Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Matemática no EJA

Matemática no EJA

Postado por Edilaine Colodette e Elenilda

A matemática contribui na compreensão das informações, pois a sua aprendizagem vai além de contar e calcular, ela nos permite analisar, medir dados estatísticas e ampliar cálculos de probabilidade, dos quais representam relações importantes com outras áreas do conhecimento.
A matemática faz parte da grade curricular da EJA, sendo de grande importância na formação do caráter sócio-educacional do educando. Ao adentrar na  modalidade de ensino  para a EJA, o professor  deve mostrar a matemática  como ferramenta construtora de conhecimento e não uma  disciplina cheia de regras e teorias decorativas.
Deve-se aproveitar o máximo a experiência de vida do aluno, estimular as idéias novas, deixa que eles busquem na sua vivência soluções para situação problemas correlacionada ao seu meio social. Estimular o trabalho em equipe a coletividade auxiliar na busca por melhores resultados .
Mostrar a importância que a matemática tem para suas vidas e o quanto ela é útil no seu di-a-dia. A matemática sempre tem um resultado satisfatório contribuindo para formação de pessoas dinâmicas.
“Dando oportunidades iguais a quem a vidas deu caminhos diferentes”   
                                                                                         Roberto Marinho           
ATIVIDADE 1
NOME: BINGO ENVOLVENDO AS QUATRO OPERAÇÕES FUNDAMENTAIS DA MATEMÁTICA
OBJETIVOS
·         Propor aos alunos momento de interação social e descontração, sem deixar de lado a aprendizagem dinâmica e significativa através do jogo;
·         Mostrar-lhe que a matemática está presente em nosso cotidiano. Quando vamos a uma festa e compramos uma cartela de bingo, para conseguir marcá-lo corretamente precisamos dos números;
·         Dar significado as quatro operações matemáticas, além do arme e efetue, deixando os alunos criarem seus próprios cálculos utilizando os números presentes na cartela.
METODOLOGIA
Iniciar a aula perguntando aos alunos onde podemos encontrar, no nosso, dia a dia, as quatro operações matemáticas e para que elas servem. Fazer assim, uma breve revisão do conteúdo. Em seguida explicar o jogo e estabelecer regras. Distribuir as cartelas do bingo e gritá-lo, premiar os vencedores.
No segundo momento solicitar aos alunos que escolham os números da cartela, sem repeti-los, e façam a montagem de no mínimo 4 operações matemáticas de cada seguimento, como por exemplo, 4 operações de adição, 4 multiplicação, 4 de subtração e 4 de divisão.
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
Observar durante todo o processo de desenvolvimento do jogo se todos os alunos aprenderam a montar as operações e calcular, bem como acompanhar o desenvolvimento dos mesmos no processo de autonomia do saber.
Os alunos da EJA, por ser um público massacrado pelo fato da não oportunidade e /ou da não conquista das etapas de ensino na idade correta, já sofrem preconceito deles próprios e de terceiros, sendo muitas vezes taxados como incapazes. Faz-se assim, necessário trabalhar sua autonomia e independência com relação à aprendizagem. Eles são responsáveis pelo APRENDER. Ninguém ensina nada a ninguém, nós professores possibilitamos/facilitamos/mediamos o caminho ruma ao conhecimento.
ATIVIDADE 2
INTERDISCIPLINAR: MATEMÁTICA E LÍNGUA PORTUGUESA
NOME: CRIANDO SITUAÇÕES – PROBLEMA ATRAVÉS DE HISTÓRIAS MATEMÁTICAS
OBJETIVOS
·         Que os alunos compreendam a totalidade que é o ser humano. Não sendo possível dividir nosso cérebro: “aqui é o lugar da matemática, aqui da língua portuguesa, aqui só pertence à história...”, mostrar-lhes que apesar de muitas vezes trabalhadas separadamente, as disciplinas são um conjunto, e uma necessita da outra;
·         Possibilitar assim, a construção e/ou a (re) construção de uma história, sendo que nela envolveremos cálculos matemáticos comuns no cotidiano da turma.
Observação: escolham juntos (Chapeuzinho Vermelho – Chapeuzinho pode aceitar a sugestão do Lobo, de passar para o outro caminho, se o mesmo acertar o cálculo que ela sugerir; de repente em vez de perguntar: por que esses olhos tão grandes? Pergunte através de um cálculo; conte quantos doces, frutas há na cesta de Chapeuzinho? Quanto será que sua mãe gastou para fazer essa cestinha? ...). O importante é que a história ficará criativa e os alunos poderão experimentar as regras gramaticais e textuais dentro da matemática. Que tal os personagens viajarem para o mundo da matemática?
METODOLOGIA
Disponibilizar para os alunos diversos tipos de textos para que escolham de qual gostariam de fazer a reescrita, ou se preferem criar. O texto deverá ser coletivo, com o auxílio do professor. Em que, o mesmo, irá mostrando as estruturas textuais, regras gramaticais, ortografia, coerência e coesão e é claro, as situações – matemáticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário