Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sexta-feira, 3 de junho de 2016

D13 - Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados.

A doação do Joãozinho
No parque, Joãozinho pede dinheiro à sua mãe para dar a um velhinho.
A mãe, sensibilizada, dá o dinheiro, mas pergunta ao filho:
– Para qual velhinho você vai dar o dinheiro, meu anjo?
– Para aquele alí que está gritando: “Olha a pipoca quentinha!!!”
Disponível em:

O que faz esse texto ficar engraçado?
A) A mãe chamar o Joãozinho de anjo.
B) A mãe dar dinheiro para o Joãozinho.
C) Joãozinho querer dar dinheiro a um velhinho pobre.
D) O menino se fazer de bonzinho para comprar pipoca.

-----------------------------------------------------------------
(AvaliaBH). Leia o texto abaixo:
Direito das crianças
Toda criança do mundo
Deve ser bem protegida
Contra os rigores do tempo
Contra os rigores da vida.
(...)
Não é questão de querer
Nem questão de concordar
Os direitos das crianças
Todos têm de respeitar.
(...)
Ter direito à atenção
Direito de não ter medos
Direito a livro e a pão
Direito de ter brinquedos.
(...)
Morango com chantilly,
Ver mágico de cartola,
O canto do bem-te-vi,
Bola, bola, bola, bola!
(...)
Um passeio de canoa,
Pão lambuzado de mel,
Ficar um pouquinho à toa...
Contar estrelas no céu...
ROCHA, Ruth. Os direitos das crianças segundo Ruth Rocha. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2002.

Nesse texto, a expressão “ficar um pouquinho à toa” significa
A) deixar de sentir medo.
B) fazer passeios de canoa.
C) ficar sem cuidados.

D) ficar sem fazer nada.



SAERS). Leia o texto abaixo.
Eu não sei como começou todo esse papo de Lobo Mau, mas está completamente errado.
Talvez seja por causa de nossa alimentação. Olha, não é culpa minha se os lobos comem bichos engraçadinhos como coelhos e porquinhos. É apenas nosso jeito de ser.
Se os cheesburgers fossem uma gracinha, todos iam achar que você é Mau.(...)
No tempo do Era Uma Vez, eu estava fazendo um bolo de aniversário para minha querida vovozinha.
Eu estava com um resfriado terrível, espirrando muito.
Fiquei sem açúcar.
Então resolvi pedir uma xícara de açúcar emprestada para o meu vizinho.
Agora, esse vizinho era um porco.
E não era muito inteligente também.
Ele tinha construído a sua casa toda de palha.
Dá para acreditar? Quero dizer, quem tem a cabeça no lugar não constrói uma casa de palha. (...)
SCIESZKA, Jon. A verdadeira história dos três porquinhos. Editora Companhia das Letrinhas.

Em qual frase aparece um comentário irônico do narrador sobre a alimentação dos leitores?
A) Talvez seja por causa de nossa alimentação.
B) Se os cheesburgers fossem uma gracinha, todos iam achar que você é Mau.
C) Eu estava fazendo um bolo de aniversário para minha querida vovozinha.
D) Não é culpa minha se os lobos comem bichos engraçadinhos.
-----------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário