Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sábado, 23 de julho de 2016

O QUE SÃO PADRÕES DE DESEMPENHO?

  O QUE SÃO PADRÕES DE DESEMPENHO?
Os índices de proficiência, resultados obtidos pelos estudantes nos testes das avaliações em larga escala, podem ser agrupados em Padrões de Desempenho. Esses Padrões de Desempenho permitem uma interpretação pedagógica das habilidades desenvolvidas pelos estudantes, possibilitando localizá-los em Níveis de Desempenho.

POR QUE AGRUPAR A PROFICIÊNCIA EM PADRÕES DE DESEMPENHO?
A distribuição dos estudantes pelos Padrões de Desempenho permite analisar os aspectos cognitivos que demarcam os percentuais de estudantes situados nos diferentes níveis de desempenho.

Desta forma, é possível traçar a diferença de aprendizagem entre os estudantes, ressaltando a distância existente entre aqueles que apresentam um maior grau de desenvolvimento e aqueles que apresentam menores graus de desenvolvimento nas habilidades avaliadas. Essa possibilidade cria as condições para o estabelecimento de ações e políticas educacionais mais específicas, destinadas à promoção da equidade escolar.

ELEMENTAR I
Os estudantes que se encontram neste Padrão de Desempenho demonstram um desenvolvimento ainda incipiente das principais habilidades associadas à sua etapa de escolaridade, de acordo com a Matriz de Referência.

Nos testes de proficiência, tendem a acertar apenas aqueles itens que avaliam as habilidades consideradas basilares, respondidos corretamente pela maior parte dos estudantes e, portanto, com maior probabilidade de acertos.

 A localização neste padrão indica carência de aprendizagem em relação ao que é previsto pela Matriz de Referência e aponta, à equipe pedagógica, para a necessidade de planejar um processo de recuperação desses estudantes, para que possam avançar para os padrões seguintes

ELEMENTAR II
Neste Padrão de Desempenho, os estudantes ainda não demonstram o desenvolvimento considerado apropriado das habilidades básicas, avaliadas pela Matriz de Referência, para a etapa de escolaridade em que se encontram. Contudo, respondem itens com menor percentual de acerto e que avaliam habilidades mais complexas, quando comparados com o verificado no padrão anterior.

A equipe pedagógica deve elaborar um planejamento com caráter de reforço para os estudantes que se encontram neste padrão, de modo a consolidar aquilo que eles já aprenderam, sistematizando esse conhecimento e dando suporte para uma aprendizagem mais ampla e densa.


BÁSICO

As habilidades básicas e essenciais para a etapa de escolaridade avaliada, de acordo com a Matriz de Referência, são demonstradas pelos estudantes que se encontram neste Padrão de Desempenho. Esses estudantes demonstram atender às condições mínimas para que avancem em seu processo de escolarização, ao responder aos itens que exigem maior domínio quantitativo e qualitativo de competências, em consonância com o seu período escolar. É preciso estimular atividades de aprofundamento com esses estudantes, para que possam avançar ainda mais em seus conhecimentos
DESEJÁVEL

Quando o estudante demonstra, nos testes de proficiência, ir além do que é considerado básico para a sua etapa escolar, como ocorre com os estudantes que se encontram neste Padrão de Desempenho, é necessário proporcionar desafios a esse público, para manter seu interesse pelo estudo e auxiliá-lo a aprimorar cada vez mais seus conhecimentos.

Esses estudantes costumam responder corretamente, com base na Matriz de Referência, a um maior quantitativo de itens, englobando aqueles que avaliam as habilidades consideradas mais complexas e, portanto, com menor percentual de acertos, o que sugere a consolidação do processo de aprendizagem para aquela etapa de escolaridade.

Os Padrões de Desempenho e os estudantes Independentemente do Padrão de Desempenho em que os estudantes se encontram, é importante considerar que o desenvolvimento cognitivo é contínuo, permitindo aprendizagens constantes, conforme os estímulos recebidos.

Ou seja, um estudante que se encontra em padrões de desempenho mais baixos irá avançar em seu processo de aprendizagem, desde que seja estimulado e desafiado adequadamente. O mesmo acontece para aqueles que já se encontram em níveis mais avançados de aprendizagem: podem e devem avançar cada vez mais, desde que recebam o estímulo adequado. ( Fonte : CAED / SAEPE )
 




Nenhum comentário:

Postar um comentário