Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

quarta-feira, 1 de março de 2017

Projeto Anual EJA



Secretaria de Educação Cultura e Desporto
Praça 29 de Dezembro nº 57








                       COORDENADORA:VALDINERE ALVES DOS SANTOS
         SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO : MARIA ROSIVÂNIA DO NASCIMENTO
CORTÊS,2017





Secretaria de Educação Cultura e Desporto
Praça 29 de Dezembro nº 57
Modalidade : Educação de Jovens e Adultos

PROJETO ANUAL

Equipe de Execução: Secretaria de Educação  e  Comunidade Escolar
A Secretaria de Educação de Cortês, tem como Missão :
Ser um agente ativo do desenvolvimento local, assegurando às crianças, jovens e adultos da rede municipal educação de qualidade para o exercício da cidadania.

PERÍODO DEEXECUÇÃO:ANO DE 2017
APRESENTAÇÃO:

O aluno da EJA – Educação de Jovens e Adultos trata-se de um público que historicamente vem sendo excluído, quer pela impossibilidade de acesso à escolarização, quer pela exclusão da educação regular ou pela necessidade de trabalhar.
São alunos que na sua maioria, estão inseridos no mercado de trabalho, ou que ainda esperam nele ingressar, visam à certificação para manter sua situação profissional ou para o próprio conhecimento, objetivando a melhoria da qualidade de vida, ambos tiveram que romper barreiras preconceituosas, geralmente transpostas em função de um grande desejo de aprender.
Sabemos que a problemática da evasão escolar no contexto da EJA (Educação de Jovens e Adultos), está muito presente em diversas escolas brasileiras, é uma questão que necessita de um olhar diferenciado, analisando o tema em questão nesta modalidade de ensino, acreditamos que as possíveis causas da evasão escolar no público EJA nas instituições de ensino possam ser levadas pela desmotivação das famílias, baixa auto-estima dos alunos, falta de perspectiva de vida, trabalho enfadonho e a distância da escola, em fim, são diversos problemas, todos estes fatores tem sido relevante para causar a evasão no público EJA, este problema nós chama atenção. Nos enquanto escola e secretaria de educação pretendemos com este trabalho apresentar propostas que venha amenizar esta problemática e buscar possíveis soluções.
OBJETIVOS GERAL:

Desenvolver ações que possibilite a elevação da motivação e autoestima do público EJA, proporcionando momentos saudáveis, um ambiente agradável e motivador para a clientela de 1ª a 8ª séries, da EJA, valorizando a criatividade dos discentes e buscando uma melhor socialização no ambiente escolar. 


ESPECÍFICOS:

• Proporcionar aos discentes, momentos de interação e socialização com dinâmicas e brincadeiras saudáveis.
• Contribuir na motivação e elevação da autoestima dos alunos;
Conscientizar sobre a evasão escolar e suas consequências na vida educacional; Identificar o grau de socialização e cooperação dos alunos.
• Proporcionar momentos de diálogos, reflexões e socialização entre os grupos.
• Desenvolver e despertar nos alunos a criatividade, valorizando suas habilidades e talentos artísticos, na elevação da motivação e autoestima;
• Transformar o ambiente escolar mais atrativo para os educandos.
• Desenvolver atividades diversas para melhorar a motivação a autoestima;
• Aperfeiçoar a leitura melhorando assim a compreensão nas diversas áreas do conhecimento.

ESTRATÉGIA:

PALESTRAS: No decorrer do semestre estará sendo desenvolvidas pequenas palestras, de forma individual com as turmas de 1ª a 8ª séries, com temas voltados para a motivação, ministrados por profissionais da área, onde haverá momentos de apresentações de vídeos, leituras de mensagens motivadoras e dinâmicas, entre outras etc.
META: Aumentar o índice de frequência e reduzir a evasão escolar durante o ano letivo de 2017
METODOLOGIA:
·        Realização de oficinas ;Apresentação de vídeos;Leitura de mensagens motivadoras
·        Momentos de dinâmicas;Depoimentos e debates momentos de socialização; Exposição da feira de Ciências

RECURSOS MATERIAIS:
·        Garrafas plásticas; Fita adesiva;Colas;Cartolinas;Papel cartão; Tesouras; Data Show

AVALIAÇÃO:

A avaliação será continua, por meio de observações, ocorrerá , durante o primeiro e segundo semestre do ano letivo.

Secretaria de Educação Cultura e Desporto
Praça 29 de Dezembro nº 57
Modalidade : Educação de Jovens e Adultos

Trabalhar diversas temáticas conscientizando os alunos fazendo com que ele se reconheçam como seres sociais em direitos e deveres.Tornando-o um cidadão capaz de conviver harmonicamente com as diferenças,respeitando os limites da convivência social, tendo como princípios básicos o amor próprio e aos outros.

TEMÁTICAS ANUAIS PARA   EJA
MESES
TEMÁTICAS
Fevereiro
Escola e Convivência
Março
Minha identidade .Quem sou eu?  
Abril
Diversidade Cultural
Maio
Tecnologia e Trabalho
Junho
Nosso Lixo de cada dia : O que fazer?
Julho
Dengue é Coisa Séria  : Observação: Zica e Chicungunha
Agosto
A Riqueza das Plantas Medicinais
Setembro
Segurança e Saúde no Trabalho
Outubro
As drogas lícitas e ilícitas
Novembro
Qualidade de vida e consumo

Escola e Convivência: O diálogo e o carinho formam a base para a convivência e comunicação entre as pessoas que de fato se amam. O diálogo mostra a pessoa por dentro, favorece a confiança e aplaina os caminhos de uma família, às vezes tão desnivelados por problemas, externos e internos.
·         Sensibilizar os alunos da necessidade de termos um bom convívio com os colegas e funcionários da escola
·         Promover situações de diálogo e construção do respeito com o outro trabalhando em equipe
·         Incentivar o cumprimento das regras da escola e sala de aula para uma boa convivência social
·         Vivenciando os valores universais (solidariedade, respeito, colaboração...).

Minha identidade .Quem sou eu?
O NOME dos alunos pode ser um centro de interesse ricamente explorado pelo alfabetizador. Além do aspecto cognitivo, relacionado à compreensão do sistema da escrita alfabética, o nome próprio possui um aspecto afetivo-social para o alfabetizando. O nome próprio não é apenas mais uma palavra no vocabulário, é antes de tudo, um reforçador da individualização e da identidade do aluno como pessoa, algo bastante significativo para ele.
Questionamentos:
·         Qual a importância de meu nome? Quem faz parte de minha família? 
·         Quais são as pessoas que convivem comigo na escola?
·         Por que é importante termos amigos? Reconhecer que o nome e a família são relevantes para a formação da identidade de cada indivíduo.
·         Reconhecer que todos os indivíduos merecem ter a identidade respeitada.
·         Conhecer a história de seu nome e seu significado;
·         Compreender a história de seus colegas a partir de sua;
·         Conhecer e respeitar os diferentes costumes das famílias, grupos e povos;
·         Identificar fontes históricas sobre sua vida;

Diversidade cultural

São os vários aspectos que representam particularmente as diferentes culturas, como a linguagem, as tradições, a culinária, a religião, os costumes, o modelo de organização familiar, a política, entre outras características próprias de um grupo de seres humanos que habitam um determinado território.

Perceber as diferenças entre pessoas, mostrando que a diversidade não implica inferioridade;
Valorizar as belezas que a mistura das diferenças nos traz, reconhecendo a diversidade étnica, racial e cultural da sociedade brasileira

Conhecer as várias etnias e culturas, valorizá-las e respeitá-las.
Participar de ações educativas que visam melhorar o comportamento de todos com relação à diversidade.
Reconhecera diversidade étnica, racial e cultural da sociedade brasileira e Identificar, Respeitar, criticar e repudiar todas as formas de relações preconceituosas, discriminatórias e excludentes.

Tecnologia e Trabalho :

Estamos vivendo uma Terceira Revolução Tecnológica que tem provocado transformações nos processos de produção industrial, agrícola, de serviço, assim como nas sociedades e no mercado de trabalho. As novas necessidades econômicas e sociais exigem um novo ser humano e um novo ser profissional, educando e formando por um novo sistema educacional. Uma educação que forme indivíduos capazes de enfrentar e compreender a realidade, indivíduos capazes de aprender a aprender, todos os dias. Há algum tempo vemos a introdução das tecnologias no mundo do trabalho. Aos poucos, as tecnologias vão tomando o lugar de milhares de trabalhadores em linhas de montagem, caixas bancárias e também nos portos de todo mundo.
Questionamentos:
Perceber os diferentes significados do trabalho, tendo em conta as condições objetivas/subjetivas onde ele se realiza. Será um trabalhador assalariado ou um trabalhador por conta própria?
·         Tipos de profissões ;Tecnologia ;Mão de obra

Nosso Lixo de cada dia : O que fazer?

Promover a conscientização de toda comunidade escolar, quanto à valorização, conservação e preservação da unidade escolar, bem como da comunidade em geral.

Incentivar a prática da conservação de todos os mobiliários e materiais dos diversos departamentos da escola: secretaria; ambiente administrativo e pedagógico; salas de aula; quadra esportiva; refeitório; sala de vídeo; biblioteca; laboratório de informática; banheiros, pátio; e etc...;

Dengue é coisa séria :
Compreender que a Dengue é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti; .  
Promover campanha de conscientização quanto a prevenção desta doença;
Identificar as regiões brasileiras mais afetadas pela dengue;
Reconhecer a importância dos hábitos de higiene com forma de manter a saúde e prevenir doenças;Conhecer as diversas formas de contágio, prevenção;



A Riqueza das Plantas Medicinais:
Conhecer as possibilidades de utilização das plantas presentes no meio ambiente para fins medicinais, estabelecendo a relação da utilização aos sistemas e órgãos do corpo humano.
Dar continuidade implementando com os alunos a horta com plantas medicinais
Possibilitar o conhecimento da experiência das gerações anteriores na aplicabilidade das plantas com fins medicinais. Socializar com a comunidade escolar e extra-escolar as diversas possibilidades de uso das plantas medicinais. Perceber a importâncias das plantas para nossa sobrevivência; - Identificar e nomear as partes de uma planta;

Segurança  e Saúde no Trabalho :
Corresponde ao conjunto de ciências e tecnologias que tem por objetivo proteger o trabalhador em seu ambiente de trabalho, buscando minimizar e/ou evitar acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Assim, dentre as principais atividades da segurança do trabalho, podemos citar: prevenção de acidentes, promoção da saúde .

Drogas Lícitas E Ilícitas :
Valorizar um estilo de vida saudável que dê prioridade aos esportes, à cultura e ao lazer sem a necessidade de consumir álcool, fumo e outros tipos de droga;Valorizar a educação e a convivência familiar, dando prioridade às posturas e atitudes que demonstrem amor, respeito ao próximo, autocontrole e acolhimento;
Dar informações sobre drogas ,mostrando que elas causam dependência mental edependência física.

Identificar os tipos de drogasdiferenciando drogas lícitas  e  ilícitas
Esclarecer crianças, adolescentes, jovens, pais e educadores quanto aos perigos do uso das drogas.Alertar que a bebida alcoólica também é uma droga e esclarecer sobre os efeitos físicos e comportamentais, bem como de suas consequências.

Qualidade de Vida e Consumo :
Promover o consumo de alimentos saudáveis e a consciência de sua contribuição para a promoção da saúde de forma atraente, lúdica e educativa.Levar o aluno a valorizar uma boa alimentação.
Aprender a escolher alimentos nutritivos e de boa qualidade.
Adquirir hábitos para uma boa alimentação;Classificar a origem dos alimentos.
Refletir sobre as sua ações diárias em relação a sua saúde, o que engloba cuidado e preservação com o meio ambiente e com a higiene;


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS :
·         BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais – Brasília: MEC, 2001;

·         BRASIL. 2001. Política Nacional Antidrogas. Diário Oficial da União Nº 165, de 27 de agosto de 2002. Brasília (DF): Presidência da República, Gabinete de Segurança Institucional, Secretaria Nacional Antidrogas. 22p. Disponível em: www.senad.gov.br

·         BRANCO, Sandra. Atividades com temas transversais. Oficinas aprender fazendo – 1. Ed. – São Paulo: Cortez, 2009.

·         BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Meio Ambiente e Saúde.  – Brasília: MEC/SEF, 1997.

·         Site oficial do ministério da Saúde: http://www.portal.saude.gov.br/saude/

·         www.medicina.ufmg.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário