Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Dinâmicas para diagnóstico inicial na EJA

Dinâmicas para diagnóstico inicial na EJA


JOGO DE CONTORNO

Cada participante deverá desenhar no papel o contorno do seu corpo ou um boneco pequeno representando o seu corpo. Deverá colocar o seu nome no papel. Esse papel irá passar por todos os participantes simultaneamente que escreverá valores, características, qualidades e defeitos que melhor defina a pessoa desenhada.
Ao final cada um pegará seu papel de volta e fará a leitura das características e relatará seus sentimentos sobre o que foi colocado.

OBJETIVO: apresentação para quem não se conhece e percepção da impressão que deixamos para as pessoas a partir das nossas atitudes.

CORRIDA DE BALÕES

Uma linha de saída é determinada e cada equipe se posicionará atrás desta. À frente de cada uma das equipes e a uma distância de cinco metros, um círculo será desenhado e dentro do círculo será escrito uma letra do alfabeto para separa os grupos.
Antes de iniciar o jogo cada participante escreve seu nome no balão, colocando-o no círculo de sua equipe.
Todos posicionam-se antes da linha de saída agrupados por equipe. Ao sinal do condutor do jogo, cada equipe começa e seu primeiro integrante corre até os balões de sua equipe, pega um balão, lê o nome do companheiro que está escrito e estoura o balão. Regressa então correndo até sua equipe falando o nome do companheiro bem alto. Esse se posiciona e ao toque da mão do outro corre e repete a ação até que todos os balões sejam estourados.
Vence a equipe que estourar todos os balões primeiro.

OBJETIVO: Apresentação e identificação do nome dos colegas.

A LINHA

Sobre uma linha desenhada no chão coloca-se o grupo de oito integrantes. Os participantes estarão na linha lado a lado, e voltados para o facilitador. O facilitador pedirá então que os participantes se organizem em ordem alfabética de nomes, dando 10 segundos para que executem a tarefa. A regra é que não se pode ficar fora da linha durante a organização.
Este jogo é colaborativo e depende da perfeita sincronia entre os participantes. Os erros não serão observados pelo facilitador pois o principal é a colaboração e a participação de todos.
Passados os dez segundos o facilitador pode pedir outras formas de organização às equipes (altura, peso, gênero, profissão, signo).

DOMINÓ DE TODOS NÓS

Todos os jogadores são um time tentando fazer com que o menor número de peças não jogadas reste ao final do jogo.
Divididas as peças de dominó entre os jogadores, eles colocam alternadamente as pedras no jogo unindo números ou figuras.
O jogo termina no momento em que não há mais possibilidade de colocação das peças por nenhum jogador.
Os jogadores podem jogar os dominós de modo que os lados das peças somem os números indicados pelo facilitador (3,5,7...).por exemplo, se a peça 4 e 2 iniciar o jogo, o próximo jogador precisará de um 3, ou um 5( nesse caso a ordem é somar 7).

OBJETIVO: Demonstrar habilidade na resolução de problemas utilizando a adição.

FORMAÇÃO DE CONCEITOS

Esta dinâmica pode trabalhar qualquer tipo de tema. Exemplo, cooperação.
O facilitador pedirá que cada participante faça um desenho que considera representar a cooperação, ou recorte de jornal e revista.
Finalizando o desenho ou colagem cada um irá escrever 3 palavras que representem ou se associem com cooperação.
Em seguida cada participante deverá escrever uma frase com essas palavras. Depois formará grupos de 5 pessoas as quais deverão:
Fazer desenho único sobre o tema ou mural com as figuras;
Selecionar 8 palavras que se relacionam;
Construir frases ou textos.

OBJETIVO: observar capacidade de interpretação de texto, leitura de imagem e relação com a vivência.

DINÂMICA DO DESAFIO

Os participantes formam um círculo. O facilitador coloca uma música e entrega uma caixa a um dos participantes. A caixa passará de mão em mão enquanto a música toca e o facilitador lança desafios aos participantes a respeito do conteúdo da caixa. Exemplo poderá dizer que quem abrir poderá tomar um susto, ou terá que pagar uma prenda, ou demonstrará seu verdadeiro caráter...
Ao parar a música quem estiver com a caixa na mão será questionado se quer abrir a caixa ou não. Se não quiser a música volta a tocar e a caixa será passada até que alguém resolva abrir.
Por fim, quem abrir a caixa encontrará chocolates e um bilhete que deverá ser lido em voz alta com a ordem de comê-los.

OBJETIVO: observar o sentimento de colaboração entre os participantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário