Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

terça-feira, 31 de maio de 2016

Personagem: Mãe Terra:



Personagem:
Mãe Terra:  
Testemunhas de acusação:
 Água:
Floresta e Ar:
Ser Humano:
Testemunhas de defesa:
Lenhador e Empresário:
Juiz: Palestrante
Promotor:

CENA I
Promotor: Domingo, 05 / 06/ 2016, Processo numero 1/2013, Acusação: Destruição do Planeta Terra, Acusante: Mãe Terra, Acusado: Ser humano. Todos de pé para recebermos o excelentíssimo senhor JUIZ da primeira vara de direito penal e defesa da natureza.
Juiz: Pode sentar, declaro essa secção aberta.
Promotor: Iniciemos nosso júri, com as acusações e as devidas testemunhas, contra o réu: O Ser Humano.
 Mãe Terra: estou aqui para acusar esses infratores, por todos os males que andam me causando, como a poluição do AR um elemento essencial para a sua sobrevivência, o desmatamento das florestas destruindo a FAUNA E A FLORA geradores e conservadores da vida e o pior a poluição do bem mais precioso, o néctar divino o qual 7 dias não passará sem ele, porém, em um dia o destrói, a água.
Promotor: (Olhando para o réu) o que tens a dizer em sua defesa, ser humano?!
Ser Humano: Nada disso eu fiz, são acusações incrédulas, as quais a mim não se dirigem.
Mãe Terra: como assim não se dirigem a você, por acaso a poluição do AR e culpa dos animais que somente embelezam a natureza, ou da fumaça negra expelida pelos seus veículos automotores, bens de luxo utilizados somente para a sua satisfação.
Ser Humano: como ousa falar das minhas obras de criação, foram meios encontrados para facilitar os transportes de grande distância, ou você acha melhor maltratar as belezas da natureza com veículos de tração animal.
Promotor: (olhando para a mãe terra) Mãe terra, você tem alguma prova das acusações contra o réu.
Mãe Terra: sim, tenho.  Aqui estão algumas fotos da destruição do AR, Causada pelo ser humano, e tenho também testemunhas que podem falar sobre a destruição causada pelo ser humano.
Promotor: pois que entre a testemunha da acusação O AR.
Promotor: AR o que tens a dizer sobre o acusado?
AR/floresta: Desde o século XVIII venho sofrendo com essa poluição, a fumaça dos carros, das indústrias, a queima do carvão mineral, e vários outros gases poluentes fazem com que eu me torne SUJO, e deixe de ter a essência e a eficácia para a qual fui criado, deixo de ser VIDA. Esta poluição tem gerado diversos problemas, a saúde do ser humano, por exemplo, é a mais afetada, doenças respiratórias como a bronquite, rinite e asma levam milhares de pessoas aos hospitais por ano, até o clima está sendo afetado, por causa da poluição o efeito estufa está aumentando a temperatura do nosso planeta. (Olhando para o ser humano) O mau que você está causando retornará em dobro para você.
Promotor: Diante da acusação da mãe terra, você tem algo a falar sobre isso ou alguém que possa te defender?
Ser Humano: Sim, tenho. Também possuo fotos que trazem os benefícios gerados com essa destruição, e testemunhas que podem falar a meu favor.
Promotor: pois que entre a testemunha de defesa O EMPRESÁRIO.
Promotor: o que tens a dizer em defesa do acusado?
Empresário: em nenhum momento o ser humano destruiu o ar, simplesmente encontrou meios que facilitaram sua vida, como a criação dos carros e das motos para transporte individual, dos ônibus e aviões para o uso coletivo e para percorrer grandes distâncias.
Mãe terra: (Mãe terra o interrompe e fala) Mas e as florestas que você destruiu? Com queimadas e desmatamento, acabando com a fauna e a flora que só trás beleza aos olhos de quem as vê.
AR/floresta: O crescimento das cidades tem provocado a diminuição das áreas verdes, o crescimento populacional e o desenvolvimento das indústrias demandam áreas amplas nas cidades, áreas estas derrubadas e desmatadas para construção de condomínios residenciais e pólos industriais, a construção de rodovias, as queimadas e os incêndios são também problemas que ocorrem e muitos deles por motivos econômicos.
Promotor: esta acusação é grave, o que você tem a falar sobre isso?!
Empresário: os seres humanos precisam de moradia, um local onde possam se proteger das chuvas e do SOL. Precisam também de móveis para se organizar, as indústrias precisam de espaço para a construção desses móveis, os carros para trafegarem precisam de rodovias, ou você que o ser humano poderia viver sem isso?  Não somos animais.
AR/FLORESTA: mas precisam de ar para viver!
Promotor: Agradeço as testemunhas de acusação e defesa, prossigamos com o Julgamento. Mãe terra mais alguma Acusação?
Mãe terra: Sim, excelentíssimo, creio eu que esta é uma das piores. Acuso este ser de poluir o bem mais precioso que Deus criou, A ÁGUA.
Promotor: você tem alguma testemunha?
Mãe terra: Sim
Promotor: Pois que entre a testemunha água.
Água: As principais causas de deteriorização dos rios, lagos e oceanos, são: poluição e contaminação por poluentes e esgotos. O ser humano tem causado todo este prejuízo a natureza, através dos lixos, esgotos, dejetos químicos e industriais e mineração sem controle. Cerca de 3 bilhões de habitantes em nosso planeta estão vivendo sem o mínimo necessário de condições sanitárias. 1 milhão não tem acesso a água potável. Em virtude desses graves problemas, espalham-se diversas doenças como diarréia, esquistossomose, hepatite e febre tifóide, que matam mais de cinco milhões de serem humanos por ano, sendo que o número maior de doentes sobre-carregam os precários sistemas de saúde deste país.
Promotor: Ser humano, não acredito que sua incredulidade chegou a um ponto tão elevado, seus atos corroem o coração e embaçam a visão daqueles que amam a DEUS.
Ser humano: A história não termina assim, ainda tenho defesas em favor de mim.
Promotor: Que entre suas defesa, mesmo achando o caso esteja encerrado.
Dona de casa: Como é que pode, será possível que as roupas e louça de casa, pelo menos de quem num tem casa chique, num pode ser lavada. E as industrias vão jogar a sujeira aonde? Na água se dissolve. Não é justo o ser humano, ser acusado assim.
Promotor: Diante dos argumentos apresentados pela defesa, e das provas propostas pela acusação, opino em favor da mãe terra, com o intuito de acusar e condenar o ser humano, por ser declarado culpado, de ter poluído o meio ambiente, e após isso nada ter feito para salvá-lo. Ao desmatar, poderia eles mesmo replantar, ao poluir, por que não limpar. Com a palavra o Excelentíssimo Senhor Juíz _____________________________________ para proferir a sua opinião em relação a este assunto.
(Neste momento o Palestrante irá falar sobre o assunto, após isto o promotor fala)
Promotor: Neste momento, após a ilustre oratória do presidente da sessão inicia-se neste momento o debate do júri.
Perguntas para o Debate:
1.                 Você concorda com os argumentos da Mãe Natureza? E do Ser Humano?
2.                 Os carros poderiam existir sem a poluição?
3.                 Os argumentos do Ser humano estão corretos?
4.                 O ser humano viverá com a poluição por muito tempo?
5.                 Esta poluição é realmente necessária?
6.                 O que podemos fazer para reverter esta situação? Como podemos fazer isso?
Vamos dividir em cinco grupos e responder estas perguntas, ao final uma pessoa irá expor as idéias do grupos, e responder as seguintes pergunta:
O SER HUMANO É CULPADO E DEVE SER CONDENADO, OU MERECE UMA SEGUNDA CHANCE?
Ao final serão recolhido as folhas com as respostas e o juiz dará o veredicto final.







Veredicto Final


Diante das acusações da Mãe Terra e as defesas do Ser humano, em concordância com as decisões implementadas pelo júri popular, de acordo com o que rege a lei do homem, e a própria lei de Cristo, Nosso Senhor o réu é declarado _______________

Nenhum comentário:

Postar um comentário