Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

D1 – Localizar informações explícitas em um texto.

Leia o texto abaixo para responder a questão 01.

Cada espécie tem uma dentição diferente, adequada à sua dieta!
Se de tanto observar peixinhos no aquário você achava que os peixes eram banguelas, está em tempo de se informar melhor e mudar de opinião, afinal quase todas as espécies de peixes possuem dentes.
Antes de falarmos especificamente dos peixes, vá para a frente do espelho, abra a boca e repare como os seus dentes são diferentes uns dos outros. Isso acontece porque a alimentação dos seres humanos é bastante variada, inclui alimentos que precisam ser rasgados, cortados, triturados. Dá para concluir que o formato dos dentes está associado à dieta de cada espécie. Então, passemos aos peixes...
No caso dos tubarões, os dentes são todos pontiagudos para segurar e rasgar melhor a presa. Já o baiacu – que se alimenta de animais duros, como moluscos com conchas e ouriços do mar – tem
dentes em forma de bico e achatados na parte anterior para triturar bem o que for comer. Os dentes do peixe-papagaio, que é um herbívoro, formam placas que servem para raspar o fundo das partes
mais rasas do oceano em busca de alimento, que incluem algas e detritos. Peixes que se alimentam somente de algas, por exemplo, costumam ter dentes em forma de lâminas com serrinhas que servem
para cortar. Anote aí uma curiosidade: muitas espécies – como raias, peixes papagaio e outras – apresentam dentes na faringe, que são usados para triturar os alimentos. E os dentes de leite? Será que os peixes também têm esses dentes temporários, como nós? Bem, apesar de a maioria dos peixes começar a desenvolver, ainda na fase larval, os dentes que vão acompanhá-los por toda a vida,
alguns peixes trocam de dentição. Por exemplo: muitos herbívoros, quando jovens, se alimentam de carne para  acumular proteínas e crescer rápido e, por isso, possuem uma dentição adequada a esse alimento. Ao crescer, ela é trocada por outra, mais adaptada à sua nova dieta. Já algumas espécies de predadores, que possuem esqueletos feitos de cartilagem e não de ossos, como tubarões, têm dentes que crescem como unhas. Assim, como esses animais precisam lutar com suas presas e acabam perdendo muitos dentes, eles voltam a crescer naturalmente.
Por: A Redação e Carlos Eduardo Leite Ferreira
Ilustração: Fernando.
QUESTÃO 01 (SAEP 2013)
De acordo com o texto, que espécies de peixes apresentam dentes na faringe, que são usados para triturar os alimentos?
(A) Os tubarões.       (B) O baiacu.   (C) Raias e peixes-papagaio. (D) Moluscos.

SAEP
Leia o texto abaixo:
Existe vida fora da Terra?
Até onde se sabe, não. Não existe nenhuma evidência oficial, já que todos os casos registrados são apenas suposições. Mas isso não desanima os cientistas. “É bastante razoável que exista vida fora da Terra. Só que as probabilidades diminuem quando procuramos por vida inteligente”, conta Samuel Rocha de Oliveira, físico do departamento de Matemática Aplicada da Unicamp. Para achar vida como a conhecemos, mesmo que formas primitivas, planetas com as mesmas características da Terra precisam ser encontrados. Satélites como o Corot e o Kepler caçam essas estruturas e, até junho deste ano, já haviam encontrado 563 delas. Mundo Estranho, ed. 114, ano 10, n. 8, ago. 2011, p. 31.

QUESTÃO 02 (SAEP 2012)

Segundo o texto, existe vida fora da Terra?
(A) Há vida fora da Terra, mas ainda não foram encontrados seres como do nosso planeta.
(B) Há vida fora da Terra, mas não inteligente como a do nosso planeta.
(C) Não há nenhuma evidência oficial, apenas algumas suposições de vida fora da Terra.
(D) Os satélites que caçam vida fora da terra até hoje não encontraram nenhum tipo de ser parecido com os da Terra.

Leia o texto abaixo:
O PULO
A Onça encontrou com o Gato e pediu: – Amigo Gato, você me ensina a pular?
O Gato ficou muito desconfiado, mas concordou.Nas últimas aulas, a Onça pulava com rapidez e agilidade – parecia um Gato gigante.
– Você é um professor maravilhoso, amigo Gato! – dizia a Onça, agradando.
Uma tarde, depois da aula, foram beber água no riacho. E a Onça fez uma aposta:
– Vamos ver quem pula naquela pedra?
–Vamos lá!
– Então, você pula primeiro – ordenou a Onça.
O Gato – zuuum – pulou em cima da pedra. E a Onça – procotó – deu um pulo traiçoeiro em cima do Gato.Mas o Gato pulou de lado e escapuliu tão rápido como a ventania.
A Onça ficou vermelha de raiva:
– É assim? Esta parte você não ensinou pra mim! E o Gato respondeu cantando:
– O pulo de lado é o segredo do Gato!
MARQUES, Francisco. O pulo. In: A floresta da Brejaúva. Belo Horizonte: Dimensão, 1995.

QUESTÃO 03 (SAEP 2013)
De acordo com o texto, o segredo do Gato é

(A) “... – zuuum – pulo em cima da pedra”.     (B) o pulo de lado.

(C) “... – procotó – pulo traiçoeiro”. (D) pulo rápido e ágil.

Faça a leitura a seguir.

BANHO COM CELULAR?
Quando você desliga o celular? Segundo uma pesquisa realizada pelo Ibope Solution e pela revista
“Connect”, 61% das pessoas desligam os celulares no teatro; 64% no cinema; 60% na igreja/templo e 58% nas reuniões de trabalho. Na “balada”, eles permanecem ligados para 67%dos pesquisados. Em casa, 65% das pessoas dormem com os celulares funcionando e 85%tomam banho com os aparelhos ligados. Rio de Janeiro, Jornal O Globo, Caderno INFOetc, p.2, 22jan2007.

QUESTÃO (SAEP – 2013)
Considerando os percentuais indicados no texto, pode-se tirar a seguinte conclusão:
(A) A maioria das pessoas, em qualquer ambiente social, mantém sempre os celulares desligados.
(B) A maioria das pessoas, em qualquer ambiente social, mantém sempre os seus celulares ligados.
(C) A maioria das pessoas só mantém o celular desligado em ambientes sociais como no teatro, no cinema, na igreja/templo e nas reuniões de trabalho.
(D) A maioria das pessoas mantém o celular desligado na “balada”, quando dormem e tomam banho.
SAEP

Leia o texto a seguir:
Aposta na prevenção
A prevenção da obesidade deve ser feita desde o nascimento e uma das ferramentas mais eficazes é a
amamentação. “Bebês amamentados no peito têm menos chances de se tornarem adultos gordos porque, no esforço de sugar o seio, desenvolvem a percepção da saciedade, ou seja, sentem que a fome acaba e param de mamar”, afirma o médico pediatra Fábio Ancoria Lopes. Já o leite oferecido na mamadeira, além de chegar à boca com mais facilidade, o que faz o bebê receber mais alimento do que necessita, costuma ser muito calórico, principalmente se for engrossado com farinhas e adoçado. Para saber se o bebê caminha para ser um adulto com peso normal ou um obeso, basta ficar de olho na balança. De acordo com o padrão internacional de pediatria, no primeiro ano de vida é normal que ele triplique o peso que tinha ao nascer. A partir do segundo aniversário e até a adolescência, a criança pode ganhar em média de 2 a 3 quilos, por ano.
Revista crescer, ano 2001.

QUESTÃO  (SAEGO – 2009)
De acordo com esse texto, qual alimento que pode evitar que o bebê se torne um adulto gordo?
(A) Misturas calóricas.
(B) Mamadeiras.
(C) Leite materno.
(D) Farinhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário