um bom trabalho de intervenção.

* Chegado o momento da criançada vir para escola é importante criarmos situações onde elas possam estar juntas, contribuindo assim para que se conheçam. Brincadeiras livres, principalmente em áreas externas, ajudam muito nesse momento. As brincadeiras proporcionam inúmeras possibilidades de boas conversas. As crianças tem a oportunidade de conhecer o ambiente e se sentirem mais seguras nele.

* Após essas brincadeiras para a convivência livre, oferecer a elas momentos de maior proximidade em sala torna esse processo mais tranquilo. Atividades como a construção de murais para sala, organização dos materiais, brinquedos, podem ajuda-las a se aproximarem cada vez mais.

* A rodinha após todo esse processo pode entrar em ação. As crianças já estarão mais seguras e consequentemente mais preparadas para dizerem sobre o que pensam. Inicialmente conversas informais sobre assuntos que surgirem no momento são mais adequadas. As brincadeiras em roda como "batata quente" (uma batata é passada de mão em mão com o auxílio de uma música bem pequena(ba - ta- ta quente, quente, quente...queimoooooouuuu!) até que a música termina e quem estiver com a batata na mão deve dizer sobre algo pedido pelo professor)entre outras tantas conhecidas por nós professores, são uma boa opção para esse momento. A partir daí as conversas mais direcionadas podem surgir de acordo com a necessidade e maturidade da turma.

*A família deve também ser olhada com cuidado nesse início de ano. Os pais podem também se sentirem inicialmente inseguros por deixar seus filhos em um lugar estranho. Trazê-los para dentro da escola, proporcionando atividades onde eles possam desenvolvê-las com seus filhos, cria-se um laço de amizade e segurança entre escola/família.

Proporcionando esse trabalho inicial de convivência em grupo, se abrirão as portas para um lindo trabalho no decorrer do ano letivo. Nossas crianças estarão cada vez mais próximas de nós e dos amigos e se sentirão também cada vez mais curiosas sobre o mundo que as cercam, e como consequência aprendendo sobre ele.



anual de Valores


PROJETO ANUAL “CRIANÇA CIDADÃ-construindo Valores”
Elaborado por Morgana S. Portugal
1- JUSTIFICATIVA
Os PCN’s afirmam que “cabe à escola empenhar-se na formação moral de seus alunos...” (p. 32)
A cidadania não deve ser construída por vias burocráticas e esse desejo não deve ficar só no papel, nos livros, nos documentos, mas deve deixar de ser utopia e se tornar real, no convívio escolar. Deve fazer parte dos projetos escolares, da proposta pedagógica, do dia-a-dia. Essa meta deve ser seguida e conquistada por todos os educadores.
Por isso, percebemos que alguns valores e atitudes devem e podem ser trabalhados na escola, de preferência por todas as turmas e professores, para que todos “falem a mesma língua”, surtindo assim mais efeito. Através destas reflexões e observações, percebemos a necessidade deste projeto. E ele se faz urgente nesta escola e em muitas outras.
Há vários projetos de cidadania registrados para escolas públicas, que têm problemas com violência, desinteresse, vícios, indisciplina, etc. Mas estes problemas também estão no interior da escola particular, talvez camuflados, ou com outra roupagem, mas existem. Este é um dos motivos que nos faz crer que todas as escolas de rede pública e privada devem levar a sério a sua missão de partícipe na construção da cidadania dos educandos.
Para finalizar, mostrando a importância deste projeto, concordamos com Herkenhoff quando diz “não podemos ter, no Terceiro Mundo, uma escola desligada de seu compromisso social, omissa em face de seu papel de transformação da realidade...(p.30, 1996), e é este o nosso compromisso, enquanto educadores. Vamos fazer a nossa parte neste processo de construção, tão importante.


2- OBJETIVOS
Este projeto visa a valorização do ser humano, resgatando a importância das virtudes, como tendência para o bem, que devem ser ensinadas e partilhadas desde a mais tenra idade, levando à construção da cidadania e autonomia.
Sensibilizar os alunos em relação à importância da boa convivência para criar um ambiente agradável na sala de aula
Desenvolver reflexões sobre ações corriqueiras. Reconhecer que, desde bem pequeno, podemos desenvolver boa educação e boas maneiras.
Melhorar a disciplina na sala criando regras de convivência e dinâmicas para perceberem algumas atitudes que causam a indisciplina.


3- DESENVOLVIMENTO
3.1- TEMA CENTRAL: Eu e o outro
POR QUÊ? Perceber a importância do outro na nossa vida, aceitar as diferenças, respeitar os colegas, desenvolver atitudes de solidariedade, respeitar e ajudar os idosos, os portadores de necessidades especiais, as crianças de outras raças e culturas.
PERÍODO: 1o e 2o bimestre
SUBTEMAS:
Fevereiro- Convivência e Regras
Março- Solidariedade e Cooperação
Abril- Limpeza e organização
Maio- Igualdades e diferenças – respeito à diversidade
Junho- Justiça, Verdade e Honestidade
Junho- Amizade, amor, afeto
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS
• Textos, poesias, mensagens, fábulas.
• Criação do Estatuto da Sala (com regras e multas)
• Discussão sobre as necessidades básicas do homem
• Debate sobre os idosos, portadores de necessidades especiais, o menor abandonado, diferentes realidades e situações. Excursão ao asilo, Peti, Casa de Passagem, etc.
• Produção de texto, Relatório e ilustração
• Dramatização (sobre convivência e solidariedade)
• Maquetes dos lugares visitados
• Confecção de livro
• Dinâmicas
• Entrevistas com especialistas
• Amigo Anjo, correio elegante
• Exploração de cartazes, figuras e mensagens
• Conversa sobre os temas trabalhados e as realidades vistas
3.2- TEMA CENTRAL: Eu e os problemas do mundo
POR QUÊ? Conhecer e discutir os problemas que afligem o mundo e o nosso município, perceber que podemos ajudar e evitar alguns, discutir causas e soluções, estimular a reflexão sobre estes problemas, perceber que alguns problemas estão bem perto da gente.
PERÍODO: 3o e 4O Bimestre
SUBTEMAS:
Agosto: Destruição do meio ambiente, o que fazer com o lixo
Setembro: Violência e guerras, necessidade da paz
Outubro: As crianças (diferentes realidades)
Novembro: Doenças e vícios
Dezembro:Avaliação do projeto e culminância
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS
• Pesquisa sobre os temas abordados
• Debate, filmes
• Cartazes, painéis
• Campanhas, Confecção de panfletos
• Recorte de reportagens
• Confecção de jornal
• Trocar experiências e partilhar o conhecimento adquirido
• Júri simulado sobre os temas propostos
• Dinâmicas e vivências
• Palestra e entrevistas (policiais, médicos e outros profissionais).
• Visitas (PETI, creche, Lixão)
• Dramatizações
• Poesias, textos informativos, fábulas, mensagens.
• Exploração de figuras
• Exploração de situações atuais e do dia-a-dia, relatórios


5. DURAÇÃO
Todo o ano letivo


6- CULMINÂNCIA
No final do ano haverá uma festa com exposição do material coletado, fotos, e todo material produzido durante o projeto. Bem como uma sessão de teatro envolvendo os temas abordados no projeto.
Haverá também a gravação de um CD com as músicas do projeto.


7-AVALIAÇÃO
Após cada Unidade de Estudo, no final de cada bimestre haverá um debate para ver o que aprenderam, o que mudou, o que poderá mudar. Depois do debate cada criança preencherá uma ficha de desempenho. Durante o bimestre o professor observará o desempenho de cada um, bem como anotará as dúvidas, críticas, sugestões e dificuldades, com isto será possível rever o projeto e corrigir possíveis desvios. Os alunos também serão avaliados nas atividades propostas (pesquisas, debates, campanhas, excursões, produções de texto, etc.). Portanto, a avaliação será composta de observação, análise das atividades práticas e auto-avaliação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário