Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sábado, 21 de janeiro de 2017

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - POEMA - 6° ANO

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - POEMA - 6° ANO

TEMPESTADE
                (Henriqueta Lisboa)
               - Menino, vem para dentro,
               olha a chuva lá na serra,
               olha como vem o vento!

               - Ah! Como a chuva é bonita
               e como o vento é valente!

               - Não sejas doido, menino,
               esse vento te carrega,
               essa chuva te derrete!

               - Eu não sou feito de açúcar
                para derreter na chuva.
                Eu tenho força nas pernas
                para lutar contra o vento!

                E enquanto o vento soprava
                e enquanto a chuva caía,
                que nem um pinto molhado,
                teimoso como ele só:
               
               - Gosto de chuva com vento,
               gosto  de vento com chuva!

ENTENDENDO O POEMA
 1- Quem é provavelmente, a pessoa que chama o menino para dentro?
Sua mãe.

2- O menino não tinha medo de chuva. Por que?
Porque ele achava a chuva bonita.

3- Quando diziam a ele “... Essa chuva te derrete! , o que ele respondia?
Dizia que não era feito de açúcar.

4- Quando diziam: “Esse vento te carrega ...”, o que ele respondia?
Respondia que sabia se defender do vento.

5- Cada linha de um poema chama-se verso. Quantos versos tem o poema que você leu?
O poema tem 18 versos.

6- Cada grupos de versos chama-se estrofes há no poema “Tempestade”?
No poema “Tempestade” há seis estrofes.

7- Pela primeira estrofe do poema percebemos que a chuva ainda não começará.
Copie os versos em que aparece essa afirmativa:
“... olha a chuva lá na serra/ olha como vem o vento!”

8- Apesar de achar que o vento é valente sabe se defender dele. Como?
O menino sabe se defender do vento porque tem força nas pernas para lutar contra ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário