Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Sequências EJA

TEMA GERAL: ESCOLA: Escola Espaço de Conhecimento, Convivência, Ética e Consciência Ambiental.
TEMA DA ESCOLA: O olhar da Literatura na Pluralidade do Conhecimento: Códigos e Linguagens, Ciências Humanas e Exatas.
TEMA DO 1º Semestre: Convivência e Ética
UNIDADE TEMÁTICA: A Cultura do Preconceito


ÁREA: Código e Linguagem
Descritores Curriculares / SAEPE: 
Língua Portuguesa: 
D1- Identificar informações explicitas do gênero 
D6- Identificar o tema central do texto
D12 - Identificar a finalidade de textos dos gêneros relatos e diários
D26- Identificar as marcas lingüísticas que evidenciam o locutor e / ou o interlocutor.

ANO: 3ª Fase – Noite 
TEMPO: 18 aulas (40 minutos )

CONTEUDO DA OTM:
Eixo: Produção de texto oral Relatos de acontecimentos do cotidiano e relatos de experiências;
Eixo: Produção de texto escrito Relatos e Diário de bordo;
Eixo: Análise Linguística: Aspectos notacionais ( Pontuação e ortografia); a função dos substantivos nos relatos de acontecimentos e experiências; a função dos substantivos na nomeação das personagens e lugares. 
Leitura e Interpretação de texto Livro: Um Sinal de Esperança.

2. OBJETIVO
 Desenvolver aspectos orais levando em conta a intenção comunicativa e a reação dos interlocutores;
 Identificar aspectos pertinentes ao relato e ao diário;
 Reconhecer os efeitos de sentido de uma determinada palavra ou expressão; 
 Identificar a função do substantivo na nomeação das personagens, pessoas e lugares;
 Utilizar estratégias de escrita: planejar, redigir rascunho, revisar e reescrever o texto. 




RECURSOS
• Cadernos para o diário de bordo.
• Data show
• Notebook
• Internet
• Pincel
• Copias de texto.
• TV e DVD
• Filme: Mãos Talentosas



3. METODOLOGIA (DESENVOLVIMENTO)
1º MOMENTO 2 aulas ( 02.02.2011)
Considerando que as aulas iniciarão dia 02.02, será pertinente fazer uma reflexão sobre o estar na escola, que pontos significativos ficaram de 2010 e que poderá ser melhorado para 2011. Assim fazendo uma sondagem com os alunos daquilo que eles entendem como estudar.
2º MOMENTO 2 aulas (03.02.2011)
Será feita a leitura e discussão sobre o regimento da escola, levando em conta o relato das vivencias existentes no âmbito escolar, a partir destas discussões ouvir relatos de experiências e propostas dos alunos.
3º MOMENTO 8 aulas ( 04 a 12.02.2011) Confirmar horário 
Os alunos receberão o texto “recomeçar” de Carlos Drummond de Andrade, para fazer uma leitura deleite, em seguida abrir para discussão com o grupo, cada aluno irá fazer uma reflexão do que eles compreendem sobre a leitura do texto.
Como o texto é recheado de reticências (...) e interrogação (?), trabalhar a função desses sinais de pontuação para a sequência e sentido do texto, O que a reticência representa dentro do texto? Suspende algum pensamento? Deixa uma dúvida? Etc.: 
Ainda sobre o mesmo texto adentrar na função do substantivo, abordar quem é a pessoa que fala no texto como se comporta esta pessoa, quais as ações que estão presentes na personagem, quais os nomes existentes no texto, entre outras questões. 
Após estas discussões, fazer uma abordagem para (re)significar a análise lingüísticas no texto, pode usar outras atividades envolvendo interrogação e atividades envolvendo a função do substantivo. 

4º MOMENTO: 6 aulas ( 14. e 17.02.2011) confirmar horário da turma!
Como será trabalhado relatos de experiências e acontecimentos cotidianos, bem como há uma necessidade de desenvolver discussões sobre as temáticas convivência e ética, será pertinente que os alunos assistam ao filme “ Mãos Talentosas” que relata a biográfica e os diversos acontecimentos na vida do neurocirurgião Bem Carson, após assistir ao filme será feita uma discussão sobre experiências vividas pelo personagem e os acontecimentos cotidianos, inclusive fazer um link com os acontecimentos na vida dos estudantes em questão, vale salientar da importância da convivência e da ética para a construção de valores tão importantes na vida em sociedade. 
Aproveitar o filme para iniciar as características do gênero relato, pois há no filme aspectos que podem introduzir a esse gênero. Uma vez que estamos relatando sobre a vida de bem Carson, levar um relato de experiência de uma outra pessoa que contemple as questões do filme e as características do gênero. 
Em seguida, solicitar aos alunos que desenvolvam um relato de experiências, colocando experiências do cotidiano. 
Fazer uma reescrita coletiva e após fechar a reescrita escolher as melhores produções para o portfólio do projeto interdisciplinar.

5º MOMENTO: 2 aulas ( 18.02.2011) 
Aproveitar a discussão sobre relato e abordar o diário, fazer uma um levantamento prévio da turma sobre o gênero, fazer uma leitura de texto que seja diário, trabalhar a temática em questão para o semestre.
Após a discussão e interpretação, entregar aos alunos um caderno (pequeno) para que os mesmos escrevam seus diários de bordo, durante um mês cada aluno irá escrever todos os dias algo significativo no cotidiano, pode ser questões notáveis sobre: o bairro, sobre as pessoas, sobre o tempo, sobre algo que ocorreu na escola, enfim questões do dia a dia tanto positiva ou negativa. 
No decorrer desta sequência será solicitado aos alunos a leitura do livro: Um Sinal de Esperança para seja desenvolvida atividade sobre as temáticas envolvendo a convivência ética que estabelece nos diálogos existentes no livro, os alunos terão um período de 15 a 20 dias para a leitura do mesmo.

AVALIAÇÃO
Como avaliar é um processo contínuo e sistemático, os trabalhos serão analisados por etapas, bem como os conhecimentos construídos a partir deles, levando em conta o envolvimento da turma para as atividades solicitadas e os objetos aqui pretendidos. Será analisado a partir da proposta estabelecida no projeto, para tanto, os alunos serão interlocutores na construção do conhecimento.
Para esta sequência didática sugere os seguintes procedimentos avaliativos: 
1 ponto: para a produção do relato;
2 pontos: para uma atividade reflexiva que envolva o conteúdo estabelecido para esta sequência didática ( tanto, textual quanto lingüística ).
1 ponto: Para a produção do diário (vale lembrar quando os alunos entregarem os diários já estaremos na segunda sequência didática) 
1 ponto: A participação em sala de aula e atividades complementares serão dada no final da unidade envolvendo todos os vistos recebido durante o período:

4. REFERENCIAS 
ANTUNES, Irandé. LÍNGUA, TEXTO E ENSINO: outra escola possível. São Paulo: parábola editorial, 2009.
DIVERSIDADE TEXTUAL: os gêneros na sala de aula. Organizado por D618 Carmi Ferraz Santos, Márcia Mendonça, Mariane C.B. Cavalcanti. 1ª Ed. Belo Horizonte: Autentica 2007
FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. São Paulo: 12ª, Cortez, 1986.




7ª - SEQUÊNCIA DIDÁTICA Ano - 2011 – EJA

ESCOLA: Poeta José Raulino Sampaio
PROFESSORA: Nazarete Andrade Mariano – Substituta: Carla Damasceno 
TEMA GERAL: Escola Espaço de Conhecimento, Convivência, Ética e Consciência Ambiental.
TEMA DA ESCOLA: O olhar da Literatura na Pluralidade do Conhecimento.
TEMA DO 1º Semestre: Convivência e Ética
UNIDADE TEMÁTICA: Cultura do Preconceito.


ÁREA: Código e Linguagem
Descritores Curriculares / SAEPE: 
Língua Portuguesa: 
D6- Localizar informação explicita em um texto
D7 – Inferir informação em um texto
D9- Identificar o tema central do texto
D12 - Identificar a finalidade do gênero resumo
D26- Identificar as marcas lingüísticas que evidenciam o locutor e / ou o interlocutor.

ANO: 4ª Fase – Noite 
TEMPO: 10 aulas (40 minutos )

CONTEUDO DA OTM:
Eixo: Leitura de gêneros textuais: Carta do leitor; editorial; Tirinha; trecho de peça teatral; entrevista e livro – romance.
Eixo: Produção de texto oral: Debates e seminário
Eixo: Análise Linguística: Aspectos notacionais; ortografia a partir das produções dos alunos e variação lingüística. 

2. OBJETIVO
 Desenvolver aspectos orais levando em conta a intenção comunicativa e a reação dos interlocutores.
 Reconhecer o domínio da linguagem na participação social, política e cidadã.
 Reconhecer características do gênero ou do tipo a que pertence o texto.
 Estabelecer relações entre o ponto de vista do autor e o argumento ou argumentos oferecidos para sustentá-los.
 Identificar a finalidade ou o objetivo pretendido para o texto.



RECURSOS
• Data show
• Notebook
• Internet
• Pincel
• Copias de textos 
• Revista
• Jornal
• Livros
• Cola
• Pincel
• Papel madeira
• Folha oficio



3. METODOLOGIA (DESENVOLVIMENTO)
1º MOMENTO 2 aulas ( 25.04.2011)
A partir da retomada de discussões da unidade anterior, inclusive no que concerne os gêneros contidos na avaliação bimestral, será feito um gancho para adentrar na sequência de discussões que iniciará a 2ª unidade, para tanto será colocado, no data show um clipe com um fundo musical com vários gêneros os slides, para o NOSSO MOMENTO DELEITE. Esta rápida abordagem se faz necessário para que os alunos compreendam a importância desta unidade lingüística para as interações socais diversas. 
Com as imagens do clipe, a professora fará levantamento de opiniões sobre os textos existentes nos slides, a partir do conhecimento de mundo do aluno, adentrar nas discussões do gênero, para que serve? Onde encontramos? É muito utilizado e por quem? etc.
Após esta discussão, entregar jornais, revista e textos recortados com gêneros (: Carta do leitor; editorial; Tirinha; trecho de peça teatral; entrevista, paródia e letra de música ou poema canção) para que os alunos façam uma análise nas revistas e jornais, tentando encontrar alguns dos gêneros acima citados, será utilizado também as produções dos alunos do ano passado que estão compiladas em um jornalzinho e em um “livro” da escola.

2º MOMENTO 2 aulas (26.04.2011)
Retomando a aula anterior, os alunos colocarão em folha de ofício as informações observadas nos gêneros analisados por eles, para em seguida cada grupo socializar para o demais e expor o resultado levantando. 
Como nesta unidade foi planejado, no projeto interdisciplinar, um festival de músicas regionais, inclusive iniciamos na 1ª unidade o estudo da paródia como forma de dialogar com outros textos, os alunos irão ter o MOMENTO DELEITE, no final da aula com música ASA BRANCA, que será parodiada pela turma. 

3º MOMENTO 2 aulas ( 27.04.2011) 
Este momento será de deleite, pois os alunos irão fazer a leitura/cantada da paródia da música Asa Branca, após a socialização a turma fará a escola das 4 produções que mais se adequou ao gênero paródia e das 4 (que serão publicadas no blog da escola) faremos coletivamente uma ou duas produções para serem apresentadas no dia do festival de música regional. (confirmar com a educadora de apoio a data). 
Aproveitar a linguagem utilizada na letra da música e abordar as questões sobre a variação linguistica e o dialeto.
Levando em conta a linguagem e o vocabulário utilizado na letra da música, como a linguagem aponta para o dialeto regional, observar as palavras usadas como sinonimos, procurar no dicionário palavras que os alunos não conhecem, solicitar dos alunos que produzam um dicionário da 4ª fase A e B. O dicionário ( que entrará também como gênero) será publicado no blog e no mural da escola.
4º MOMENTO:
Ainda sobre o gênero textual e a variação linguística, os alunos receberão uma crônica para leitura deleite e análise “ Luiza me escreve uma carta” para em seguida fazer as discussões.
Como os alunos já virão os aspectos gerais sobre gêneros textuais, abordará sobre:
• Se conhece o gênero lido? ( caso a resposta for negativa, esclarecer que a crônica é um texto de curta extensão, uma espécie de conversa com o leitor, em que o autor conta uma história breve, um caso, uma lembrança etc. e que será aprofundado no estudo referente ao gênero crônica)
• Se o texto lido faz menção a um outro gênero? Qual é este gênero? 
• Se no texto lido reporta quanto as caracteristicas estruturais desse outro gênero? como isto ocorre?
• Que transformação ocorreu devido ao desenvolvimento tecnologico?
• Quais os tipos de cartas que você ou sua família costuma receber em sua residência?
• Quais os propositos dessas correspondências?
• Que outros tipos de cartas você conhece?
• Que outros gêneros textuais mantêm relação com a carta pessoal?
A partir dessas discussões prévias, serão feitas algumas abordagens sobre o gênero carta pessoal para que os alunos compreendam o texto, como também será feita entregue uma carta pessoal para que os alunos apropriem sobre os aspectos do gênero e compreendam os gêneros carta ao leitor e carta do leitor.
5º MOMENTO
Entregar revistas para os alunos localizar carta ao leitor, no qual cada aluno irá tentar localizar o gênero carta ao leitor. Com a leitura e socialização irão identicar as caracaterísticas e diferenças entre os dois gêneros, quanto:
- ao contexto de circulação;
- aos interlocutores;
- ao tema;
- à intenção do leitor – autor;
- à estrutura do gêner carta ao leitor;
- às diferenças quanto à variedade linguística empregada;
- ao uso do discurso ( 1ª, 2ª ou 3ª pessoa)
6º MOMENTO
Os alunos trocaram de revistas, observarão onde fica localizada a opinião do leitor na referida revista e como se organiza, escolher uma das cartas do leitor e fazer a leitura socializada, considerando os aspectos existentes no 5º momento. Continuando com a discussão de carta ao leitor e do leitor, em dupla os alunos receberão exemplar do livrinho da escola, produzido me 2010 que tem duas cartas do leitor, produzido por duas alunas da 7ª série em 2010. Farão a leitura para melhor se apropriar do gênero.
Em seguida, receberão exemplar do jornal da escola “ Espalhafatos edição 2010” e escolheram um texto ( notícia, reportagem ou artigo de opinião”) ou se preferir o jornal por inteiro e farão uma carta sobre o material lido, colocando suas impressões ( opinião, sugestão, reclamação, comentári, elógios etc.)
7º MOMENTO
Como foi informado na 1ª sequência didática da unidade 1, a professora de matemática trabalhará com a leitura do livro “ História das coisas” e assim que os alunos terminarem a leitura, farão uma carta do leitor, dando suas impressões sobre o livro lido. 
8º MOMENTO
Para fechar momentaniamente a discussão dos gêneros textuais relacionadas a carta e suas variantes, mostrará em slides um e_mail para que os alunos entendam o gênero que é, atualmente, mais usual que a carta, que linguagens podem ser usadas e que aspectos textuais e linguisticos estão presentes. Comparando assim, com o gênero carta.
9º MOMENTO
Solicitar uma atividade avaliativa sobre o conteúdo trabalhado no decorrer desta sequência.
10º MOMENTO: ( 09.05.2011)
Como esta sequência tratará basicamente de leitura e produção oral, os alunos (em três ou 4 pessoas ), serão orientado para formar grupos de no máximo 4 pessoas, ir um grupo após grupo a biblioteca escolher um livro, dos que foram separados pela professora e por Oneide eu trabalha na biblioteca no turno da noite, e fazer a leitura, vale lembrar que haverá exemplares para todos os componentes de cada grupo.
Com os livros em mãos ( na sua maioria são clássicos literários, universais e brasileiros) os alunos receberão as seguintes orientações:
• leitura do livro por completo ( cada aluno fará toda a leitura do livro)
à medida que for lendo fazer as anotações dos aspectos mais importantes existentes no texto (a temática com suas diversas abordagens; a criticidade; o contexto histórico; o cenário; o desfecho com as considerações relevantes à realidade, personagens, discurso e enredo)
• organizar como será apresentado, 
• o grupo deve escolher um apresentador para falar sobre a temática em geral e o que cada um dos alunos irão falar durante a apresentação do livro.
• pode usar cartazes ou painéis com tópicos,
• ter cuidado com a organização do seminário,
• levar em conta a ordem de apresentação dos participantes.
Para tanto no decorrer das aulas serão feitas abordagem pertinentes ao seminário para que os alunos se apropriem de suas características. Será levado em conta: o autor da obra; Em seguida irão colocar no mural as produções dos cartazes ou painéis produzidos pelos grupos.
Em cada encontro a professora fará abordagem referente aos aspectos textuais e lingüísticos, inclusive no que concerne a: tipologia textual, a função sociomunicativa do gênero; a linguagem desenvolvida no texto; bem como a linguagem utilizada pelos alunos tanto nas produções orais quanto na escrita. 


AVALIAÇÃO
Como avaliar é um processo contínuo e sistemático, os trabalhos serão analisados por etapas, bem como os conhecimentos construídos a partir deles, levando em conta o envolvimento da turma para as atividades solicitadas e os objetos aqui pretendidos. Será analisado a partir da proposta estabelecida no projeto, para tanto, os alunos serão interlocutores na construção do conhecimento.
Para esta sequência didática sugere os seguintes procedimentos avaliativos: 
4 pontos: para uma atividade reflexiva que envolva o conteúdo estabelecido para esta sequência didática ( tanto, textual quanto lingüística ), incluindo as leituras e a apresentação do seminário.
4. REFERENCIAS 
ANTUNES, Irandé. LÍNGUA, TEXTO E ENSINO: outra escola possível. São Paulo: parábola editorial, 2009.
DIVERSIDADE TEXTUAL: os gêneros na sala de aula. Organizado por D618 Carmi Ferraz Santos, Márcia Mendonça, Mariane C.B. Cavalcanti. 1ª Ed. Belo Horizonte: Autentica 2007
FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. São Paulo: 12ª, Cortez, 1986.
TP´s – Gestar II. 2008




8ª - SEQUÊNCIA DIDÁTICA - Referente ao Projeto Interdisciplinar

ESCOLA: XXX
PRODUZIDA POR: NAZARETE MARIANO
TEMA GERAL: ESCOLA: Escola Espaço de Conhecimento, Convivência, Ética e Consciência Ambiental.
TEMA DA ESCOLA: O olhar da Literatura na Pluralidade do Conhecimento: Códigos e Linguagens, Ciências Humanas e Exatas
TEMA DO 1º Semestre: Convivência e Ética
UNIDADE TEMÁTICA: Cultura do Preconceito.


ÁREA: Código e Linguagem, Humanas e Exatas
Descritores Curriculares / SAEPE: 

D6- Localizar informação explicita no texto
D7 – Inferir informação em um texto
D9- Identificar o tema central do texto
D12 - Identificar a finalidade do gênero 
D26- Identificar as marcas lingüísticas que evidenciam o locutor e / ou o interlocutor.
D33

SÉRIE / FASE: 3ª e 4ª fase EJA / 1ª e 3ª série E/M


CONTEUDO DA OTM:
Gêneros Textuais: Para Ensino Médio
• Debate 
• Entrevista
• Resumo
• Resenha
• Gráfico de Percentual.

Gêneros Textuais: Para EJA
• Relatos e depoimentos
• Resumo
• Tabelas
• Debate





2. OBJETIVOS

Geral
Compreender as relações entre a literatura e as diversas áreas do conhecimento para o uso interacional nas práticas sociais, em especial, no que tange a escola como espaço plural, levando em conta o desenvolvimento e valorização da cidadania.

Específicos

 Desenvolver aspectos orais levando em conta a intenção comunicativa e a reação dos interlocutores.
 Identificar aspectos pertinentes em um determinado texto.
 Reconhecer os efeitos de sentido de uma determinada palavra ou expressão. 
 Identificar elementos que constituem o teatro.
 Analisar os percentuais de gastos e lucratividade em uma peça teatral.
 Incentivar os educandos do turno noturno à valorização da arte da cultura local.

RECURSOS
• Ônibus 
• Câmara fotográfica 
• Notebook
• Internet
• Pincel
• Copias de texto





3. METODOLOGIA (DESENVOLVIMENTO)
1º MOMENTO 12.02.2011 
Conscientização dos alunos para “ O DIA DE TEATRO”. 
Abordagem sobre a função educacional do teatro, bem como os Clássicos regionais do teatro, fazer abordagem sobre o teatro João Gilberto em Juazeiro, inclusive a com a discussão da arte existente nos bairros Pedro Raimundo e Vale do Grande Rio, como forma de desmistificar o preconceito existente em relação às pessoas que valorizam a cultura iniciada nas classes populares. 



2º MOMENTO 19.02.2011
Um dia ao teatro, após a conscientização dos alunos sobre a visita ao teatro João Gilberto será marcado para que os alunos venham para escola com uma antecedência para maiores esclarecimentos e entrega dos ingressos para a peça “ O LOBO E A RAPOSA” de uma companhia de teatro de moradores do bairro Pedro Raimundo. 
Os alunos irão assistir à peça e após a peça será feito debate sobre questões voltadas ao teatro, bem como entrevistas com os atores e produtores da peça.
Em seguida os produtores da peça, juntamente com os professores do turno noturno irão mostrar todo o teatro suas funcionalidades de cada parte existente: Camarim, Cortina, Figurino, Cenário. Etc.

3º MOMENTO: Período de 21 a 25.02.2011
Os professores, a partir das abordagens sobre os aspectos dos gêneros trabalhados pelas professoras de códigos e linguagens, todos os professores do turno noturno irão solicitar uma atividade para ser feita no horário oposto em relação ao dia no teatro, levando em conta o gênero acima estabelecido.

AVALIAÇÃO
Como avaliar é um processo contínuo e sistemático, os trabalhos serão analisados por etapas, bem como os conhecimentos construídos a partir deles, levando em conta o envolvimento da turma para as atividades solicitadas e os objetos aqui pretendidos. Será analisado a partir da proposta estabelecida no projeto, para tanto, os alunos serão interlocutores na construção do conhecimento.
PONTUAÇÃO: 
A presença nos três eventos marcados para a 1ª unidade ( 1 ponto na média)
As atividades escritas (2 pontos como nota de atividade)
Os alunos que não comparecer nos três eventos perdem o direito de ter o ponto na média e ficará como nota de participação ( somando com as notas de vistos colocadas na nota de atividade.
Ficou estabelecido que todo o professor (de todas as disciplinas) deverá colocar pelo menos uma questão na avaliação bimestral.
4. REFERENCIAS 
FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. São Paulo: 12ª, Cortez, 1986.
GOMES, Dia. O Pagador de Promessas. RJ. 46ª, Dertrand Brasil, 2008.
ANTUNES, Irandé. LÍNGUA, TEXTO E ENSINO: outra escola possível. São Paulo: parábola editorial, 2009.




9ª - SEQUÊNCIA DIDÁTICA - Referente ao Projeto Interdisciplinar
SARAU dia 26.03.2011

ESCOLA: XXX
PRODUZIDO POR: NAZARETE MARIANO
TEMA GERAL: ESCOLA: Escola Espaço de Conhecimento, Convivência, Ética e Consciência Ambiental.
TEMA DA ESCOLA: O olhar da Literatura na Pluralidade do Conhecimento
TEMA DO 1º Semestre: Convivência e Ética
UNIDADE TEMÁTICA: Cultura do Preconceito.


ÁREA: Código e Linguagem, Humanas e Exatas
Descritores Curriculares / SAEPE: 

D6- Localizar informação explicita no texto
D7 – Inferir informação em um texto
D9- Identificar o tema central do texto
D12 - Identificar a finalidade do gênero 
D33

SÉRIE / FASE: 3ª e 4ª fase EJA / 1ª e 3ª série E/M


CONTEUDO DA OTM:
Gênero Textual: Para Ensino Médio
• POESIA

Gênero Textual: Para EJA
• POESIA

2. OBJETIVOS

Geral ( Do Projeto)
Compreender as relações entre a literatura e as diversas áreas do conhecimento para o uso interacional nas práticas sociais, em especial, no que tange a escola como espaço plural, levando em conta o desenvolvimento e valorização da cidadania. 


Específico

 Incentivar os educandos do turno noturno à valorização da arte da cultura local.
 Buscar a materialização através de ações práticas, o conhecimento obtido referente à temática estudada. 
 Interpretar os diversos gêneros textuais nas práticas sociais que envolvam os eixos norteadores do conhecimento agregado à educação escolar.
 Compreender a poesia como elemento de construção crítica nos saberes diversos.
 Desmitificar o ensino da matemática como mera transmissão de regras e cálculos.
 Mostrar ao educando as possibilidades de enveredar a literatura nas diversas áreas do conhecimento que a escola se apropria.
 Desenvolver a prática de oralidade a partir de recitais.

RECURSOS
• Câmara fotográfica 
• Notebook
• Datashow
• Internet
• Pincel
• Copias de texto
• Caixa amplificadora
• Microfone
• Filmadora
• Cadeiras
• Pátio da Escola




3. METODOLOGIA ( Interfaces Metodológicas ) 
1º MOMENTO (14 a 19.03.2011)
Cada professor irá escolher a poesia a ser trabalhada no sarau, solicitando que os alunos façam a pesquisa da poesia e do autor, incluindo a referencia, os alunos irão pesquisar em horário oposto de aula. 
2º MOMENTO 
Abrir para discussão sobre o dia da poesia e a importância do autor para a cultura local, regional e nacional. Após as discussões fazer ensaios com os alunos para a apresentação no dia do sarau , cada professor ficará responsável por trabalhar:

3º MOMENTO: 26.03.2011 – (Sábado) O Sarau
O sarau ocorrerá da seguinte forma:
- Abertura com a Gestão e/ou Coordenação da escola
- Apresentação dos professores do turno noturno como incentivo no desenvolvimento da oralidade em espaços públicos, pode recitar ou declamar um poema.
- Um vídeo falando de poesia ( definir com os professores)
- Apresentação dos alunos referente a poesia com recital, declamação ou dramatização.
- O Encerramento será com uma homenagem aos alunos que passaram nos vestibulares, IF e Colégio Militar. (Coordenação / Gestão)
- Cada professor reforçará da importância de assistir a todas as apresentações e só sair do local após o encerramento.
- Cada professor fará uma lista de presença da turma que ficou responsável no sarau.
- O pessoal de apóio ficará responsável pela organização e ornamentação do ambiente para que o sarau aconteça em plenitude, fazendo os testes nos equipamentos com antecedência.

AVALIAÇÃO
Como avaliar é um processo contínuo e sistemático, os trabalhos serão analisados por etapas, bem como os conhecimentos construídos a partir deles, levando em conta o envolvimento da turma para as atividades solicitadas e os objetos aqui pretendidos. Será analisado a partir da proposta estabelecida no projeto, para tanto, os alunos serão interlocutores na construção do conhecimento.
PONTUAÇÃO: 
A presença nos três eventos marcados para a 1ª unidade ( 1 ponto na média)
As atividades escritas (2 pontos como nota de atividade)
Os alunos que não comparecer nos três eventos perdem o direito de ter o ponto na média e ficará como nota de participação.
Ficou estabelecido que todo o professor (de todas as disciplinas) deverá colocar pelo menos uma questão na avaliação bimestral.

4. REFERENCIAS 
FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. São Paulo: 12ª, Cortez, 1986.
ALVES, Castro. Navio Negreiro.






10ª - SEQUÊNCIA DIDÁTICA - Referente ao Projeto Interdisciplinar
SARAU dia 26.03.2011

ESCOLA: XXXX
PROFESSOR: Todos e todas do turno noturno
TEMA GERAL: ESCOLA: Escola Espaço de Conhecimento, Convivência, Ética e Consciência Ambiental.
TEMA DA ESCOLA: O olhar da Literatura na Pluralidade do Conhecimento
TEMA DO 1º Semestre: Convivência e Ética
UNIDADE TEMÁTICA: Cultura do Preconceito.


ÁREA: Código e Linguagem, Humanas e Exatas
Descritores Curriculares / SAEPE: 

D6- Localizar informação explicita no texto
D7 – Inferir informação em um texto
D9- Identificar o tema central do texto
D12 - Identificar a finalidade do gênero 
D33

SÉRIE / FASE: 3ª e 4ª fase EJA / 1ª e 3ª série E/M


CONTEUDO DA OTM:
Gênero Textual: Para Ensino Médio
• POESIA

Gênero Textual: Para EJA
• POESIA

2. OBJETIVOS

Geral ( Do Projeto)
Compreender as relações entre a literatura e as diversas áreas do conhecimento para o uso interacional nas práticas sociais, em especial, no que tange a escola como espaço plural, levando em conta o desenvolvimento e valorização da cidadania. 


Específico

 Incentivar os educandos do turno noturno à valorização da arte da cultura local.
 Buscar a materialização através de ações práticas, o conhecimento obtido referente à temática estudada. 
 Interpretar os diversos gêneros textuais nas práticas sociais que envolvam os eixos norteadores do conhecimento agregado à educação escolar.
 Compreender a poesia como elemento de construção crítica nos saberes diversos.
 Desmitificar o ensino da matemática como mera transmissão de regras e cálculos.
 Mostrar ao educando as possibilidades de enveredar a literatura nas diversas áreas do conhecimento que a escola se apropria.
 Desenvolver a prática de oralidade a partir de recitais.

RECURSOS
• Câmara fotográfica 
• Notebook
• Datashow
• Internet
• Pincel
• Copias de texto
• Caixa amplificadora
• Microfone
• Filmadora
• Cadeiras
• Pátio da Escola

Nenhum comentário:

Postar um comentário